Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Agosto 2010

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Google

Comentários recentes

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

07
Ago10

1066: Mulher quase se afoga na praia de Monte Gordo, mas seu estado já não inspira cuidados

Tempo no Algarve

Uma mulher de 25 anos entrou hoje em pré-afogamento numa zona não vigiada entre a Praia de Monte Gordo e a Praia do Cabeço mas o seu estado não inspira cuidados, disse à Lusa fonte da Autoridade Marítima.


 


Segundo a mesma fonte, a mulher, natural da Nicarágua, ficou em dificuldades no mar depois de ter entrado numa zona sem pé, tendo sido socorrida em primeiro lugar por familiares e banhistas que se encontravam na zona.

A mulher foi transportada daquela zona balnear, em Vila Real de Santo António, para o Hospital de Faro, mas aparentemente terá “apenas engolido alguma água”, referiu o comandante da capitania local, sublinhando que o mar estava bastante agitado.

A Autoridade Marítima está hoje em “alerta acrescido”, disse o mesmo responsável, devido à forte ondulação e agitação marítima, propícia à existência de agueiros, correntes formada pela rebentação das ondas.

No local estiveram elementos da Polícia Marítima, dos bombeiros locais e do INEM, que prestaram os primeiros socorros.


 


Fonte: Barlavento Online

06
Ago10

1065: Aviso Amarelo no Algarve

Tempo no Algarve

Faro

Última actualização da informação:

Sexta-feira, 6 de Agosto de 2010

Tempo Quente

Amarelo

Tempo Quente

Para o período de: 2010-08-06 05:00:00
até: 2010-08-07 23:59:59

Temperatura Máxima

Persistencia de valores relativamente elevados da temperatura maxima.

 

Fonte: IM

05
Ago10

1064:Algarve: Número anormal de tartarugas mortas chega às praias

Tempo no Algarve

Pelo menos dez tartarugas mortas deram à costa de praias algarvias em menos de uma semana, número considerado anormal pelos responsáveis do parque oceanográfico algarvio Zoomarine, que apelam aos banhistas para alertar as autoridades.


 


Entre os dias 29 de julho e 01 de agosto, na última semana, arrojaram na costa algarvia dez tartarugas, sobretudo no Sotavento, nas praias de Vila Real de Santo António, Manta Rota, Barril, Monte Gordo, Quarteira e Falésia.


 


As tartarugas eram na sua maioria da espécie "caretta caretta", a mais comum, embora também tenha dado à costa nestes dias uma tartaruga de couro, uma das espécies mais raras nas águas portuguesas e a maior do mundo.


 


"Estes são os casos de que nós temos conhecimento e muitos deles nem chegam a ser comunicados às autoridades", disse à Lusa o diretor de Ciência e Educação do Zoomarine, Élio Vicente, apelando para que as pessoas transmitam essa informação.


 


Segundo o biólogo, normalmente quem encontra animais arrojados na costa não comunica o sucedido às autoridades, atitude importante tanto para a manutenção da saúde pública como para prevenir mais mortes.


 


"Por detrás destes incidentes pode estar uma causa coletiva e é importante recolher toda a informação possível para analisar a causa da morte", afirma, sublinhando poder tratar-se de uma epidemia viral ou bacteriana, por exemplo.


 


Outras causas frequentes são os acidentes envolvendo artes de pesca, hélices de barcos ou embates com motas de água, diz Élio Vicente, alertando para que quem encontrar estes animais não tenha o cuidado de não lhes tocar.


 


"São cadáveres em decomposição de répteis que morreram de causa desconhecida e que podem transportar consigo vírus, bactérias ou parasitas", sublinha, reiterando que só com a proteção de máscara e luvas se deve manusear os animais.


 


Quando os animais dão vivos à costa é pedida a colaboração dos técnicos do Zoomarine, mas quando estão mortos são as autarquias em colaboração com as capitanias que procedem à remoção dos animais para um aterro sanitário.


 


Fonte da Autoridade Marítima do Sul reiterou à Lusa que todas estas ocorrências devem ser comunicadas às autoridades, que "sabem o que hão-de fazer" e se responsabilizarão pela remoção dos animais.


 


O Zoomarine é um parque oceanográfico situado no Algarve que possui um Porto d'Abrigo para onde podem ser conduzidos para reabilitação animais feridos ou ameaçados.


