Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Fevereiro 2024

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Ofertas de Emprego - Faro

Pesquisa

Custom Search

Mais sobre mim

18
Fev24

4228: Concurso de 90 milhões para dessalinizadora no Algarve

Tempo no Algarve

A empresa Águas do Algarve anunciou que o concurso para a conceção, construção e exploração da dessalinizadora do Algarve já foi publicado em ‘Diário da República’. Com um valor-base de 90 milhões de euros, tem como prazo final o ano de 2026. Deverá ser implementada num terreno próximo da praia da Falésia, em Albufeira.

 

A infraestrutura terá uma capacidade inicial de produção de 16 milhões de metros cúbicos por ano de água, podendo estender-se mais tarde até aos 24 milhões. Para António Eusébio, presidente da Águas do Algarve, há “um compromisso contínuo da empresa com a eficiência hídrica e a sustentabilidade ambiental na região”. A obra integra um conjunto de investimentos que estão a ser realizados pela empresa no âmbito do Plano de Eficiência Hídrica do Algarve.

 

Fonte: CM

14
Jan24

4208: Derrocada destrói acesso a praia em Lagos

Tempo no Algarve

Uma derrocada destruiu o acesso à praia do Pinhão, em Lagos, na madrugada deste sábado. Tratou-se de um aluimento de diversas toneladas de pedras.

 

Não há registo de feridos.

 

A Polícia Marítima esteve no local e a Agência Portuguesa do Ambiente vai analisar a situação.

 

A proteção civil e os bombeiros interditaram o acesso ao local de forma a garantir a segurança das pessoas.

 

Fonte: CM

31
Dez23

4199: Pescador morre em Sagres

Tempo no Algarve

Um pescador, de 47 anos, morreu na tarde deste domingo enquanto praticava pesca lúdica apeada em Sagres.

 

A vítima mortal estava junto ao pesqueiro dos currais, entre a Praia do Beliche e a Praia do Tonel, quando caiu à água.

 

O alerta foi dado às 15h35 por um popular via 112.

 

O pescador foi resgatado já sem vida por uma embarcação do ISN e levado para o Porto da Baleeira, em Sagres, onde o óbito foi declarado.

 

No socorro esteve a Polícia Marítima, ISN e Bombeiros de Vila do Bispo. A Autoridade Marítima tomou conta da ocorrência.

 

Fonte: CM

05
Nov23

4180: Cinco turistas resgatados nas grutas do Algar Seco em Lagoa. Uma pessoa ficou ferida com gravidade

Tempo no Algarve

Cinco turistas foram resgatados, este domingo à tarde, nas grutas do Algar Seco, em Lagoa, depois de terem sido surpreendidos pela ondulação forte, que os empurrou contra as rochas. Uma pessoa ficou ferida com gravidade.

 

O alerta chegou às autoridades pelas 14h23.

 

O ferido grave é um turista alemão de 28 anos, que foi transportado para o Hospital de Faro.

 

As outras quatro pessoas, de nacionalidade checa, sofreram ferimentos ligeiros. Apenas duas foram encaminhadas ao hospital de Portimão para observação.

 

No local estão os Bombeiros de Lagoa, GNR e Polícia Marítima, num total de 14 operacionais e seis viaturas.

 

Fonte: CM

11
Out23

4165: Águas residuais tratadas podem regar metade dos campos de golfe no Algarve em 2025

Tempo no Algarve

O presidente da Águas do Algarve prevê que o volume de águas residuais tratadas possa regar metade dos cerca de 40 campos de golfe na região a partir de 2025, permitindo uma gestão mais eficiente dos recursos hídricos.

 

Em declarações à Lusa, António Eusébio disse que a estimativa resulta de um investimento previsto de 23 milhões de euros até 2025 no Plano de Eficiência Hídrica, para a produção de água tratada para reutilização na rega.

 

"Com este investimento, estimamos um incremento de 1.4 para oito hectómetros cúbicos por ano, sendo 71% destinado à utilização pelos campos de golfe", realçou o presidente da empresa que gere o sistema multimunicipal de abastecimento de água e de saneamento do Algarve.

 

Segundo aquele responsável, os campos de golfe representam "atualmente um consumo na ordem dos 15 hectómetros cúbicos de água por ano", sendo objetivo da Águas do Algarve "chegar ao final de 2025 com oito hectómetros cúbicos a serem utilizados para a rega, essencialmente de campos de golfe".

