Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Julho 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

reserva

Booking.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia.Desde já, agradeço a sua informação e ...

  • Cláudia

    Olá!Queria avisar que já descobri os novos horário...

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia. A empresa que efectua o transporte ai...

  • Cláudia

    Olá! Podem actualizar o horário para Julho 2018, p...

  • Tempo no Algarve

    Pode clicar na localização no local de embarque e ...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

31
Jul15

2373: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

Segundo o último comunicado divulgado hoje, dia 31 de Julho de 2015

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de Conquilha.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha de todos os bivalves.

 

No Litoral entre Tavira e Vila Real de Santo António (L9), está interdita a apanha de todos os bivalves, excepto amêijoa-branca e pé.de-burrinho.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de Longueirão.

 

A interdição, decretada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), deve-se à presença da toxina DSP que podem causar intoxicação diarreica, refere aquele instituto em nota divulgada na sua página de Internet.

 

Fonte: IPMA

Booking.com
31
Jul15

Dados da Estação Meteorológica em Olhão

Tempo no Algarve

Dados referentes ao mês de Julho de 2015

 

Dia

Temperatura

Máxima (ºC)

Temperatura

mínima (ºC)

Precipitação

(mm)

               Observações             
1 25.9 18.0 0 Céu nublado com abertas
2 30.2 18.2 0 Céu limpo
3 30.4 19.0 0 Céu limpo
4 32.9 19.6 0 Céu limpo
5 33.1 22.8 0 Céu limpo
6 34.0 22.6 0 Céu limpo
7 35.7 23.7 0 Céu limpo
8 34.4 23.7 0 Céu limpo
9 31.7 21.7 0 Céu limpo
10 31.8 19.6 0 Céu limpo
11 34.6 21.9 0 Céu limpo
12 33.4 21.4 0 Céu limpo
13 33.1 20.0 0 Céu limpo
14 33.2 21.9 0 Céu limpo
15 35.6 23.1 0 Céu pouco nublado
16 35.9 26.0 0 Céu pouco nublado
17 32.4 24.5 0 Céu nublado
18 33.1 21.8 0 Céu limpo
19 32.1 23.1 0 Céu limpo
20 33.2 22.2 0 Céu limpo
21 33.1 23.6 0 Céu limpo
22 37.2 24.5 0 Céu limpo
23 35.6 23.5 0 Céu limpo
24 33.2 21.9 0 Céu pouco nublado
25 31.1 19.1 0 Céu limpo
26 31.4 20.6 0 Céu limpo
27 33.2 23.5 0 Céu limpo
28 34.1 22.0 0 Céu limpo
29 34.9 24.6 0 Céu limpo
30 31.4 22.1 0 Céu limpo
31 29.2 21.4 0 Céu nublado tornando-se limpo

 

Booking.com
30
Jul15

2372: Urgências do Algarve cheias com idosos desidratados

Tempo no Algarve

Enquanto praticamente todo o resto do país está a viver um Julho ameno, o Algarve começa a rebentar pelas costuras devido ao calor que ali se tem feito sentir este mês, sobretudo por causa das elevadas temperaturas mínimas que habitualmente ultrapassam os 20 graus à noite. O plano de contingência para responder aos efeitos do calor na saúde já foi activado, foram abertas camas suplementares e diminuidas cirurgias não urgentes, tudo para evitar que haja doentes em macas nas urgências, adianta o presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar do Algarve, Pedro Nunes.

 

São basicamente  "idosos desidratados" que vivem sozinhos ou residem em lares que por estes dias têm lotado as urgências do Algarve, descreve. “Não é um calor tórrido mas as noites têm estado muito quentes sobretudo no sotavento algarvio. E são as temperaturas mínimas muito elevadas que contribuem para descompensar doenças dos idosos”, explica Pedro Nunes, que nota que as urgências estão já a sofrer “a mesma pressão” que habitualmente sentem no Inverno e "Agosto ainda nem começou".  "A crise, que levou à emigração de muitas pessoas, faz com que haja cada vez mais idosos a viver sozinhos", justifica.

 

O resultado é que, por dia, a procura dos seis serviços de urgência tem superado habitualmente "as 900 pessoas", quando,  "nos períodos de acalmia, o número ronda os 600 atendimentos diários", compara o médico e administrador hospitalar. Os internamentos também têm estado a aumentar. Se, no mesmo período do ano passado, a média diária de internamentos era 45, este ano ascende a 50, de acordo com os dados fornecidos ao PÚBLICO.

