Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Maio 2010

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Ofertas de Emprego - Faro

Pesquisa

Custom Search

subscrever feeds

Mais sobre mim

12
Mai10

984: Algarve prepara-se para época de incêndios

Tempo no Algarve

A prevenção e sensibilização, uma aposta no ataque inicial e uma forte colaboração com os serviços municipais são os principais pontos do Plano Operacional Distrital de combate a incêndios florestais do Algarve, hoje apresentado em Faro.


 


O plano hoje apresentado, em Faro, define os meios e recursos disponíveis para combater incêndios nas três fases de atuação (Bravo, Charlie e Delta), os setores estratégicos e locais de estacionamento e a forma de organização e atuação das diversas entidades no combate aos fogos florestais.


 


A governadora civil de Faro, Isilda Gomes, considerou que, a partir de agora, "o Algarve fica melhor preparado" para responder a incêndios florestais, porque conta com "um plano de ação de estruturado" e "aposta na prevenção".


 


"Estamos sem dúvida nenhuma melhor preparados e as ações de formação realizadas pela Autoridade Nacional das Florestas já são uma consequência deste plano", afirmou Isilda Gomes, sublinhando estarem já previstas 31 ações de sensibilização.


 


Para a representante do governo no distrito, o plano foi elaborado "em função das necessidades e dados disponíveis", de forma ao distrito "ter capacidade de prever, prevenir e dar resposta" aos incêndios florestais.


 


O comandante Operacional Distrital, Vaz Pinto, explicou que os meios previstos para este ano na região "são os mesmos do ano passado, porque se considerou que eram os suficientes e adequados".


 


"Um dos principais objetivos é garantir um ataque inicial musculado, tendo 15 minutos depois do alerta meios no terreno", afirmou o comandante, que quer também "reduzir o número de ignições, o que só é possível com a colaboração de todos os cidadãos".


 


Vaz Pinto explicou ainda que o final da fase Delta, que começa a 01 de outubro e deveria terminar no dia 15, "foi alargada para 31" e alertou para o facto de a muita chuva registada este inverno "poder vir a ser problemática" para o combate a incêndios.


 


"Haverá mais matéria inflamável e se houver uma repetição das condições meteorológicas de 2003/2004 (os piores anos de incêndios florestais da década no Algarve) aumentará a velocidade de propagação de incêndios", afirmou o Vaz Pinto.


 


O responsável disse ainda que a chuva "impediu a realização de fogo controlado" e isso reiterou o apelo à população para que evite comportamentos que possam comprometer a floresta.


 


Fonte: Observatório do Algarve

11
Mai10

983: Vulcão: Tráfego aéreo em Faro deverá ser restabelecido às 22h00

Tempo no Algarve

Os serviços de controlo de tráfego aéreo no Arquipélago da Madeira e em Faro, ainda suspensos, deverão ser restabelecidos a partir das 22h00.


 


A suspensão do controlo de tráfego aéreo no aeroporto de Faro, que na prática significa que não há aviões a aterrar nem a descolar, começou às 21h00 de segunda feira.


 


Hoje, no Aeroporto de Faro, e segundo dados da Ana - Aeroportos, foram cancelados, até às 17h00 locais, 95 voos, sendo que 48 se referem a partidas e 47 a chegadas.


 


Em Lisboa e Porto estão a ser prestados serviços de controlo de tráfego aéreo e "a gestão do tráfego nos aeroportos do Continente permanece inalterada" até às 24h00 locais, revelou a NAV - Navegação Aérea de Portugal em comunicado.


 


Já em Santa Maria, nos Açores, a nuvem de cinzas do vulcão islandês está a impedir "a prestação de serviços de controlo de tráfego aéreo".


"Em termos gerais, a densidade de partículas que a nuvem, que está a cobrir grande parte da Região de informação de voo de Santa Maria contém, não permite a prestação de serviços de controlo de tráfego aéreo nos aeroportos da região" até às 24h00 locais, indicou a NAV.


 


Fonte: Observatório do Algarve

11
Mai10

981: Aeroporto de Faro vai manter-se encerrado até às 18:00

Tempo no Algarve

O Aeroporto Internacional de Faro vai continuar encerrado até às 18:00 devido à nuvem de cinzas emanada pelo vulcão islandês, a qual permanece sob o território nacional, disse hoje à Lusa a NAV-Portugal.