 

Por outro lado, refere, a água reutilizada das Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), "pode ser utilizada não só na rega dos campos de golfe, como na rega agrícola, na lavagem de arruamentos e rega de espaços verdes públicos".

 

O responsável é um dos oradores convidados do seminário sobre gestão de águas residuais nos campos de golfe, organizado pela Federação Portuguesa de Golfe e que hoje se realiza num hotel da cidade de Lagos, no distrito de Faro.

 

"É um encontro de extrema importância, onde quero deixar a todos os privados [a ideia] de que é fundamental trabalharmos em conjunto para obtermos novas origens de água, novas reservas e a reutilização de água, visando contribuir para assegurar o equilíbrio entre a oferta e a procura", destacou.

 

Nesse sentido, realçou, "não sendo a reutilização uma nova origem, permite manter água nas barragens e nos furos, águas subterrâneas que são utilizadas para a rega atual da maior parte desses golfes".

 

"Por isso, ao utilizarem água reutilizada das estações de tratamento, ficará a montante a água para a utilização futura no abastecimento, essencialmente no abastecimento público", notou.

 

Para António Eusébio, a gestão eficaz da água "é um desafio global", mas assume enorme importância no Algarve, região que atravessa "um dos momentos mais críticos das últimas décadas no que toca à escassez hídrica".

 

O responsável anunciou que a Águas do Algarve está a trabalhar em cinco projetos de eficiência hídrica com fundos do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR): a segunda fase de Vila Real de Santo António, em Vilamoura e Quinta do Lago (Loulé), em Albufeira Poente e na Boavista (Lagos).

 

Os projetos com maior dimensão são os de Vilamoura e da Quinta do Lago, com um investimento de 14.7 milhões de euros.

 

Em Vilamoura vão ser concluídos até 2025 cerca de 12 quilómetros de tubagem até à ETAR da estância balnear, para a rega de cinco campos de golfe e rega de espaços verdes.

 

Na Quinta do Lago, também para concluir em 2025, a ampliação do sistema de adução para mais três campos de golfe e rega de outros espaços verdes.

 

Quanto a Albufeira Poente e Boavista, António Eusébio referiu que "não tendo uma dimensão tão grande, são projetos que já estão a ser executados", prevendo-se a conclusão do da Boavista em 2024.

 

"Todas estas medidas e investimentos são essenciais para assegurar um maior equilíbrio entre a procura e a disponibilidade do recurso hídrico. Todos temos que conseguir ainda fazer mais e melhor para enfrentar os desafios das alterações climáticas", concluiu.

 

Fonte: CM

18
Set23

4158: Renovação dos Radares Meteorológicos de Coruche e Loulé

Tempo no Algarve

No âmbito do investimento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR RE-C08-i04.03) - “Meios de prevenção e combate a incêndios rurais – Subinvestimento Rede de radares”, está em curso a renovação e modernização dos Radares de Coruche (Cruz do Leão) e de Loulé (Cavalos do Caldeirão), em funcionamento, respetivamente, desde 1998 e 2005.

 

Estes radares, de polarização simples, serão integralmente substituídos por radares doppler de polarização dupla. Os novos radares, permitirão melhorar a estimativa da intensidade da precipitação e permitirão a classificação de diferentes tipos de hidrometeoros, tais como chuvisco, chuva, granizo, saraiva e neve.

 

Os novos sistemas de radar encontram-se em fase de construção e integração na fábrica "Leonardo Germany GmbH", em Neuss, na Alemanha (ver imagem), prevendo-se a sua instalação durante os meses de novembro e dezembro de 2023.

 

Durante a fase de instalação dos radares e de outros equipamentos associados, designadamente de geradores e sistemas de ar condicionado e ainda, de uma melhoria das instalações técnicas, o IPMA recorrerá à informação da rede de radares da Agência Meteorológica de Espanha (AEMET), sendo que neste âmbito existe um protocolo de intercâmbio de dados de radar, entre ambos os países.

 

Inserido no mesmo investimento, está em curso a instalação de duas estações meteorológicas automáticas, na proximidade dos sistemas de radares de Coruche e de Loulé, e ainda (até finais de 2023) será reforçada a rede nacional de detetores de trovoada, com a instalação de um detetor de raios em Viana do Castelo e outro em Olhão, assim como a respetiva atualização do sistema de processamento.

