Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

  • Anónimo

    Boa tardeGostaria de saber qual o horario do barco...

  • Tempo no Algarve

    Olá. Até meados de Outubro serão publicados os mes...

  • Anónimo

    Gostaria de ver os dados relacionados com a temper...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

18
Ago12

1659: Dias Medievais Castro Marim 2012

Tempo no Algarve

Quem disse que as viagens apenas se podiam fazer no espaço? De 23 a 26 de Agosto viaje até à Idade Média, à descoberta da mais longa e fascinante época histórica da humanidade. Deixe o telemóvel, o computador e o stress da vida contemporânea em casa e entre na máquina do tempo, em direcção a Castro Marim.


A história deste concelho, um dos mais antigos do Algarve, perde-se nas brumas do tempo e remonta à época em que romanos, celtas e árabes a ocuparam, tendo construído fortalezas e castelos para defender a terra. Lugar de indescritíveis encantos, beleza e histórias, o concelho de Castro Marim foi há muito eleito reino encantado.


O castelo de Castro Marim, guardião da paisagem, foi cenário de actos heróicos e trágicos. Erguido pela vontade de um rei, as suas pedras mudas resistiram ao olhar do tempo e as paredes silenciosas ainda guardam o eco de batalhas sangrentas. Classificado como monumento nacional, situa-se num ponto cimeiro da vila e todos os anos, na última semana de Agosto, é palco dos Dias Medievais, o­nde os mais de 50 mil visitantes podem conhecer a vida quotidiana de então, recriada com todo o rigor mas muita imaginação.


Neste evento, já na sua 14ª edição, o variado programa cultural, lúdico e gastronómico promete divertir miúdos e graúdos. Durante quatro dias e noites plenos de mistério e magia, o passado medieval da vila de Castro Marim vai ganhar vida e forma dentro e fora das paredes ancestrais do castelo.

 

Temíveis guerreiros com armaduras reluzentes, misteriosos engolidores de fogo e encantadores de serpentes, bobos bem humorados, altivos reis e rainhas, belas princesas e poderosos nobres, inspirados trovadores e enigmáticos malabaristas vão desfilar por este sonho com tempo e lugar marcados.
Nesta verdadeira aula de História ao vivo, os emotivos torneios a cavalo e as provas de falcoaria vão deixar todos com os olhos abertos de espanto. A exibição dos instrumentos de punição e tortura no paiol do castelo vai provocar em todos um arrepio e uma sensação de conforto por se viver numa época civilizada. A animação de rua com almocreves, trovadores, cuspidores de fogo, espadachins e contorcionistas promete momentos de magia e os irresistíveis e longos banquetes servidos com iguarias da época, ao som de música, farão esquecer o fast food num instante. Na feira e mercado medievais, dezenas de artesãos vão recriar ao vivo os ofícios e profissões da época, como o de padeiro, farmacêutico, boticário, tosador, barbeiro, ferreiro, peleiro e tecedeira.


Nesta fascinante viagem pela Idade Média, também conhecida como uma longa noite de mil anos, é de olhos bem abertos que se começa a sonhar. No último dia, todos os participantes despedem-se da Idade Média, para regressarem, com alguma pena, ao século XXI e à realidade.

 

bilheteiras         de 23 a 26 de Agosto, das 15h às 23h

Entrada no Castelo Castro Marim:   0 aos 5 anos: Gratuito    6 aos 11 anos: 3,00€ *    A partir dos 12 anos: 6,00€ *    * Recebe uma coroa e um copo em barro alusivo à Edição dos Dias Medievais Forte de São Sebastião: Gratuito
Banquete Medieval: 37,50€ (Preço Único e inclui a entrada no Castelo)
   (reservas através do nº 281 510 778)

 

Fonte: CM Castro Marim

 

 

18
Ago12

1658: Sinais de perigo de derrocada continuam a ser ignorados por banhistas da Praia Maria Luísa

Tempo no Algarve

O desmoronamento parcial de uma falésia que matou cinco pessoas há três anos e os avisos de perigo de derrocada na Praia Maria Luísa não desencorajam alguns banhistas que continuam a apanhar sol junto à mesma arriba.

Na zona nascente da praia, onde em 2009 ocorreu o acidente, são muitas as pessoas que aproveitam os recantos junto às arribas para gozar o sol e o mar.


Entre o que resta do penedo que esteve na origem do acidente e as arribas que o rodeiam, Teresa Lebre reconhece ter visto os sinais de perigo e recordar-se das notícias de então, mas desvaloriza o risco: “Se cai e estivermos aqui, pois claro que é perigoso! Mas toda a gente está aqui e pensamos que não há assim tanto perigo que isto vá cair em cima de nós”.


Perto da sombra de uma arriba está também Domingos Rosado e a mulher, de férias no Algarve, que dizem escolher locais menos perigosos normalmente.


“Não é hábito. Normalmente apanhamos um pouco de sol e trazemos chapéu-de-sol. A nossa presença na praia é sempre mais ou menos a andar. Estar aqui agora é uma situação pontual porque viemos por uma hora e não valia a pena trazer o chapéu”, afirma.


“Houve um acidente nesta zona há uns anos e evidentemente que sempre pensamos nessa situação, embora a praia até esteja bem sinalizada em termos de perigo”, acrescenta.


Mais perto do mar está Nuno Conde e a família que, apesar de se recordar da derrocada de 2009, não sabia que se tinha dado naquela praia.


“Não sabia do perigo. Desci as escadas e não estava lá nada a indicar”, diz, acrescentando que se afastou das arribas exactamente por se preocupar com a segurança da família.


Perto de uma arriba assinalada com sinal de perigo, um grupo de jovens espanhóis também não estão preocupados: “Se soubesse [do acidente] teríamos ficado mais afastados”, esclarece um dos jovens, Sérgio Mas, admitindo ter visto os sinais.


Desde 2009, a Administração da Região Hidrográfica do Algarve já procedeu a 40 derrocadas controladas com vista à antecipação de desmoronamentos naturais e foram colocadas 200 placas informativas de risco em 75 praias algarvias a par de 200 tabuletas de indicativas de arriba.

 

Fonte: Publico

Calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

  • Anónimo

    Boa tardeGostaria de saber qual o horario do barco...

  • Tempo no Algarve

    Olá. Até meados de Outubro serão publicados os mes...

  • Anónimo

    Gostaria de ver os dados relacionados com a temper...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search