 


"As previsões é que se mantenha a suspensão da prestação de serviços de controlo de tráfego aéreo em Faro até às 18:00, mas haverá ao longo da tarde atualizações e as previsões podem ser alteradas", disse Sofia Azevedo, diretora de Comunicação e Imagem da NAV-Portugal.

A suspensão do controlo de tráfego aéreo no aeroporto de Faro, que na prática significa que não há aviões a aterrar nem a descolar, começou às 21:00 de segunda-feira.

Hoje, no Aeroporto de Faro, e segundo dados da Ana-Aeroportos, foram cancelados, até às 12:00, 65 voos (33 partidas e 32 chegadas).

Desde sexta feira passada, que o vulcão islandês Eyjafjöll, localizado num glaciar do sul da Islândia, intensificou a expulsão de cinzas para a atmosfera, à semelhança do que sucedeu em março passado, altura em que entrou em actividade.

Nessa altura, o vulcão emanou uma nuvem de cinzas que provocou o encerramento do espaço aéreo de vários países da Europa, entre 14 e 21 de abril, o que gerou um caos sem precedentes na história da aviação civil e prejuízos estimados na ordem dos 2,5 mil milhões de euros.


 


Fonte: Barlavento Online

10
Mai10

980: Vulcão: Aeroporto de Faro poderá suspender tráfego aéreo a partir das 21h00

Tempo no Algarve

O movimento da nuvem de cinzas do vulcão islandês está a movimentar-se de norte para sul e o tráfego em Faro, Algarve, poderá vir a ser suspenso a partir das 21h00, segundo a Navegação Aérea de Portugal (NAV).


 



Com os dados que a NAV dispunha até às 15h00 de hoje prevê-se que para o fim do dia e início da noite de hoje haja um movimento da nuvem de norte para sul e o tráfego em Faro poderá a vir a ser suspenso a partir das 21h00", explicou à Lusa Pedro Gaspar, da NAV.


 


A certeza da interrupção do tráfego aéreo no Aeroporto Internacional de Faro só será confirmada, no entanto, depois das 19h30, altura em que a NAV terá dados atualizados, acrescentou a mesma fonte.


 


A nuvem de cinzas do vulcão islandês levou ao cancelamento de 209 voos nos aeroportos nacionais até às 12h00 de hoje, segundo uma informação divulgada pela ANA - Aeroportos de Portugal.


 


No aeroporto de Lisboa foram cancelados 97 voos (44 partidas e 53 chegadas), seguindo-se o aeroporto de Faro, com 37 voos cancelados (18 partidas e 19 chegadas) e no Porto foram cancelados nove voos (duas partidas e sete chegadas).


 


Esta manhã no Aeroporto de Faro, centenas de passageiros aguardavam em filas para remarcar a viagem de partida e as malas recomeçaram a acumular-se no terminal.


 


As famílias distraíam as crianças com brinquedos e comida, enquanto os mais velhos passam o tempo a ler jornais e em contactos telefónicos.


 


O vulcão islandês entrou em erupção a 21 de março, tendo provocado uma nuvem de cinzas que afetou o movimento aéreo no espaço europeu e, depois de um abrandamento, a actividade voltou a intensificar-se na quinta-feira à noite.


 


Fonte: Observatório do Algarve



 
10
Mai10

979: Polis quer ordenar aquacultura na Ria Formosa

Tempo no Algarve

Perceber exatamente o que a Ria Formosa aguenta no que à aquacultura e produção de marisco diz respeito e criar modelos informáticos que ajudem os produtores a tirar o maior partido possível das suas explorações, sem atentar contra a sustentabilidade do sistema, é o objetivo principal de um projeto encomendado pela Polis Ria Formosa.



O projeto foi apresentado na passada semana na feira Expomar, em Olhão, que decorreu entre 29 de Abril e 2 de Maio.

A apresentação do projeto Forward (Framework for Ria Formosa Water Quality, Aquaculture and Resource Development), que esteve a cargo do seu coordenador João Gomes Ferreira, atraiu um público diversificado, onde não faltaram os profissionais que vivem da ria.

Uma situação positiva, pois como confessou ao «barlavento» o coordenador deste projeto, «quanto mais os produtores se envolverem nesta fase, melhor será».

Apesar de ter o objetivo de ordenar e disciplinar as atividades económicas da Ria Formosa, o que poderá implicar alguns limites e até a reconversão de explorações, nomeadamente viveiros, este trabalho pode ser fundamental para a sustentabilidade da produção que aqui se faz.