 

Os investimentos financeiros permitirão renovar, reforçar, ampliar e melhorar as redes de observação meteorológica e, portanto, a previsão e a vigilância meteorológicas, sendo a distribuição de montantes a seguinte: radares (2.791.188,00 €), estações meteorológicas automáticas (58.230,00 €) e detetores de raios (169.600,00 €),

 

Numa época em que os efeitos diretos e indiretos das alterações climáticas se fazem sentir cada vez mais, reconhece-se que após estes investimentos, o IPMA ficará estruturalmente mais bem capacitado, para dar resposta à população e às entidades com responsabilidade nos domínios da segurança e da proteção de vidas e bens.

 

Fonte: IPMA

16
Ago23

4130: Autoridade Marítima Nacional resgata 16 pessoas no Algar de João Bentes em Portimão

Tempo no Algarve

Os elementos da Polícia Marítima de Portimão e da Estação Salva-vidas de Ferragudo resgataram ao final da tarde de ontem, 15 de agosto, 16 pessoas que se encontravam a bordo de uma embarcação marítimo-turística que virou no Algar de João Bentes, junto ao farol de Alfanzina, no concelho de Portimão.

 

​O alerta foi recebido pelas 18h18, através de uma embarcação marítimo-turística que se encontrava nas proximidades, indicando que se encontrava uma embarcação virada no Algar de João Bentes, tendo sido de imediato ativados para o local elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Portimão e da Estação Salva-vidas de Ferragudo, apoiados por duas embarcações, bem como elementos dos Bombeiros Voluntários de Portimão.

 

À chegada ao local constatou-se que a embarcação acidentada transportava 16 pessoas, duas das quais eram os tripulantes da embarcação, nove adultos, entre os quais uma mulher grávida e cinco crianças com idades compreendidas entre os 2 e os 6 anos, que foram resgatadas do interior da gruta pelas embarcações da Polícia Marítima e da Estação salva-vidas de Ferragudo, com o apoio de uma mota de água de uma empresa marítimo-turística da praia de Benagil.

 

As vítimas foram transportadas para a Estação Salva-vidas de Ferragudo, onde receberam assistência dos Bombeiros Voluntários de Portimão. Uma das vítimas foi transportada para uma unidade hospitalar pelos Bombeiros, tendo as restantes sido transportadas para a Marina de Portimão através da embarcação da Estação Salva-vidas, onde ficaram em segurança. 

 

A embarcação foi removida do interior da gruta, com o apoio de uma embarcação marítimo-turística que também acorreu ao local, e rebocada para o porto de Portimão, por questões de segurança, onde será alvo de uma vistoria para apurar as causas do acidente e verificação da exequibilidade para a continuidade da prática marítimo-turística.

 

O Comando-local da Polícia Marítima de Portimão tomou conta da ocorrência.

 

Fonte: AMN

14
Jul23

4101: Banhos Islâmicos de Loulé classificados como monumento nacional

Tempo no Algarve

Os Banhos Islâmicos de Loulé, no Algarve, têm a partir de sábado a classificação de monumento nacional, segundo um decreto publicado esta sexta-feira pelo Governo em Diário da República.

 

"O presente decreto classifica como monumento de interesse nacional os Banhos Islâmicos de Loulé, [...], sendo-lhes atribuída a designação de 'monumento nacional'", segundo o diploma do executivo, assinado pelo primeiro-ministro, António Costa, e pelo ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva.

 

Os Banhos Islâmicos de Loulé, descobertos em 2006, constituem, segundo o texto publicado, "os primeiros e, até agora, únicos edifícios desta tipologia arqueologicamente documentados em Portugal, bem como uns dos mais completos complexos do género identificados na Península Ibérica".

 

O Conselho de Ministros aprovou em 22 de junho a classificação como "monumento nacional" deste edifício, depois de o concelho de Loulé ter aberto em novembro de 2021 este procedimento com o objetivo de "conceder ainda mais valor" a um complexo "único" em território português.

 

Desde que abriu ao público em 28 de maio de 2022, os Banhos Islâmicos de Loulé tornaram-se num dos principais pontos de atração e de interesse turístico do município algarvio.

