Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Novembro 2022

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

  • Anónimo

    Boa tardeGostaria de saber qual o horario do barco...

  • Tempo no Algarve

    Olá. Até meados de Outubro serão publicados os mes...

  • Anónimo

    Gostaria de ver os dados relacionados com a temper...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

25
Nov22

3954: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

No último comunicado divulgado hoje, dia 25 de Novembro de 2022.

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral Offshore (L7b), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Litoral entre Cabo de São Vicente e Lagos (L7c1), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral entre Lagos e Albufeira (L7c2), está interdita a apanha de Buzina, Canilha e Conquilha.

 

No Litoral entre Tavira e VRSA (L9), está interdita a apanha de Buzina e Canilha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha de Amêijoa-macha e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH4), está interdita a apanha de Amêijoa-cão e Amêijoa-macha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH5), está interdita a apanha da Amêijoa-cão, Longueirão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Cacela (VT), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Na Ria de Alvor, Vale da Lama (LAG), está interdita a apanha de Berbigão

 

No Rio Arade, Parchal (POR3), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Fonte: IPMA

11
Nov22

3945: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

No último comunicado divulgado hoje, dia 11 de Novembro de 2022.

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral Offshore (L7b), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Litoral entre Cabo de São Vicente e Lagos (L7c1), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral entre Lagos e Albufeira (L7c2), está interdita a apanha de Buzina, Canilha e Conquilha.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de Buzina e Conquilha.

 

No Litoral entre Tavira e VRSA (L9), está interdita a apanha de Buzina e Canilha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha de Amêijoa-macha e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH4), está interdita a apanha de Amêijoa-cão e Amêijoa-macha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH5), está interdita a apanha da Amêijoa-cão, Longueirão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Tavira (TAV), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

Na Ria Formosa, Cacela (VT), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Na Ria de Alvor, Vale da Lama (LAG), está interdita a apanha de Berbigão

 

Na Ria de Alvor, Povoação (POR2), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

No Rio Arade, Parchal (POR3), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Fonte: IPMA

04
Nov22

3940: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

No último comunicado divulgado hoje, dia 04 de Novembro de 2022.

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral Offshore (L7b), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Litoral entre Cabo de São Vicente e Lagos (L7c1), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral entre Lagos e Albufeira (L7c2), está interdita a apanha de todos os bivalves, excepto Amêijoa-macha.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de Buzina e Conquilha.

 

No Litoral entre Tavira e VRSA (L9), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha de Amêijoa-macha, Mexilhão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH4), está interdita a apanha de Amêijoa-cão e Amêijoa-macha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH5), está interdita a apanha da Amêijoa-cão, Longueirão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Fuzeta (FUZ), está interdita a apanha de Berbigão.

 

Na Ria Formosa, Tavira (TAV), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

Na Ria Formosa, Cacela (VT), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Na Ria de Alvor, Vale da Lama (LAG), está interdita a apanha de Berbigão e Mexilhão

 

Na Ria de Alvor, Povoação (POR2), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

No Rio Arade, Parchal (POR3), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Fonte: IPMA

28
Out22

3934: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

No último comunicado divulgado hoje, dia 28 de Outubro de 2022.

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral Offshore (L7b), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Litoral entre Cabo de São Vicente e Lagos (L7c1), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral entre Lagos e Albufeira (L7c2), está interdita a apanha de todos os bivalves, excepto Amêijoa-macha.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de Buzina e Conquilha.

 

No Litoral entre Tavira e VRSA (L9), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha de Amêijoa-macha, Mexilhão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH4), está interdita a apanha de Amêijoa-cão e Amêijoa-macha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH5), está interdita a apanha da Amêijoa-cão, Longueirão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Fuzeta (FUZ), está interdita a apanha de Berbigão.

 

Na Ria Formosa, Tavira (TAV), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

Na Ria Formosa, Cacela (VT), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Na Ria de Alvor, Vale da Lama (LAG), está interdita a apanha de todas as espécies, excepto Amêijoa-boa e Ostra japonesa/gigante.

 

Na Ria de Alvor, Povoação (POR2), está interdita a apanha de todas as espécies, excepto Amêijoa-boa.

 

No Rio Arade, Parchal (POR3), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Fonte: IPMA

21
Out22

3927: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

No último comunicado divulgado hoje, dia 21 de Outubro de 2022.

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral Offshore (L7b), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Litoral entre Cabo de São Vicente e Lagos (L7c1), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral entre Lagos e Albufeira (L7c2), está interdita a apanha de todos os bivalves.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de todos os bivalves.