 

A maior procura verifica-se na urgência do hospital de Faro, seguida da urgência do hospital de Portimão, mas os serviços de urgência básica de Albufeira, Loulé, Vila Real de Santo António e Lagos também têm contabilizado muitos atendimentos nos últimos dias. Em Albufeira, por exemplo, desde 20 deste mês, a média diária de atendimento é de 145 doentes, quase tantos como os registados na urgência do hospital de Portimão. Os serviços de urgência de Albufeira e de Vila Real de Santo António foram, aliás, reforçados com um  terceiro médico, revela.

 

Para já, foram activadas oito camas suplementares em Faro, mas há mais 22 preparadas para abrir, caso tal se revele necessário, especifica Pedro Nunes. O problema é que, para abrir camas, é necessário ter enfermeiros e médicos e o Algarve continua a ter grandes dificuldades para atrair profissionais de saúde para a região, lamenta.

 

"A situação está a complicar-se", avisa, enquanto lembra que o Algarve é “uma região bipolar, com dois períodos de crise,o Inverno [devido ao frio e à gripe], e o Verão, quando a população duplica (passa de 700 mil para cerca de 1,5 milhões)" e o calor aperta. Apesar desta sazonalidade, o pessoal "não duplica" no Verão. "Os profissionais são os mesmos e muitos estão a ficar envelhecidos e cansados. Há cirurgiões gerais à beira da exaustão. E por vezes torna-se muito complicado assegurar as escalas das urgências", sintetiza.

 

A solução possível tem passado pelo recurso a contratação de médicos “tarefeiros” (em prestação de serviços, à tarefa), mas, mesmo neste tipo de situação, há constrangimentos porque estão definidos valores máximos (30 euros por hora para especialistas e 25 euros/hora  para clínicos gerais) e apenas excepcionalmente tem sido possível pagar 40 euros nas especialidades mais carenciadas, como a anestesiologia, a ginecologia e a pediatria, afirma.

 

Esta "não é uma solução de futuro", defende Pedro Nunes, que lembra que muitos concursos de recrutamento para o Algarve continuam a ficar “vazios” e que há médicos que se vão embora "para Lisboa, Porto e Coimbra, ou que emigram", na falta de incentivos já anunciados mas que tardam a concretizar-se. “A situação está a aproximar-se do dramático, os profissionais estão cada vez mais cansados, vamos ver se conseguimos continuar a resistir. É preciso redistribuir os quadros médicos pelo país, com incentivos ou à força", reclama.

 

Esta semana, a Administração Central do Sistema de Saúde anunciou, em comunicado, que, desde o início do ano até ao passado dia 23, autorizou a contratação de 205 médicos e 1341 enfermeiros para os hospitais do sector empresarial do Serviço Nacional de Saúde em todo o país.  Deste total, a região do Algarve foi a menos beneficiada no conjunto das cinco regiões de saúde portuguesas  – recebeu apenas 4 médicos e 64 enfermeiros.

 

Fonte: Publico

Booking.com
27
Jul15

2371: Previsão meteorológica para a semana de 27 de Julho a 2 de Agosto de 2015

Tempo no Algarve

Previsão meteorológica no Algarve para os próximos dias:

 

Dia 27 (2ªfeira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de noroeste. Pequena subida de temperatura.

 

Máximas: 31ºC - 35ºC

mínimas: 20ºC - 24ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro. Temperatura da água do mar: 19ºC.

 

Dia 28 (3ªfeira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de noroeste. Pequena subida da temperatura máxima.

 

Máximas: 31ºC - 35ºC

mínimas: 19ºC - 23ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro. Temperatura da água do mar: 20/21ºC.

 

Dia 29 (4ªfeira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de noroeste.

 

Máximas: 32ºC - 36ºC

mínimas: 20ºC - 24ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.

 

Dia 30 (5ª feira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco. Pequena descida da temperatura máxima.

 

Máximas: 30ºC - 34ºC

mínimas: 18ºC - 22ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.

 

Dia 31 (6ª feira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de sudoeste. Pequena descida da temperatura mínima.

 

Máximas: 29ºC - 33ºC

mínimas: 17ºC - 21ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.

 

Dia 1 (Sábado) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de sudoeste. Pequena descida da temperatura máxima.

 

Máximas: 28ºC - 32ºC

mínimas: 17ºC - 21ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.

 

Dia 2 (Domingo) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco.

 

Máximas: 28ºC - 32ºC

mínimas: 17ºC - 21ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.

