Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Julho 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

26
Jul12

1635: Autarca de São Brás de Alportel alerta para possíveis problemas na água

Tempo no Algarve

O presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel alertou hoje para o perigo de poluição das águas de abastecimento de barragens, caso as áreas ardidas nos fogos da semana passada não sejam tratadas brevemente.
“Estas áreas queimadas têm que ser tratadas nos próximos meses, correndo o risco de podermos estar a poluir água de abastecimento das barragens”, afirmou hoje António Eusébio aos jornalistas no final de uma reunião com a comissão interministerial para o apoio às vítimas dos fogos florestais, que decorreu hoje em Lisboa.
De acordo com o autarca, o assunto foi um dos abordados na reunião de hoje. “Temos que encaminhar e tratar toda a massa florestal que ficou queimada em carvão e que não deve ficar naquele espaço”, disse.


A “importância de precaver algumas questões ambientais”, foi também referida pelo presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, David Santos, que, tal como os autarcas de São Brás de Alportel e Tavira, também participou hoje na reunião.


“Se não forem rapidamente realizadas intervenções”, poderá haver “penetração para aquíferos ou até para as barragens de água, uma questão muito importante para o Algarve”, disse.


 De acordo com David Santos, “aquela é uma zona de recolha de água nas barragens e fornecimento para o Sotavento algarvio”.


Na segunda-feira, o vice-presidente da associação ambientalista Quercus já tinha dito, em declarações à Lusa, que os incêndios que destruíram vários hectares de floresta e mato na Madeira ou no Algarve podem provocar problemas futuros devido à fragilização do solo.


De acordo com João Branco, após estes incêndios o “solo vai ficar mais desagregado” e “passam a haver grandes arrastamentos de terra” o que “pode provar erosão”.


O dirigente da Quercus admitiu que, com os incêndios da última semana, aumenta a probabilidade de se voltarem a repetir enxurradas no inverno como as que ocorreram recentemente na Madeira.


 “Na ausência de vegetação há muito menor infiltração da água o que provoca maior escorrência superficial. Em situações anómalas de precipitação a ausência de vegetação vai agravar os efeitos das enxurradas e poderá haver enxurradas que não ocorreriam se estivesse lá a vegetação”, assinalou João Branco.


Fonte: Região Sul

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Calendário

Julho 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search