 

O edifício foi erguido no século XII "junto da muralha da mesma época, da zona da alcáçova e da principal entrada da cidade islâmica, para permitir que habitantes e viajantes pudessem praticar o ritual purificador da ablução, além de banhos mais prolongados", segundo o decreto.

 

O texto acrescenta que os Banhos Islâmicos de Loulé "encontram-se divididos em cinco espaços distintos: sala fria, sala tépida, sala quente, compartimento da fornalha e vestíbulo".

 

"Frequentados por homens e mulheres, em horários distintos, serviram a população de forma contínua entre o período almóada e a época moderna, ocupação testemunhada pelas diversas campanhas de obras reveladas", lê-se ainda.

 

O decreto conclui que os banhos "são dignos de uma classificação de âmbito nacional", devido ao "caráter excecional destas estruturas de longa cronologia que constituem os vestígios mais antigos da cidade de Al-'Ulyà, as únicas que, até à data, permitem a leitura completa de um hammam no nosso país, com grau de conservação considerável, ilustrativas das práticas mais características da sociedade islâmica, reveladoras da multiculturalidade geradora da cultura do Sul de Portugal".

 

O património edificado em Portugal obedece a regras de classificação e proteção, definidas pela Direção-Geral do Património Cultural.

 

Fonte: CM

11
Jun23

4074: Concessionários algarvios concordam com proibição de fumar nas praias

Tempo no Algarve

Os concessionários das praias na cidade algarvia de Quarteira, assim como os seus clientes, concordam com a proibição de fumar nestes locais de lazer, seguindo outros espaços que já têm zonas para fumadores e não fumadores.

 

Uma nova proposta de lei do tabaco apresentada pelo Governo, que deu entrada no parlamento em 26 de maio, prevê a proibição de se fumar em praias marítimas, fluviais e lacustres (lagos), por determinação da gerência, da administração ou do titular da concessão, entre outros.

 

"Estamos aqui ao ar livre. Eu acho que é mais ou menos a situação que aconteceu com as esplanadas dos cafés. Houve um bocado de choque na população, mas o pessoal acaba por aderir", diz à agência Lusa Tiago Duro, que tem a concessão Minha Praia em Quarteira.

 

Sobre a possibilidade de a futura lei colocar no titular da concessão a decisão de interditar que se fume, Tiago Duro indica que irá "aderir à proibição".

 

"Como vocês podem ver, a concessão é um espaço aberto. A pessoa, se quiser, basta andar uns metros para a frente ou para trás e acaba por fumar o seu cigarro", explica.

 

Para este profissional, a decisão "acaba por ser ao agrado de toda a gente", visto haver na sua área de concessão muitas famílias com crianças que alugam "palhotas" e espreguiçadeiras.

 

"Veja-se no caso de outros países que, com estas proibições, acabaram por baixar a taxa de fumadores, não é? Eu acho que funciona", sublinha Tiago Duro.

 

No caso de existir alguma resistência, o concessionário pede "bom senso" e que se dê uma "palavrinha ao cliente" no sentido de lhe pedir, com delicadeza, para fumar fora da área da concessão: "Pronto, e acho que o pessoal acaba por aderir", afirma.

 

Tiago Duro recorda que já houve casos de famílias com crianças que pediram para mudar de "palhota" porque ao lado estavam pessoas a fumar.

Sobre o impacto da medida, o concessionário é da opinião que a longo prazo vai acabar por ser "positivo".

 

Não muito longe, Christofe Pontes é o concessionário da Praia Alegre e também concorda que deve recair sobre ele a decisão de proibir ou não os clientes fumarem.

 

"Acho que o pior de as pessoas fumarem na área concessionada não é fumar. O problema aqui é a ponta dos cigarros na areia. O que era bom era ninguém fumar na praia toda. Se quisessem fumar saíam do areal para fumar o seu cigarro e mantinham a praia limpa", afirma, defendendo que essa seria a solução "ideal".

 

Christofe Pontes pensa que os fumadores são uma minoria no espaço que lhe está concessionado e considera a questão deve ser tratada como no caso dos restaurantes, em que os fumadores não devem incomodar os não-fumadores.

 

Os clientes das áreas concessionadas nas praias também concordam com a interdição de fumar nestas áreas de lazer.

