Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

reserva

Booking.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

  • Tudo Mesmo

    Bem interessante que deve ser!!

  • Fotografia

    Ótimo informativo de previsão do tempo, a previsão...

  • CR

    Grandes treta as bolsas de estacionamento, são esp...

  • Susana

    Sei de fonte segura que já caíram uns flocos de ne...

  • Anónimo

    Parabéns !!!http://gerotempo.blogspot.pt/

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

01
Nov18

3106: Populações passam a receber alertas via SMS da Proteção Civil em caso de crises e catástrofes

Tempo no Algarve

Por decreto-lei, o Governo vai criar o novo Sistema Nacional de Monitorização e Comunicação de Risco, de Alerta Especial e de Aviso à População para poder enviar mensagens de telemóvel (SMS) a alertar as populações, noticia o “Público” esta quinta-feira.

 

Aquando da tempestade Leslie, a Autoridade Nacional de Porteção Civil não conseguiu alertar atempadamente as populações  e, também por esse motivo, o novo sistema terá o objetivo de suprir essa falha. Atualmente, apenas está previsto o protocolo para avisar os cidadãos para o risco de incêndios.

 

Segundo o matutino, o diploma já foi aprovado em Conselho de Ministros, que prevê um maior número de autoridades que podem enviar avisos aos cidadãos. Câmaras municipais, por exemplo, também pdoerão emitir alertas, via SMS, em casos de acidentes graves e outos tipos de catástrofes.

 

“A emissão de avisos de proteção civil compete aos centros de coordenação operacional de nível nacional, de nível regional e subregional e de nível municipal, conforme os respetivos âmbitos de atuação”, revela o diploma.

 

Fonte: JE

Booking.com
18
Abr18

2992: Galgamento do mar na Praia de Faro causa danos em esplanadas e passeios

Tempo no Algarve

O galgamento do mar esta quarta-feira de madrugada na Praia de Faro provocou pequenos danos em esplanadas e nos passeios que ladeiam a estrada que atravessa aquela zona balnear, disse à Lusa fonte da Câmara de Faro.

 

Segundo a mesma fonte, o galgamento do mar está relacionado com a subida da maré a um nível superior ao habitual, uma vez que quando está Lua Nova a probabilidade de ocorrerem marés vivas é maior.

 

Segundo a mesma fonte, o galgamento do mar está relacionado com a subida da maré a um nível superior ao habitual, uma vez que quando está Lua Nova a probabilidade de ocorrerem marés vivas é maior.

 

Depois das tempestades de fevereiro e março, a maior parte da areia retirada da praia pela força do mar e do vento já tinha sido reposta, mas agora "foi parar novamente à estrada".

 

Depois das tempestades de fevereiro e março, a maior parte da areia retirada da praia pela força do mar e do vento já tinha sido reposta, mas agora "foi parar novamente à estrada".

 

Segundo a mesma fonte, já tinha sido lançado o concurso para construção do passadiço destruído pelos temporais deste inverno, o que faz com que praticamente se "volte novamente à estaca zero".

 

A próxima preia-mar, o ponto mais alto da maré, está prevista para as 17h15, o que faz com que as autoridades camarárias e de proteção civil estejam de prevenção.

 

Desde as 06h30 que foram deslocadas para ao local equipas que, com o apoio de retroescavadoras, estão a recolher a areia depositada na estrada e a distribuí-la ao longo da costa.

 

Nos últimos meses, a Praia de Faro foi fustigada pelo vento e ondulação forte, com o mar a galgar a estrada que separa o oceano da Ria Formosa, enchendo-a de areia, mas sem causar danos em habitações.

 

Há um mês, durante uma visita ao Algarve, o ministro do Ambiente disse que o investimento prioritário na orla costeira da região passava por repor os passadiços nos areais destruídos pelos temporais de inverno, num valor estimado de 250 mil euros.

 

No caso da Praia de Faro, o levantamento feito pelo Ministério do Ambiente apontava para a necessidade de intervenções no valor de 120 mil euros.

Fonte: Lusa

Booking.com
20
Mar18

2975: EN125 à espera de obras num “estado caótico”

Tempo no Algarve

O início da requalificação da EN125 entre Olhão e Vila Real de Santo António chegou a ser anunciado em 2015 e também esteve planeada para começar no final de 2017, mas os atrasos na aprovação da obra - à espera de sinal verde do Tribunal de Contas - mantém tudo parado e a estrada muito degradada.

 

"Está num estado absolutamente caótico. É impossível fugir dos buracos que estão na estrada de tantos que são", descreve ao CM Lucinda Martelo, uma das utilizadoras do troço, cujo estado atual tem levado a constantes danos e desgaste dos veículos que por lá passam.

 

"Se antes mudávamos os pneus passados dois anos e meio, agora é, no máximo, um ano e meio", garante António Fernandes, outro utente da via.

