Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Maio 2015

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

15
Mai15

2329: Situação da apanha de bivalves no Algarve

Tempo no Algarve

Segundo o último comunicado divulgado hoje, dia 15 de Maio de 2015

 

Segundo precisa o IPMA, a interdição temporária está relacionada "com a presença de fitoplâncton produtor de toxinas marinhas ou de níveis de toxinas acima dos valores regulamentares" ou estão reclassificadas temporariamente.

 

No Litoral entre Faro e Olhão (L8), está interdita a apanha de todos os bivalves, excepto a Ostra.

 

No Litoral entre Aljezur e Cabo de São Vicente, (L7a), está interdita a apanha de todos os bivalves.

 

No Litoral entre o Cabo de São Vicente e Portimão (L7c), está interdita a apanha de Conquilha.

 

Na Ria Formosa, Olhão (OLH1), está interdita a apanha de Mexilhão.

 

A interdição, decretada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), deve-se à presença da toxina DSP que podem causar intoxicação diarreica, refere aquele instituto em nota divulgada na sua página de Internet.

 

Fonte: IPMA

15
Mai15

2328: Plano Regional Contingência Temperaturas Extremas Adversas entra hoje em vigor

Tempo no Algarve

O Plano Regional de Contingência para as Temperaturas Extremas Adversas - Módulo Calor 2015 do Departamento de Saúde Pública e Planeamento (DSPP) da Administração Regional da Saúde do Algarve IP, encontra-se em vigor entre 15 de maio e 30 de setembro de 2015, período durante o qual é maior a probabilidade de situações de calor extremo. 

 

Em Portugal, após o impacto da onda de calor de 2003, foi implementado em 2004 o Plano de Contingência para as Ondas de Calor o qual passou a ser ativado anualmente entre maio e setembro. Em virtude da definição «onda de calor» (definição climatológica da organização mundial de meteorologia), muitas vezes não traduzir o impacto real na saúde da população, optou-se pelas terminologias «temperaturas extremas adversas» ou «períodos de calor extremo» como as que melhor traduzem o impacto negativo na saúde e a necessidade de adotar medidas preventivas.

 

Este Plano constitui um instrumento estratégico que tem como finalidade a promoção da proteção da saúde das populações contra os efeitos negativos dos períodos de calor extremo através de uma eficaz avaliação do risco e do desenvolvimento de respostas apropriadas pelas entidades competentes da saúde em articulação com entidades externas de proteção civil, da segurança social e outras.

O Plano é dotado de um Sistema de Previsão e Alerta que funciona durante o período em que se encontra ativado (15 de maio a 30 de setembro) podendo, no entanto, ser alargado em função das condições meteorológicas verificadas, em qualquer altura do ano, antes ou depois do seu período de ativação. Este ano 2015 a avaliação do risco e consequente emissão de alertas, será realizada de uma forma ainda mais rigorosa, na medida em que é disponibilizada para a região informação meteorológica mais específica por área geográfica dos serviços de saúde, permitindo uma melhor avaliação do risco. Apesar da avaliação ser feita com base em informação de diversos pontos geográficos, na região do Algarve, os alertas serão emitidos uniformemente para toda a região, ao final do dia, para o dia seguinte. 

 

Estão definidos três níveis de alerta, o Verde, o Amarelo e o Vermelho:

 

- Alerta Verde: situações de temperaturas normais para a época do ano, sem impacto na saúde

 

- Alerta Amarelo: em caso de temperaturas elevadas que podem provocar efeitos na saúde especialmente nos mais vulneráveis

 

- Alerta Vermelho: quando se registam e prevêem temperaturas muito elevadas com graves consequências na saúde

 

No âmbito deste Plano a ARS Algarve, IP disponibilizará um espaço dedicado ao Módulo de Calor, na sua página da Internet, onde se poderá encontrar o Nível de Alerta definido para a Região e também recomendações e conselhos úteis para fazer face ao calor, dirigidos ao público em geral e aos grupos mais vulneráveis em particular.

 

Fonte: ARS Algarve

Calendário

Maio 2015

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search