Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Abril 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

reserva

Booking.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia.Desde já, agradeço a sua informação e ...

  • Cláudia

    Olá!Queria avisar que já descobri os novos horário...

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia. A empresa que efectua o transporte ai...

  • Cláudia

    Olá! Podem actualizar o horário para Julho 2018, p...

  • Tempo no Algarve

    Pode clicar na localização no local de embarque e ...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

30
Abr10

Dados da Estação Meteorológica em Olhão (não oficial)

Tempo no Algarve

Dados referentes ao mês de Abril de 2010


 


Dia

Temperatura


Máxima (ºC)



Temperatura


mínima (ºC)



Precipitação


 (mm)


Observações                         
1 19.0 9.2 0 Céu limpo
2  18.6  9.4  0 Céu limpo 
3  19.8  9.8  0

 Céu pouco nublado


temporiamente nublado


4  20.8  8.3  0 Céu limpo 
5  22.0  12.6  0 Céu pouco nublado 
6  20.0  10.8  0  Céu nublado por nuvens altas
7  21.5  12.0  0  Céu limpo
8  22.7  13.8  0  Céu limpo
9  22.7  12.8  0  Céu nublado por nuvens altas
10  21.2  11.7  0  Céu pouco nublado
11  20.8  13.1  0 Céu pouco nublado 
12  20.1  14.8  0  Céu nublado
13  20.0  11.6  1  Céu nublado
14  19.0  14.4  8 Céu nublado. Aguaceiros 
15  20.5  15.3  5

 Céu pouco nublado de manhã


Aguaceiros e trovoada à tarde


16  19.2  13.5  13

Céu nublado.


Aguaceiros e trovoadas 


17  19.0  13.5  5

 Céu nublado com abertas.


Aguaceiros


18  19.3  13.1  18

 Céu nublado. Aguaceiros


Trovoadas


19  20.0  12.8  2

Céu nublado. Aguaceiros


de manhã 


20  22.0  16.0  0  Céu limpo
21  21.5  16.7  0 Céu nublado 
22  20.4  15.4  0 Céu nublado
23  21.3  13.2  0 Céu nublado 
24  22.0  13.8  0  Céu nublado
25  28.0  18.8  0  Céu pouco nublado
26  27.5  15.2  0  Céu limpo
27  29.0  15.3  0

Céu pouco nublado


com nuvens altas 


28  24.8  18.2  0

 Céu pouco nublado


por nuvens altas


29  23.0  16.2  0 Céu nublado 
30  24.7  14.7  0 Céu pouco nublado 
Booking.com
28
Abr10

972: Ria Formosa: Ministra admite contestação nas demolições

Tempo no Algarve

A ministra do Ambiente admitiu hoje na ilha da Fuseta que as demolições nas ilhas barreira da Ria Formosa possam gerar contestação, mas mostrou-se confiante de que tudo vai decorrer na base do "consenso".

 

Dulce Pássaro falava hoje aos jornalistas na Ilha da Fuzeta, onde se deslocou para ordenar simbolicamente o início dos trabalhos de demolição das habitações que escaparam às tempestades deste inverno, ao abrigo do Polis.

Garantindo que as demolições nas várias ilhas são mesmo para avançar, a ministra do Ambiente admitiu que possa haver situações de contestação por parte dos proprietários, o que não sucedeu hoje, mas mostrou-se confiante no diálogo.

"Pode haver um ou outro caso de contestação, é natural que isso aconteça", afirmou a governante, que disse estar confiante de que as pessoas "em espírito de diálogo" compreenderão que "não há alternativa".

Dulce Pássaro afastou, no entanto, a necessidade de recorrer a eventuais medidas repressivas ou à ação policial para travar as contestações, dizendo que as intervenções irão decorrer na base do "diálogo" e do "consenso".

"A lei tem que ser cumprida e as forças policiais não serão a primeira via para a fazer cumprir", afirmou, acrescentando que as intervenções visam acima de tudo contribuir para a promoção da qualidade de vida na região.

O núcleo da Fuzeta, inserido na Ilha da Armona, foi o primeiro local onde a Sociedade Polis Ria Formosa avançou com a retirada de habitações, considerado prioritário devido ao risco que apresentava após as tempestades do inverno.

A primeira fase dos trabalhos, que representam um investimento superior a 441 mil euros, deverá estar terminada no final de junho para que a época balnear possa abrir em pleno no mês de julho.