 

Face ao atraso no início das obras, foi formado o Movimento de Cidadania dos Utentes da EN125 - Sotavento, para pressionar os governantes para que os trabalhos se iniciem.

 

"Queremos dizer, de uma vez por todas, basta. Quero que todas as entidades envolvidas dispam as camisolas partidárias e se juntem para avançar com as obras porque a situação é má demais", resume Hugo Pena que, juntamente com Lucinda e António, fazem parte do movimento cívico.

 

PORMENORES

Má imagem para o turismo

"Somos a porta de entrada, terrestre, da Andaluzia. Isto tudo cria uma má imagem e afeta os serviços ligados ao turismo", afirma Hugo Pena.

 

"Situação inaceitável"

Os deputados do PSD Cristóvão Norte e José Carlos Barros consideram esta situação "inaceitável" e consideram certas zonas do troço "intransitáveis".

 

Ainda sem data

O gabinete do Ministro das Infraestruturas, Pedro Marques, diz que ainda não há data para o início da obras por o processo estar no Tribunal de Contas.

 

Fonte: CM

Booking.com
05
Fev18

2935: Proteção Civil deixa recomendações à população para se prevenir do frio

Tempo no Algarve

Com o tempo frio, alerta também a ANPC num aviso à população, podem verificar-se intoxicações por inalação de gases por inadequada ventilação de habitações com lareiras e braseiras, sendo que as mesmas podem provocar incêndios.

 

O aviso decorre das previsões de diminuição da temperatura mínima, com valores a situar-se entre os quatro graus celsius negativos e os dois positivos nas regiões do interior norte e centro, e entre os zero graus e os quatro graus nas regiões sul e do litoral norte e centro.

 

Citando as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) para os próximos três dias a ANPC salienta também o vento forte de norte, no litoral e terras altas, com rajadas até 70 quilómetros, e a formação de gelo ou geada nas regiões do interior do norte e do centro.

 

A ANPC recomenda que se evite exposição prolongada ao frio e mudanças bruscas de temperatura, a proteção com roupas adequadas, a ingestão de bebidas quentes evitando-se o consumo de álcool, a adequada ventilação das habitações, e o cuidado com dispositivos de aquecimento.

 

No comunicado pede-se ainda para que a população tenha a atenção familiares e vizinhos que possam precisar de apoio, como pessoas mais idosas, crianças e pessoas com patologias crónicas.

 

O IPMA prevê para terça e quarta-feira temperaturas mínimas negativas em distritos do interior norte. O IPMA emitiu um aviso amarelo (o menos grave) para todos os distritos do continente devido ao frio, atualizado hoje e que se prolonga até à madrugada/manhã de quinta-feira. O aviso amarelo comporta uma situação de risco para determinadas atividades.

 

Fonte: Sapo 24

Booking.com
16
Jan18

2916: Draga de 80 metros vira-se em Olhão e faz quatro feridos

Tempo no Algarve

Uma draga que repunha areias na barra da Armona, em Olhão, virou-se esta terça-feira de manhã deitando à água quatro dos tripulantes.

 

Os trabalhadores foram recolhidos poucos minutos depois pelo táxi-marítimo que ainda se encontrava no local para fazer a mudança de turno. À chegada a terra, apresentavam sintomas de hipotermia, pelo que foram transportados para o hospital de Faro. Uma das vítimas foi imobilizada, por suspeitas de lesão na coluna.

 

A informação é avançada pela Autoridade Marítima, que num comunicado enviado à Renascença refere que o alerta para o acidente foi recebido pela capitania do porto de Olhão cerca das 8h10.

 

Foi “de imediato enviado para o local uma embarcação da Polícia Marítima e uma da Estação Salva-vidas de Olhão”, indica.

 

O caso e, em concreto, a segurança do navio estão a ser analisados pelo capitão do Porto de Olhão e por um engenheiro da Autoridade Marítima.

 

A embarcação de 80 metros tinha a bordo 12.000 litros de gasóleo, pelo que foi coloca uma barreira em volta da draga e pedido à empresa que começasse a retirar o combustível. Em declarações à Renascença, o capitão do porto diz que esta operação deverá ocorrer no mais breve espaço de tempo, "se possível ficar concluída ainda hoje".

 

Segundo a mesma fonte, a saída de combustível que existe neste momento é "residual" e "vai evaporar".

 

Fonte: RR

Booking.com
15
Jan18

2915: GNR apreende em Olhão 7,7 toneladas de ostras avaliadas em 30.000 euros

Tempo no Algarve

Mais de sete toneladas e meia de ostras, com valor de mercado superior a 30.000 euros, foram apreendidas em Olhão, no distrito de Faro, e duas pessoas constituídas arguidas, anunciou hoje a Guarda Nacional Republicana (GNR).