 


Fonte: Observatório do Algarve

04
Ago10

Resumo do mês de Julho de 2010

Tempo no Algarve

Julho de 2010


 


Média das Máximas: 31.3ºC (+2.3ºC)


Média das mínimas: 20.7ºC (+2.5ºC)


MÈDIA: 26.0ºC  (+2.4ºC)


 


Temperatura MÁXIMA mais alta: 35.2ºC (dia 16)


Temperatura MÁXIMA mais baixa: 27.8ºC (dia 22)


Temperatura mínima mais baixa: 17.1ºC (dia 14)


Temperatura mínima mais alta: 23.8ºC (dia 7)


 


Nº dias com temperaturas MÁXIMAS superiores a 30ºC: 22


Nº dias com temperaturas Máximas superiores a 35ºC: 1 


 


Noites Tropicais (T min ≥20ºC): 19


 


Precipitação: 0 mm


Nº dias com trovoada: 2


 


Ver gráfico clique aqui

03
Ago10

1063: Cartaz FATACIL 2010 em Lagoa

Tempo no Algarve

Realiza mais uma vez, a única e maior feira deste género a Sul do Tejo, todos os anos esta feira é visitada por 200000 pessoas, este ano a previsão aponta para cerca de 170000 a 200000. Este ano realiza-se a 31ª FATACIL (Feira de Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio e Indústria de Lagoa) no recinto do Parque de Exposições e Feiras em Lagoa, a quem deslocar-se à feira existem vários parques de estacionamento, onde a segurança dos mesmos está garantida.


 


 Assim, aqui fica os artistas que vão actuar na FATACIL pelas 22h30m. 


 


Dia 20: Pedro Frias Band


 


Dia 21: Anjos


 


Dia 22: Mafalda Veiga


 


Dia 23: GNR


 


Dia 24: David Fonseca


 


Dia 25: Paulo Gonzo


 


Dia 26: Tribute Pink Floyd


 


Dia 27: Rui Veloso


 


Dia 28: Xutos & Pontapés


 


Dia 29: Ídolos 2009/10


 


Fonte: FATASUL

02
Ago10

1062: Previsão meteorológica para a semana de 2 de Agosto a 8 de Agosto de 2010

Tempo no Algarve

Previsão meteorológica no Algarve para os próximos dias:


 


Dia 2 (2ªfeira) -  Céu limpo. Vento fraco variável. Pequena subida de temperatura.


 


Máximas: 30ºC - 34ºC
mínimas: 19ºC - 23ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 metro.  Temperatura da água do mar: 24ºC.


 


Dia 3 (3ªfeira)- Céu limpo. Vento fraco a moderado de noroeste.


 


Máximas: 31ºC - 35ºC


mínimas: 18ºC - 22ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 metro. Temperatura da água do mar: 24ºC.


 


Dia 4 (4ªfeira)  - Céu pouco nublado temporiamente nublado. Vento fraco a moderado de sueste. 


 


Máximas: 30ºC - 34ºC


mínimas: 19ºC - 23ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 metro tornando-se ondas de sueste com 1 metro.


 


Dia 5 (5ª feira)- Céu pouco nublado temporiamente nublado por nuvens altas. Vento fraco a moderado de sueste. 


 


Máximas: 30ºC - 34ºC


mínimas: 20ºC - 24ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5 metros.


 


Dia 6 (6ª feira)  - Céu pouco nublado. Vento fraco a moderado de leste.


 


Máximas: 30ºC - 34ºC


mínimas: 20ºC - 24ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5 metro.


 


Dia 7 (Sábado)  - Céu limpo ou pouco nublado. Vento fraco a moderado de leste. Pequena subida de temperatura.


  


Máximas: 32ºC - 36ºC


mínimas: 20ºC - 24ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro.


 


Dia 8 (Domingo) - Céu limpo ou pouco nublado. Vento  fraco a moderado de leste. Pequena subida de temperatura.


 


Máximas: 33ºC - 37ºC


mínimas: 20ºC - 24ºC


 


Estado do mar:  Ondas de sueste com  1  a 1.5 metros.

01
Ago10

1061: Feira medieval de Silves 2010

Tempo no Algarve

A sétima edição da FEIRA MEDIEVAL DE SILVES terá lugar entre os dias 7 e 15 de Agosto de 2010, realizando-se este evento no centro histórico da cidade, com horário de abertura às 18h00 e de encerramento à 01h00. Serão, pois, nove dias de recriação histórica do período medieval da antiga capital do Reino do Algarve.


 


O grande propósito deste evento é proporcionar a crianças, idosos, jovens e demais população que visite a cidade uma visão do que ela terá sido outrora e da sua importância incontornável na história do Al-Gharb, para além de potenciar o turismo cultural e a promoção do concelho, apresentando-o como uma zona chave numa região onde o tipo de Turismo instalado é o de Sol e Praia.


 


A organização da Feira está a cargo da Câmara Municipal de Silves, através da sua Divisão de Educação, Cultura, Turismo e Património.


