Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Outubro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

10
Out10

1121: Algarve: chuva provoca inundações em 11 concelhos

Tempo no Algarve

O Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro registou 32 ocorrências em 11 Municípios que mobilizaram um total de 134 operacionais durante o alerta laranja que vigorou a 8 e 9 de Outubro. Inundações, deslizamento de terras e quedas de estruturas entre os incidentes.


 


Nas suas intervenções os agentes da protecção civil foram apoiados por 47 Veículos, Bombeiros, GNR, PSP e Serviços Municipais da Protecção Civil (SMPC) e foram registadas inundações, quedas de árvores, de estruturas e deslizamento de terras.


 


Foram abrangidos pelo temporal os concelhos de Albufeira, Faro, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Olhão, Portimão, Silves, Tavira e Vila Real Santo António.


 


Fonte: Observatório do Algarve

10
Out10

1120: Olhão é a pior câmara a pagar

Tempo no Algarve

As câmaras de Olhão e Portimão são as que mais tempo demoram, em média, a pagar aos fornecedores no Algarve, segundo dados da Direcção-Geral das Autarquias Locais (DGAL). A autarquia de Faro, cujos problemas financeiros são conhecidos, surge ‘apenas’ na quinta posição.


 


De acordo com a DGAL, no final do segundo trimestre deste ano havia sete municípios do Algarve com prazos médios de pagamento superior a 90 dias.


Olhão é a autarquia da região que surge em pior posição, com 274 dias. A situação tem vindo a agravar-se desde finais de 2008, altura em que demorava 59 dias a pagar.


 


Portimão é o segundo município algarvio pior pagador, com 272 dias. Em três meses, entre 31 de Março e 30 de Junho deste ano, o prazo médio de pagamento agravou-se em 67 dias.


 


O município de Vila do Bispo aparece na terceira posição, com 218 dias, sendo de realçar que em finais de 2008 esta autarquia era das que apresentavam um dos prazos mais baixos: apenas seis dias.


 


Segue-se Tavira, com 170 dias, o que representa uma diminuição de cinco dias em relação ao primeiro trimestre, e Faro, com 144 dias (mais 37 do que em Março).


 


Na lista constam ainda Lagoa (136 dias) e Lagos (93). Monchique, que em finais de 2009 pagava a mais de 90 dias, não forneceu informação à DGAL.


 


Fonte: CM

10
Out10

1119: Mau tempo: Ondas voltam a galgar praia de Faro

Tempo no Algarve

As marés vivas provocaram a inundação e o corte da estrada de ligação à Praia de Faro e voltaram a arrastar a areia que suporta as casas dos pescadores.


 


A Protecção Civil de Faro assegura que não houve danos pessoais.


 


 



Após uma noite de alerta, sobretudo quanto à segurança das habitações dos pescadores, dado que o mar tem vindo a escavar a areia de suporte, fonte da protecção civil de Faro confirmou ao Observatório do Algarve que, até ao momento, não há danos a registar e a situação está normalizada.


 


À semelhança do que já acontecera no último Inverno, a areia foi arrastada para a estrada, quando o mar atravessou a ilha em direcção Ria Formosa.


Recorde-se que já em Agosto a Associação dos Utentes da Ilha de Faro AUIF questionara as prioridades da Polis Ria Formosa para a Ilha de Faro, porque “as tão necessárias acções de alimentação artificial de praias apenas estão em curso numa faixa de 5 km entre o Forte Novo e o Vale do Garrão, onde abundam os empreendimentos de luxo, com um custo de mais de 6 milhões de Euros, a cargo da Administração Regional Hidrológica do Algarve (ARH)”, denuncia a AUIF.


 


“As intervenções deste tipo para a Praia de Faro, que tem sofrido erosão costeira como resultado da construção dos molhes de Vilamoura e dos esporões de Quarteira, não estão sequer previstas na lista de Intervenções de “Emergência de Recuperação Dunar” que consta no sítio da Internet da Sociedade Polis Ria Formosa, adiantava ainda a AUIF.


 


A associação dos utentes reclamava ainda por não se conhecerem estudos ou acções a curto-prazo de dragagem e desassoreamento dos canais da Ria Formosa adjacentes à Ilha.


 


Fonte: Observatório do Algarve



 

Calendário

Outubro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search