 

"Eu estou contra a possibilidade de as pessoas fumarem, sobretudo se estão aqui ao nosso lado", afirma Vitália Reis, emigrante portuguesa a viver em França e de férias em Quarteira.

 

"Se não fumarem melhor para eles [os fumadores] e para nós", sublinha.

 

Um brasileiro a trabalhar em Londres e de férias no Algarve também não tem dúvidas em afirmar que "a proibição é uma medida correta".

 

"Eu tenho uma criança também pequena e não gostaria que estivesse inalando o fumo do cigarro aqui na praia", defende, criticando ainda os fumadores por atirarem "todas as beatas aqui no chão".

 

Segundo a proposta de lei, será ainda proibido fumar em determinados recintos como piscinas públicas e parques aquáticos, alegando o Governo que são locais de diversão e de estadia frequentados por menores e respetivas famílias.

 

Com esta proposta de lei, o Governo pretende eliminar as "exceções atualmente previstas na lei à proibição de fumar em locais fechados de utilização coletiva", mas mantém as que abrangem os serviços de psiquiatria, os centros de tratamento e reabilitação de pessoas com problemas de dependência e comportamentos aditivos e os estabelecimentos prisionais.

 

Quanto ao acesso ao tabaco, será alargada a proibição de venda a recintos desportivos, piscinas e parques aquáticos, a salas e recintos de espetáculos, a recintos de diversão, bingos, casinos e salas de jogo e outro tipo de recintos destinados a espetáculos de natureza não artística e festivais de música, assim como as entregas no domicílio ou venda ambulante.

 

Passa a ser proibida a venda de tabaco através de máquinas de venda automática em locais situados a menos de 300 metros dos estabelecimentos destinados a menores de 18 anos, dos estabelecimentos de ensino e de centros de formação e venda à unidade de cigarros e cigarrilhas após abertura das respetivas embalagens.

 

Ao contrário do inicialmente anunciado pelo Governo, o diploma entregue no parlamento já não prevê a proibição da venda de tabaco nos postos de abastecimento de combustíveis, uma alteração que o ministro da Saúde, Manuel Pizarro, justificou com a falta de alternativas para aquisição em muitas localidades.

 

O diploma estima que em Portugal, na última década, mais de 100 mil mortes sejam atribuíveis ao tabaco e alerta que todas as "formas de tabaco são nocivas à saúde, não existindo um nível seguro de exposição".

 

Fonte: CM

08
Jun23

4071: Autoridade Marítima Nacional e Marinha Portuguesa apreendem cerca de 700kg de droga a Sul de Portugal

Tempo no Algarve

A Autoridade Marítima Nacional e a Marinha Portuguesa apreenderam, esta madrugada, 20 fardos de haxixe, cerca de 700kg, e três jerricans de combustível, na Ria Formosa, no concelho de Olhão.

 

Um alerta recebido pelas 02h50, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), deu conta de uma embarcação de nacionalidade espanhola à deriva e a meter água ao largo da Barra do Lavajo (Armona), com dois tripulantes a bordo. Foram de imediato ativados para o local elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Olhão e da Estação de Salva-vidas de Olhão que, ao se dirigirem ao local, detetaram fardos de haxixe a flutuar, marcando a posição para posterior recolha, dando prioridade ao salvamento dos dois homens.

 

Após deteção da embarcação com os dois indivíduos a bordo, constatou-se que não necessitavam de qualquer tipo de assistência médica, tendo a embarcação sido rebocada para o cais da Estação de Salva-vidas de Olhão e apreendida como medida cautelar. Os indivíduos foram conduzidos para o Comando-local da Polícia Marítima de Olhão para identificação e, posterior deteção para interrogatório pela Polícia Judiciária de Faro.

 

O produto estupefaciente foi levado para o Comando-local da Polícia Marítima de Olhão e entregue à Polícia Judiciária de Faro, a fim de se efetuarem as diligências de investigação.

 

Na operação participaram dois navios da Marinha (NRP Sagitário e NRP Dragão), que efetuaram buscas no mar, e meios da Autoridade Marítima Nacional, operados pela Polícia Marítima Olhão e de Faro e pela Estação Salva-vidas de Olhão, para as buscas no interior da Ria Formosa.

 

Fonte: AMN

Calendário

Fevereiro 2024

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Ofertas de Emprego - Faro

Pesquisa

Custom Search

Mais sobre mim