Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Janeiro 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Ofertas de Emprego - Faro

Pesquisa

Custom Search

Mais sobre mim

28
Jan08

112: Gestão costeira em debate na UALG

Tempo no Algarve
A Universidade do Algarve (UALG) vai receber mais de 50 especialistas em gestão costeira, no âmbito do projecto europeu SPICOSA. Em Portugal este projecto incide sobre o estudo do Rio Guadiana.

Entre 4 e 8 de Fevereiro, a UALG vai acolher o 4th International SPICOSA Workshop. Trata-se de uma reunião de balanço no âmbito do projecto europeu Science and Policy Integration for Coastal System Assessment (SPICOSA).


Este projecto tem como principal objectivo criar uma metodologia capaz de avaliar o impacte da actividade humana, económica e política em vários pontos da costa europeia.


Portugal participa na iniciativa através do Centro de Investigação Marinha e Ambiental (CIMA), da Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente (FCMA), da UALG, com a análise do estuário do Guadiana.


“Todas as partes interessadas no estuário do Guadiana, deste e do outro lado da fronteira, estão a ser convidadas a dar o seu contributo ao trabalho que está a ser desenvolvido no âmbito do SPICOSA, desde autarquias e organismos da administração regional, a parques naturais, organizações ambientalistas, associações de pescadores, agricultores e produtores de sal, por exemplo”, explica Tiago Garcia, membro da equipa do CIMA, liderada por Tomasz Boski, que está a implementar o projecto em Portugal.


“Através desta troca de informação, foi-nos possível identificar os três problemas que afectam actualmente o estuário do Guadiana e que mais preocupam aqueles parceiros: as descargas de águas residuais não tratadas, a qualidade da água e dos sedimentos do estuário e, por fim, o volume de água descarregado pelas barragens, curiosamente, três questões que se relacionam entre si”, completa Tiago Garcia.


O SPICOSA tem 18 casos em estudo, com caracteristicas distintas e distribuidos pelo litoral europeu.


São lagoas, estuários, golfos, baias e fiordes os alvos deste estudo que inclui, além do estuário do Guadiana, a lagoa de Veneza, em Itália, o porto de Cork, na Irlanda ou o delta do Danúbio, na Roménia e na Bulgária, entre outros.


A abordagem do problema começa sempre da mesma maneira em cada um dos vários casos de estudo: consultando todas as partes interessadas acerca dos problemas ambientais mais relevantes. Depois, os especialistas aplicam um modelo de apoio à formulação de cenários que permite traçar possíveis panoramas de gestão e desenvolvimento. No fim do estudo serão propostas as boas práticas de gestão/governação.


Estabelecida a base sobre a qual trabalhar – ou seja, os problemas ambientais a considerar em cada um dos 18 casos de estudo Europeus – as equipas reúnem agora em Faro para fazer um balanço e programar a próxima etapa, essencialmente dedicada à modelação do funcionamento ecológico do estuário e à elaboração de cenários.


Em Faro vão decidir-se os moldes de aplicação do modelo de formulação de cenários a cada local e respectivos problemas e, simultaneamente, como veicular a informação sobre o trabalho em curso para que todas as partes interessadas possam tirar o melhor proveito da iniciativa SPICOSA.


A reunião decorre no edifício do Complexo Pedagógico, no Campus de Gambelas da UALG, estando prevista a presença de mais de 50 investigadores e de toda equipa responsável pela coordenação do projecto a nível europeu. Para o último dia de trabalho está reservada uma visita de campo ao estuário do Guadiana.


 


Fonte: Observatório do Algarve



 

Calendário

Janeiro 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Ofertas de Emprego - Faro

Pesquisa

Custom Search

Mais sobre mim