Booking.com
24
Jul15

2370: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

Segundo o último comunicado divulgado hoje, dia 24 de Julho de 2015

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de Mexilhão e Conquilha.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha de todos os bivalves.

 

No Litoral entre Tavira e Vila Real de Santo António (L9), está interdita a apanha de todos os bivalves, excepto amêijoa-branca e pé.de-burrinho.

 

Na Ria de Alvor, Vale da Lama (LAG), está interdita a apanha de Berbigão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de Mexilhão e Longueirão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH4), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

A interdição, decretada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), deve-se à presença da toxina DSP que podem causar intoxicação diarreica, refere aquele instituto em nota divulgada na sua página de Internet.

 

Fonte: IPMA

Booking.com
22
Jul15

2369: Sismo de 3.4 em Monchique

Tempo no Algarve

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera informa que no dia 22-07-2015 pelas 05:35 (hora local) foi registado nas estações da Rede Sísmica do Continente, um sismo de magnitude 3.4 (Richter) e cujo epicentro se localizou a cerca de 4 km a Nordeste de Monchique.

Este sismo, de acordo com a informação disponível até ao momento, não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) na região de Monchique.

Se a situação o justificar serão emitidos novos comunicados.


Sugere-se o acompanhamento da evolução da situação através da página do IPMA na Internet (www.ipma.pt) e a obtenção de eventuais recomendações junto da Autoridade Nacional de Proteção Civil (www.prociv.pt).

 

Fonte: IPMA

Booking.com
21
Jul15

2368: Um milhão de euros investidos no Algarve para ver golfinhos

Tempo no Algarve

Os golfinhos, neste Verão, estão a ser uma das grandes atracções turísticas do Algarve. Este sábado, na marina de Albufeira, vai ser lançado à água um catamaran – que representa um investimento de um milhão de euros – para aumentar e diversificar a oferta das visitas guiadas pela costa algarvia.

A embarcação, construída nos estaleiros navais de Vila Real de Santo António, beneficiou de um subsídio de 80% do custo, por via dos fundos comunitários (QREN).

O barco, baptizado por Ocean Spirit, tem capacidade para uma centena de pessoas, incluindo os 17 elementos da tripulação. Das características do catamaran destaca-se a  “enorme área de lazer”, onde se podem realizar eventos. Por isso, dispõe de dois bares e de um sistema de som topo de gama, distribuído por dois pisos. Os golfinhos são o cartaz, mas a bordo a empresa garante existirem muitos outros motivos de interesse “sem pôr em causa o ecossistema envolvente”.

O Ocean Spirit é o quinto elemento da frota da empresa Dolphins Driven, que trabalha na observação de cetáceos no Algarve desde 2006, e é apresentado como um exemplo de qualidade no turismo náutico. Com recurso a tecnologia usada na aviação, dizem os responsáveis pela empresa, foi possível reduzir o consumo de combustível em cerca de 35% em relação a outras embarcações. “Tudo o que o ganhámos até agora foi para reinvestir”, diz o administrador Mário Blanco. No que diz respeito ao avistamento de golfinhos adverte: “Eles não têm morada certa”. Porém, sublinha os números da empresa: “Em cada cinco saídas, quatro têm êxito."

Mário Blanco espera transportar 30 mil pessoas durante este Verão só para ver golfinhos. O preço dos bilhetes no Ocean Spirit é de 40 euros por adulto; 100 euros o pacote familiar (dois adultos e duas crianças). Os alunos de Biologia Marinha da Universidade do Algarve, no âmbito de uma parceria com a empresa, viajam gratuitamente, em troca de prestarem informação científica sobre a vida marinha. Além dos programas de avistamento dos cetáceos, a Dolphins Driven promove, com outras embarcações, visitas a grutas e praias semi-desertas. 

A operar na mesma área de negócio, Paulo  Nugas – proprietário da Formosamar, uma entre mais de uma dezena de empresas que se dedicam a esta actividade no Algarve – é adepto da utilização de barcos mais rápidos, e de menores dimensões, com uma capacidade para dez a 12 pessoas. “O impacto negativo no meio é menor e, por outro lado, é  possível  ter um biólogo a fazer o acompanhamento de proximidade aos visitantes”, justifica.   