 

No Litoral entre Tavira e VRSA (L9), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha de Amêijoa-macha, Mexilhão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH4), está interdita a apanha de Amêijoa-cão e Amêijoa-macha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH5), está interdita a apanha da Amêijoa-cão, Longueirão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Fuzeta (FUZ), está interdita a apanha de Berbigão.

 

Na Ria Formosa, Tavira (TAV), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

Na Ria Formosa, Cacela (VT), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Na Ria de Alvor, Vale da Lama (LAG), está interdita a apanha de todas as espécies,

 

Na Ria de Alvor, Povoação (POR2), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

No Rio Arade, Parchal (POR3), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Fonte: IPMA

07
Out22

3921: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

No último comunicado divulgado hoje, dia 7 de Outubro de 2022.

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha de Mexilhão e Lapa.

 

No Litoral Offshore (L7b), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Litoral entre Cabo de São Vicente e Lagos (L7c1), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral entre Lagos e Albufeira (L7c2), está interdita a apanha de Buzina e Canilha.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de Buzina e Conquilha.

 

No Litoral entre Tavira e VRSA (L9), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha de Amêijoa-cão, Amêijoa-macha, Mexilhão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH4), está interdita a apanha de todas as espécies, excepto Amêijoa-boa e Berbigão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH5), está interdita a apanha da Amêijoa-cão, Longueirão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Tavira (TAV), está interdita a apanha de Longueirão e Mexilhão.

 

Na Ria Formosa, Cacela (VT), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Rio Arade, Parchal (POR3), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Fonte: IPMA

30
Set22

3916: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

No último comunicado divulgado hoje, dia 30 de Setembro de 2022.

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha de Mexilhão e Lapa.

 

No Litoral Offshore (L7b), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Litoral entre Cabo de São Vicente e Lagos (L7c1), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral entre Lagos e Albufeira (L7c2), está interdita a apanha de Buzina e Canilha.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de Buzina e Conquilha.

 

No Litoral entre Tavira e VRSA (L9), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH4), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH5), está interdita a apanha da Amêijoa-cão, Longueirão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Tavira (TAV), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Cacela (VT), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Rio Arade, Parchal (POR3), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Fonte: IPMA

23
Set22

3910: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

No último comunicado divulgado hoje, dia 23 de Setembro de 2022.

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha de Mexilhão e Lapa.

 

No Litoral Offshore (L7b), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Litoral entre Cabo de São Vicente e Lagos (L7c1), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral entre Lagos e Albufeira (L7c2), está interdita a apanha de Buzina e Canilha.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de Buzina, Conquilha e Pé-de-Burrinho.

 

No Litoral entre Tavira e VRSA (L9), está interdita a apanha da Buzina e Canilha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha da Amêijoa-macha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH5), está interdita a apanha da Amêijoa-cão, Longueirão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Fuzeta (FUZ). está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Cacela (VT), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Rio Arade, Parchal (POR3), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Fonte: IPMA

16
Set22

3905: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

No último comunicado divulgado hoje, dia 16 de Setembro de 2022.

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha de Mexilhão e Lapa.

 

No Litoral Offshore (L7b), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Litoral entre Lagos e Albufeira (L7c2), está interdita a apanha de Buzina e Canilha.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de Buzina, Conquilha e Pé-de-Burrinho.

 

No Litoral entre Tavira e VRSA (L9), está interdita a apanha da Buzina e Canilha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha da Amêijoa-macha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH5), está interdita a apanha da Amêijoa-cão, Longueirão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Fuzeta (FUZ). está interdita a apanha de Amêijoa-boa.

 

Na Ria Formosa, Cacela (VT), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Rio Arade, Parchal (POR3), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Fonte: IPMA

02
Set22

3894: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

No último comunicado divulgado hoje, dia 2 de Setembro de 2022.

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha da Lapa.

 

No Litoral Offshore (L7b), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Litoral entre Tavira e VRSA (L9), está interdita a apanha da Canilha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha da Amêijoa-macha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todas as espécies.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH5), está interdita a apanha da Amêijoa-cão, Longueirão e Taralhão.

 

Na Ria Formosa, Fuzeta (FUZ). está interdita a apanha de Amêijoa-boa.

 

Na Ria Formosa, Cacela (VT), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

No Rio Arade, Parchal (POR3), está interdita a apanha da Ostra japonesa/gigante.

 

Fonte: IPMA

Calendário

Novembro 2022

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

  • Anónimo

    Boa tardeGostaria de saber qual o horario do barco...

  • Tempo no Algarve

    Olá. Até meados de Outubro serão publicados os mes...

  • Anónimo

    Gostaria de ver os dados relacionados com a temper...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search