Ao sobrecarregar a Ria Formosa, todos perdem, já que a mortandade aumenta e não se consegue tirar o máximo proveito.

Assim, o primeiro passo que está a ser dado pela equipa de investigadores que está a elaborar este projeto é perceber qual é a capacidade de carga do sistema lagunar algarvio.

«O que foi feito até agora está muito aos pedaços, não há uma visão global do sistema», explicou João Gomes Ferreira.

O grupo de investigadores, associado ao Instituto do Mar, traz na bagagem muito trabalho feito nesta área, um pouco por todo o mundo.

O investigador, bem como alguns dos membros da sua equipa, já fizeram trabalhos semelhantes em zonas tão distintas do planeta como a Irlanda, os Estados Unidos da América e a China.

«Queremos pegar nesse conhecimento e fazer ainda melhor aqui na Ria Formosa», garantiu.

Embora entenda que a tentação dos viveiristas seja plantar mais para obter mais produção, esta visão tende para uma situação de rotura, já que «o excesso pode ser prejudicial».

Por um lado, há que ter em conta a quantidade de alimento existente na Ria Formosa, bem como a quantidade de oxigénio presente, que, num sistema lagunar, «é finita» devido a uma menor circulação de água.

Caso se coloque em determinada zona da Ria mais semente do que esta comporta, os bivalves «crescem menos e demoram mais tempo a crescer», podendo mesmo acontecer «situações de mortandade extrema».

«Mesmo do ponto de vista financeiro, colocar mais semente não quer dizer que o lucro aumente. A tonelagem bruta de produção é uma coisa, outra é a relação entre o que lá colocamos e o que tiramos de lá», acrescentou.

Uma coisa é certa, para João Ferreira: «não é pela quantidade que os países europeus conseguem competir» no mercado internacional.

Daí que este estudo também contemple questões como o «branding» (criação de uma marca e uma imagem própria) e certificação de qualidade para a produção, que são mais valias na hora de escoar o produto, permitindo obter um maior lucro.

Do trabalho que está a ser efetuado, resultarão ferramentas informáticas que serão disponibilizadas aos produtores, através das associações que os representam.

«Isto passará sempre pelas associações de produtores. Falei com algumas pessoas do lado da produção no final da minha apresentação e vi abertura da parte deles», garantiu.


 


Fonte: Barlavento Online

10
Mai10

978: Previsão meteorológica para a semana de 10 de Maio a 16 de Maio de 2010

Tempo no Algarve

Previsão meteorológica no Algarve para os próximos dias:


 


Dia 10 (2ªfeira) -  Céu nublado com abertas. Possibilidade de aguacieros. Vento moderado de oeste.


 


Máximas: 17ºC - 21ºC


mínimas: 11ºC - 15ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 a 1.5  metros  Temperatura da água do mar: 18ºC.


 


Dia 11 (3ªfeira)  -  Céu nublado. Aguaceiros.  Vento moderado de noroeste. 


 


Máximas: 17ºC - 21ºC


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 a 1.5 metros. Temperatura da água do mar: 18ºC.


 


Dia 12 (4ªfeira)  - Céu nublado.  Vento moderado de noroeste.


 


Máximas: 17ºC - 21ºC


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 metro. 


 


Dia 13 (5ª feira)- Céu nublado com abertas. Vento moderado de noroeste.


 


Máximas: 17ºC - 21ºC 


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 metro.


 


Dia 14 (6ª feira)  - Céu pouco nublado temporiamente nublado por nuvens altas.  Vento moderado de noroeste.


 


Máximas: 18ºC - 22ºC 


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 a 1.5 metros .


 


Dia 15 (Sábado)  - Céu pouco nublado ou limpo. Vento moderado de noroeste. Pequena subida de temperatura.


 


Máximas: 19ºC - 23ºC


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 a 2 metros.


 


Dia 16 (Domingo) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento moderado de noroeste. Pequena subida de temperatura.


 


Máximas: 20ºC - 24ºC


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar:  Ondas de sudoeste com  1 a 2 metros.


 

07
Mai10

977: Jorge Costa: «Provavelmente vou arrepender-me da decisão»

Tempo no Algarve

 

O treinador de futebol do Olhanense, Jorge Costa, disse esta sexta-feira que o fim do seu ciclo no clube algarvio, onde passou "dois anos fantásticos", se prende com a procura de novos desafios para a sua carreira.