 

“No decorrer de uma ação de patrulhamento na zona do porto de pesca, foi possível detetar um veículo pesado que se preparava para efetuar o transporte dos moluscos para fora do território nacional, sem documentação que comprovasse a rastreabilidade da carga”, explica a GNR em comunicado.

 

A mercadoria, segundo esta força de segurança, “ao ser introduzida no consumo, sem estarem garantidas as condições higiossanitárias, pode colocar em causa a saúde pública”, razão pela qual as ostras foram apreendidas.

 

Duas pessoas, de 51 e 58 anos, foram constituídas arguidas.

 

As ostras, por ainda se encontrarem vivas, foram devolvidas ao habitat natural.

 

A operação da apreensão dos “7.700 quilos de ostra, cujo valor de mercado pode ultrapassar os 30 mil euros” ocorreu na tarde de sábado e esteve a cargo da Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Olhão.

 

Fonte: Sapo 24

Booking.com
16
Dez17

2886: Dois velejadores alemães resgatados por helicóptero da Força Aérea a sul do Algarve

Tempo no Algarve

Dois velejadores alemães, únicos ocupantes do veleiro "Sunflower", que navegava a 65 milhas nauticas (120 quilómetros) a sul de Sagres, foram hoje resgatados por um helicóptero da Força Aérea, após um alerta de emergência, informou a Marinha Portuguesa.

 

Os dois tripulantes, dois homens de 30 e 39 anos, tinham largado na sexta-feira de Lagos e rumavam à Madeira, tendo, após o resgate, sido encaminhados para o hospital de Faro em situação estável.

 

O alerta foi emitido através da ‘radiobaliza satélite’ do veleiro alemão, tendo após contacto, os tripulantes solicitado à Marinha Portuguesa para serem resgatados de imediato face às dificuldades que estavam a enfrentar devido às condições adversas de mar.

 

A Marinha solicitou de imediato à Força Aérea a ativação de um helicóptero (EH-101)de busca e salvamento, que efetuou a operação cerca das 13:00.

 

Fonte: Sapo 24

Booking.com
08
Dez17

2873: Autor do presépio gigante de Vila Real de Santo António espera 30.000 visitas

Tempo no Algarve

Depois de no Natal de 2016 terem ficado “muito perto” desse número, Augusto Rosa, um dos criadores do presépio, disse à agência Lusa que os 30.000 visitantes é um objetivo que persegue e seria bom para a cidade fronteiriça do sotavento do Algarve, construída de raiz pelo Marquês de Pombal entre 1774 e 1776, durante o reinado de D. José I.

 

“Estamos sempre tentando bater o recorde e este ano queria superar os 30.000 visitantes, o que era muito bom para uma cidade como Vila Real de Santo António, que tem 10 mil habitantes. Ter 30.000 mil não era mau”, afirmou Augusto Rosa.

 

O autor do presépio fez um balanço “muito positivo” dos 15 anos que já leva neste trabalho, porque se esteve “sempre a subir em número de visitantes”, e disse que a principal novidade desta edição é “o obelisco da praça de Vila Real de Santo António”, reproduzido entre as cerca de 5.000 figuras da composição, que está assente numa estrutura de 220 metros quadrados.

 

Augusto Marques fez referência ao trabalho necessário para o presépio estar em exposição entre 01 de dezembro e 07 de janeiro, afirmando que as cinco pessoas que fizeram a montagem trabalharam “40 dias, a 12 horas por dia” e utilizaram 20 toneladas de areia, quatro toneladas de pó de pedra e 2.500 quilos de cortiça.

“Além das horas todas durante o ano, porque desmontamos em janeiro e logo em fevereiro começamos a construir as peças e, por isso, estamos praticamente o ano todo a trabalhar nisto”, acrescentou.

 

A coautora do projeto, Teresa Marques, também falou à Lusa e reconheceu que este ano houve ainda um “desafio”, que foi o de não poder contar com musgo verdadeiro devido à falta de chuva, embora se tenha poupado no trabalho de recolha desse material.

 

“Mas conseguimos fazê-lo ainda mais bonito sem o musgo, as pessoas adoram, dizem que está lindo, nem notam a diferença, e acho que essa etapa conseguimos ultrapassá-la também”, afirmou.

 

Teresa Marques também considerou que 15 anos a montar o presépio gigante de Vila Real de Santo António “é uma data importante”.

 

“Já chegámos aos 15 anos, o que é muito bom para um evento destes, que tem crescido todos os anos, e acho que vai continuar a crescer. E esperamos bem que sim, todos com saúde”, desejou.