 


Em cada edição da Feira tentamos enfocar um período específico, mais ou menos lato, da história da região, que se materializa na realização de pequenos apontamentos cénicos, com lugar em distintos locais da área ocupada pelo evento. Este ano as atenções recaem sobre o período de dominação muçulmana, cerca de cinco séculos de crescimento urbano, desenvolvimento sócio-económico, esplendor cultural e tolerância religiosa.


 


As fontes históricas e a investigação arqueológica permitem-nos, hoje, ter já um retrato muito aproximado do que teria sido a cidade de Silves em tempo de “mouros”. Podemos garantir que, neste período, este espaço veio a configurar uma urbe de dimensão assinalável, provida de mesquitas, banhos, mercados, engenhosos sistemas de captação de água e de um potente sistema defensivo, que a protegeu durante mais de cinco séculos das investidas cristãs e dos ataques da pirataria normanda. Coincidentemente, é na sequência destes ataques, que o poeta Algazalí parte do porto de Silves, no ano de 844, para tentar negociar a paz. Trata-se da referência textual mais longínqua até hoje conhecida e remete, desde logo, para a importância da madinat Xilb (cidade de Silves), já nessa época.


 


Terá sido o seu porto e os estaleiros de construção naval, que motivaram um importante crescimento económico e a colocaram em contacto com o mundo civilizado de então, nomeadamente com toda a costa mediterrânica, com quem troca produtos e ideias. Este progressivo florescimento dá a Silves, no século X, o estatuto de capital da província de Ocsonoba – território que corresponde ao actual Algarve.


 


Alterações geo-políticas levaram, no século XI, à fragmentação do califado de Córdova e à constituição de uma série de reinos independentes. Silves autonomiza-se e cresce. Nesta época a cidade já ultrapassou as muralhas da Almedina e espraia-se pela zona ribeirinha. O território de si dependente corresponde, grosso modo, ao actual barlavento algarvio. Mais tarde, é incorporada no imenso reino de Sevilha e é seu governador Al-Muthamid, tão dado ao combate político-administrativo, como à poesia e aos prazeres da vida. A ligação da cidade de Silves às artes e ao conhecimento é uma tónica, que se mantém ao longo dos vários séculos de ocupação. Diversos estudos onomásticos permitiram reconhecer origens árabes e iemenitas em muitas das famílias que por aqui passaram e permaneceram, o que explica o elevado nível intelectual dos seus habitantes, tantas vezes expresso nas fontes e materializado na poesia e nos tratados históricos e científicos que nos legaram.


 


Durante os séculos XII e XIII o mundo islâmico reunifica-se e o Gharb é sucessivamente governado por Almorávidas e Almóadas. São tribos berberes provenientes do Norte de África, menos cultas, mais intolerantes e mais aguerridas. Nesta altura Silves vê reforçadas as suas defesas, porque também as investidas cristãs se intensificam. O avanço da reconquista e a fuga de muçulmanos para as zonas mais meridionais terá contribuído para que o número de habitantes da cidade tivesse aumentado ainda mais e fosse ocupado o seu espaço ocidental. No final do século XII Silves abrangia cerca de 18 hectares e a sua população rondaria os 6 000 indivíduos. Desta fase consta um relato fiel do que era a Xilb. Enquanto decorria o cerco da cidade, nos meses de Agosto e Setembro do ano de 1189, um dos cruzados que nele participava dedicou-se à descrição do seu sistema defensivo e ao relato dos eventos que iam ocorrendo. A conquista cristã concretizou-se no dia 3 de Setembro, mas foi efémera. Em 1191 a cidade torna ao poder muçulmano e assim se mantém por mais algumas décadas.


 


Em torno ao ano de 1248, quando a cidade era governada por Al-Mafhut, D. Paio Peres Correia consegue definitivamente tomar Silves para o rei D. Afonso III. Termina aqui um período de esplendor e grandeza, que ainda hoje pode ser testemunhado pelos vestígios arquitectónicos existentes e pelos simples objectos do quotidiano, que exibimos nos nossos núcleos museológicos.


 


Fonte: CM Silves

01
Ago10

1060: Situação nas Albufeiras do Algarve

Tempo no Algarve

Dados referentes a 31 de Julho de 2010


  


Albufeira do Arade:     12574 dam3  ( 44.29 %)    (-10.08%)


Albufeira do Beliche:  40423 dam3   ( 84.21 %)    (-5.68%)


Albufeira da Bravura:  29791 dam( 85.54 %)    (-6.45%)


Albufeira do Funcho:   29047 dam3  ( 60.87 %)    (-8.69%)


Albufeira de Odeleite: 118136 dam3 ( 90.87 %)    (-4.77%)


 


 


(---) - diferença em relação ao mês passado


 


Fonte: INAG

Pág. 3/3

Calendário

Agosto 2010

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Google

Comentários recentes

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search