"É uma decisão que vai contra aquilo que o coração diz, depois de dois anos fantásticos a todos os níveis", disse Jorge Costa, na conferência de imprensa de antevisão da deslocação de domingo ao terreno do Paços de Ferreira, na 30.ª e última ronda da Liga (16 horas).


 


O técnico acrescentou que nesta fase da sua carreira preferiu "pensar mais com a razão, deixando o coração de lado", sublinhando: "Para mim, é importante para consolidar uma carreira, procurar abraçar outros projetos".


 


"É um processo normal de crescimento meu enquanto treinador, procurar novos desafios e ir crescendo de forma natural, sabendo que provavelmente vou arrepender-me muitas vezes da decisão, que não foi fácil", sustentou Jorge Costa.


 


O treinador, que comandou o emblema algarvio no regresso ao escalão principal 34 anos depois e, esta temporada, garantiu a manutenção, assegurou que "não vai ser fácil encontrar um clube como este".


 


Quando foi apresentado em Olhão, há dois anos, Jorge Costa disse que às vezes era preciso dar um passo atrás para dar depois dois à frente, e hoje, questionado sobre essas palavras, frisou que o balanço "foi positivo". "Sair de Braga, vir para Olhão - numa aposta de risco das duas partes -, subir o clube no primeiro ano, conseguir manter o clube na primeira divisão. Foram dois anos de sucesso e acho que estes dois passos em frente foram conseguidos", referiu.


 


Sobre o seu futuro, Jorge Costa revelou que todas as hipóteses estão em aberto: "Neste momento, não tenho contactos com ninguém nem perspectivas de clubes. Não tenho qualquer convite oficial."


 


Instado a comentar o interesse de outros clubes e até a possibilidade de ir para o estrangeiro ou ingressar como adjunto no FC Porto, o técnico assegurou que "nada, neste momento, está fora de questão".


 


"Desde que o projeto seja ambicioso e se enquadre naquilo que penso para o meu futuro, estou aberto a tudo", adiantou, comentando que prefere trabalhar em Portugal e que também "há a possibilidade de parar" se não aparecer um projeto com o qual se identifique.


 



Fonte: Record


 


Obrigado Jorge Costa, por teres feito o Olhanense regressar à 1ªLiga.

06
Mai10

976: Eólicas dominam parque de energias renováveis no Algarve

Tempo no Algarve

O Algarve tem, neste momento, 17 projetos em exploração na área das energias renováveis, enquanto outros 12 aguardam por vistoria.


Das unidades em exploração, 11 referem-se a negócios na área das eólicas, estado a maior parte dos aerogeradores implantados nos concelhos de Aljezur e Vila do Bispo.

Igualmente na lista dos equipamentos em exploração, o Algarve conta com quatro investimentos na área das fotovoltaicas, embora todos de pequena dimensão.

A estes itens junta-se a unidade de produção de energia termoelétrica/biogás, em exploração pela empresa multimunicipal Algar, no Aterro Sanitário do Barlavento, no Porto de Lagos (Portimão).

Apesar destes exemplos, o Algarve é, contudo, o terceiro distrito do país com menor volume de produção de energia elétrica a partir de fontes renováveis, de acordo com as estatísticas da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Contactado pelo «barlavento», o diretor regional de Economia do Algarve José Leite Pereira diz que, atualmente, todas as candidaturas de projetos na área das renováveis são geridas pela DGEG, não cabendo às direções regionais a apreciação dos dossiês.

Ainda assim, Leite Pereira diz que «seria interessante» que as forças políticas, bem como as entidades regionais, como a CCDR, «pudessem ter uma intervenção mais forte para identificar os locais aptos a ampliar o parque de renováveis».


 


Fonte: Barlavento Online

03
Mai10

975: Aviso Amarelo no Algarve

Tempo no Algarve

Faro

Última actualização da informação:

Domingo, 2 de Maio de 2010

Vento

Amarelo

Vento

Para o período de: 2010-05-02 22:00:00
até: 2010-05-04 06:59:59

Rajada Máxima do Vento

No litoral oeste, vento moderado a forte de norte com rajadas da ordem dos 70 km/h.

 

Fonte: IM

Calendário

Maio 2010

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Ofertas de Emprego - Faro

Pesquisa

Custom Search

subscrever feeds

Mais sobre mim