O avistamento de golfinhos, acrescenta, “felizmente está  a acontecer com cada vez mais frequência”. A meio desta semana, relata, foi visto um conjunto de mais de duas centenas. "Foi impressionante”, comenta. Umas vezes aproximam-se, outras afastam-se mais da costa, mas circulam, normalmente, pela faixa das quatro milhas. O empresário sublinha que a partir da praia de Faro, já foram vistos golfinhos "a fazer piruetas”. A presença destes animais é vista como sinal de qualidade das águas e abundância de peixe, embora os pescadores se queixem dos estragos que eles fazem nas redes.

Os golfinhos são cada vez mais um emblema para atrair turistas no Verão, mas as empresas que se dedicam a esta actividade procuram estar operacionais todo o ano. A Formosamar, por exemplo, destaca o birdwatching, observação de aves, na ria Formosa como uma área que está a ter uma procura crescente. O negócio, admite Paulo Nugas, está em expansão. “Comprei dois novos barcos, com custos entre os 120 e os 130 mil euros cada, mas não tive subsídios”, observa.

 

Fonte: Publico

Booking.com
20
Jul15

2367: Previsão meteorológica para a semana de 20 de Julho a 26 de Julho de 2015

Tempo no Algarve

Previsão meteorológica no Algarve para os próximos dias:

 

Dia 20 (2ªfeira) - Céu pouco nublado. Vento fraco a moderado de noroeste.

 

Máximas: 31ºC - 35ºC

mínimas: 19ºC - 23ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro. Temperatura da água do mar: 21/22ºC.

 

Dia 21 (3ªfeira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de noroeste.

 

Máximas: 33ºC - 37ºC

mínimas: 20ºC - 24ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro. Temperatura da água do mar: 21/22ºC.

 

Dia 22 (4ªfeira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de noroeste.

 

Máximas: 34ºC - 38ºC

mínimas: 20ºC - 24ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.

 

Dia 23 (5ª feira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco. Pequena subida da temperatura mínima.

 

Máximas: 29ºC - 33ºC

mínimas: 18ºC - 22ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.

 

Dia 24 (6ª feira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento moderado de noroeste.

 

Máximas: 29ºC - 33ºC

mínimas: 17ºC - 21ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.

 

Dia 25 (Sábado) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de noroeste. Pequena subida da temperatura máxima.

 

Máximas: 30ºC - 34ºC

mínimas: 18ºC - 22ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.

 

Dia 26 (Domingo) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de noroeste.

 

Máximas: 28ºC - 32ºC

mínimas: 18ºC - 22ºC

 

Estado do mar: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.

Booking.com
18
Jul15

2366: Resumo do mês de Junho de 2015

Tempo no Algarve

Junho de 2015


Média das Máximas: 28.2ºC (+1.0ºC)
Média das mínimas: 19.0ºC (+2.4ºC)
MÉDIA: 23.6ºC (+1.7ºC)


Temperatura MÀXIMA mais alta: 37.4ºC (dia 27)
Temperatura MÁXIMA mais baixa: 22.0ºC (dias 10 e 14)
Temperatura mínima mais alta: 26.2ºC (dia 27)
Temperatura mínima mais baixa: 14.2ºC (dia 15)


Nº dias com temperaturas MÁXIMAS superiores a 35ºC: 2
Nº dias com temperaturas MÁXIMAS superiores a 30ºC: 10


Nº de noites tropicais: 12


Precipitação: 0 mm

 

413

 

 

Booking.com
17
Jul15

2365: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

Segundo o último comunicado divulgado hoje, dia 17 de Julho de 2015

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de Mexilhão e Conquilha.

 

No Litoral entre o Cabo de São Vicente e Portimão (L7c), está interdita a apanha de Conquilha e Mexilhão.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente (L7a), está interdita a apanha de todos os bivalves.

 

No Litoral entre Tavira e Vila Real de Santo António (L9), está interdita a apanha de todos os bivalves, excepto amêijoa-branca e pé.de-burrinho.

 

Na Ria de Alvor, Vale da Lama (LAG), está interdita a apanha de Berbigão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH2), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH3), está interdita a apanha de todos os bivalves.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH4), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

A interdição, decretada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), deve-se à presença da toxina DSP que podem causar intoxicação diarreica, refere aquele instituto em nota divulgada na sua página de Internet.

 

Fonte: IPMA

Booking.com

Pág. 1/2

Calendário

Julho 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

reserva

Booking.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia.Desde já, agradeço a sua informação e ...

  • Cláudia

    Olá!Queria avisar que já descobri os novos horário...

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia. A empresa que efectua o transporte ai...

  • Cláudia

    Olá! Podem actualizar o horário para Julho 2018, p...

  • Tempo no Algarve

    Pode clicar na localização no local de embarque e ...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search