 

Fonte: Sapo

Booking.com
01
Dez17

2865: Comboios avariados no Algarve revoltam passageiros

Tempo no Algarve

As automotoras usadas na linha do Algarve são velhas e sofrem avarias frequentes. Uma situação que, nos últimos dias, tem originado a supressão de vários comboios, deixando os passageiros revoltados. Contactada pelo CM, a CP diz esperar que a circulação fique normalizada "a partir da próxima segunda-feira".

 

“Registam-se atrasos e supressões de comboios sem aviso prévio e sem qualquer tipo de esclarecimento ou opções de substituição, o que em muito prejudica todos os utentes que pagam mensalmente o seu passe", denuncia ao CM Florbela Leal. Esta passageira diária relata ainda, entre outros problemas, a falta de limpeza e avarias frequentes no ar condicionado.

A CP reconhece que tem havido supressões de comboios, embora não revele quantos casos já se registaram. E adianta que a "imobilização de material circulante no Algarve, em oficina, foi agravada pelo acidente ocorrido na passagem de nível de Olhão [um carro foi colhido], no passado dia 22, que obrigou à imobilização também da automotora envolvida".

 

Segundo empresa, a circulação é feita com automotoras diesel, porque a linha "não se encontra ainda eletrificada".

 

A frota diesel da CP tem "uma idade média superior a 50 anos", apresentando "índices de fiabilidade mais reduzidos, custos acrescidos de manutenção e tempos de imobilização para operações de manutenção e reparação mais alargados".

A CP destaca a necessidade de "ampliação e renovação" do material circulante, situação que "está em análise com a tutela". Em termos de manutenção, foi solicitado ao Governo a "autorização de contratação de mais trabalhadores".

 

 

 

Fonte: CM

Booking.com
02
Nov17

2838: Exercício para testar o alerta e grau de prontidão na reação a um tsunami

Tempo no Algarve

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizam amanhã, 3 de novembro, entre as 9:00 e as 19:00 horas, o exercício NEAMWAVE’17.


O NEAMWAVE’17 visa testar a efetividade e o grau de prontidão do sistema de alerta para Tsunamis implementado na região do Atlântico Nordeste, Mediterrâneo e Mares Conexos.


Trata-se de um exercício de comunicações durante o qual os diversos intervenientes de escalão nacional e internacional trocarão entre si notificações técnico-operacionais relacionadas com a eventualidade de um sismo responsável pela geração de um Tsunami com impacto na costa portuguesa.


Na edição do NEAMWAVE’17 participam todos os concelhos litorais compreendidos entre Vila Real de Santo António e a Lourinhã, ou seja, os municípios dos distritos de Faro, Beja, Setúbal e Lisboa cujas frentes ribeirinhas são suscetíveis de serem afetadas por um Tsunami.


Portugal participou nas diferentes fases do exercício através da ANPC e do IPMA.


O exercício envolve os vários níveis da estrutura do sistema nacional de proteção civil, nomeadamente a ANPC, através do Comando Nacional de Operações de Socorro e dos comandos distritais de operações de socorro dos referidos distritos, e os serviços municipais de proteção civil das autarquias mencionadas.
O IPMA intervém no exercício como responsável pela deteção e difusão do alerta de Tsunami à ANPC, Direção-Geral da Autoridade Marítima (DGAM) e ao Serviço de Busca e Salvamento Marítimo da Marinha (MRCC), bem como às entidades de gestão da emergência de vários países do Nordeste Atlântico, nomeadamente Marrocos, Espanha, Inglaterra, Dinamarca e Irlanda, entre outros.


O NEAMTWS é a designação do sistema de alerta e aviso da região do Atlântico Nordeste, Mediterrâneo e Mares Conexos (Tsunami Early Warning and Mitigation System for the North-eastern-Atlantic, Mediterranean and Connected Seas) coordenado pela Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO, depois do Tsunami do Oceano Índico de 26 de dezembro de 2004.

O sistema alerta e aviso NEAMTWS centra a sua ação em três áreas principais:
1.    Avaliação do risco de Tsunami;
2.    Preparação e sensibilização da população;
3.    Implementação de sistemas de alerta e aviso em caso de emergência.
Atualmente, estão operacionais nesta região do globo quatro fornecedores de serviços (sediados em França, Grécia, Itália e Turquia), que prestam o alerta às autoridades dos estados membros do NEAM em caso da eventualidade ou ocorrência de Tsunami, devendo o IPMA entrar em breve em fase operacional integrando a rede de fornecedores de serviços na região do Nordeste Atlântico.

 

Fonte: IPMA

Booking.com

Calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

reserva

Booking.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

  • Tudo Mesmo

    Bem interessante que deve ser!!

  • Fotografia

    Ótimo informativo de previsão do tempo, a previsão...

  • CR

    Grandes treta as bolsas de estacionamento, são esp...

  • Susana

    Sei de fonte segura que já caíram uns flocos de ne...

  • Anónimo

    Parabéns !!!http://gerotempo.blogspot.pt/

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search