Depois de terminada a empreitada de demolição, remoção de resíduos, limpeza do areal e leito da ria, avança a fase final de requalificação, mas apenas a seguir à época balnear.

Segundo Dulce Pássaro, a barra da ilha - onde será construído um novo cais e colocados passadiços - deverá ser posicionada mais acima do local atual.

A ilha da Fuzeta faz parte de um conjunto de ilhas da Ria Formosa, um sistema lagunar único no mundo, alvo de um programa de requalificação denominado "Polis Litoral Ria Formosa".

O programa Polis tem um período de intervenção até 2012 e a área de intervenção é de 48 quilómetros de frente costeira e 57 quilómetros de frente lagunar, abrangendo cinco municípios: Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António.

 

As demolições avançaram hoje na Ilha da Fuzeta

 

 

Fonte: Observatório do Algarve
Booking.com
28
Abr10

971: Aviso Amarelo no Algarve

Tempo no Algarve

Faro

Última actualização da informação:

Terça-feira, 27 de Abril de 2010

Agitação Marítima

Amarelo

Agitação Marítima

Para o período de: 2010-04-27 22:00:00
até: 2010-04-28 21:59:59

Altura Significativa das Ondas

Na costa Sul: ondas de sueste com 1,5 a 2 metros.

 

Fonte: IM

Booking.com
26
Abr10

970: Polis: polémica regressa às ilhas

Tempo no Algarve

A partir de hoje, há sinal verde para avançar com as demolições na Fuseta. Em Faro, na Ilha, moradores estão a organizar-se numa nova associação para evitar que lhes aconteça o mesmo.


 



Foram cerca de duzentas as pessoas a participar na reunião que serviu de base à criação da AUIF - a Associação de Utentes da Ilha de Faro, constituída oficialmente na semana passada. O objectivo será o de 'combater as demolições' na Ilha de Faro, se preciso for recorrendo às vias jurídicas, isto após o levantamento efectuado pela sociedade Polis Ria Formosa que se encontra concluído, mas agora em fase de análise dos dados.


 


Os técnicos do Polis estão a identificar quais das casas na Ilha de Faro - e nas restantes - são efectivamente de primeira habitação, inclusive na área desafectada (concessionada pela Câmara Municipal de Faro) da praia de Faro, uma vez que, segundo o Ministério do Ambiente, parte delas poderá vir a ser demolida.


 


A direcção da AUIF - que conta para já com perto de 200 sócios - só será eleita a 22 de Maio, mas o Observatório do Algarve sabe que uma das primeiras medidas passará pela análise da legalidade do aumento das licenças aos moradores da praia de Faro, que segundo alguns moradores "praticamente triplicaram".


 


O anúncio do aumento foi feito pelo presidente da Câmara de Faro, Macário Correia, a par do aumento de várias outras taxas e licenças, no âmbito da revisão dos regulamentos internos da autarquia. Como exemplo, Macário Correia admitiu que para um espaço de 50 metros quadrados, que actualmente pagará cerca de 30 euros, as licenças passarão a custar cerca de 85 euros.


 


Fuseta pronta para as demolições


 


Já em Olhão, a partir de hoje, a Administração da Região Hidrográfica do Algarve toma posse de todas as casas na Ilha da Fuseta e poderão avançar as demolições, isto após um Inverno rigoroso que 'varreu' quase dois terços das habitações que se encontram em domínio público marítimo.


 


"Tais edificações afetam a qualidade ambiental e paisagística da zona e encontram-se em risco de galgamento e destruição pelas águas do mar, com a consequente dispersão dos respetivos resíduos e inerente perigo para a segurança de pessoas e bens, o que impõe a sua urgente remoção", lia-se no edital publicado a 25 de Março de 2010, avisando os proprietários e o público em geral.


 


Segundo a ARH , as tempestades de mar registadas na praia da Fuzeta destruíram total ou parcialmente 44 das 71 casas existentes naquele núcleo habitacional.


 


Culatra também vai diminuir


 


O Ministério do Ambiente também já adiantou que apenas as casas de primeira habitação vão ser salvas na Culatra, ao abrigo do disposto no Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC), Vilamoura - Vila Real de Santo António, que remonta a 2005.


 


“Nos termos do artigo 38º prevê-se a demolição prioritária das edificações implantadas na duna primária e em áreas de risco e a remoção de todas as edificações que impeçam o livre acesso à praia. Nos termos do artigo 84º, para o núcleo da Culatra prevê-se demolição das construções que correspondam a segunda habitação. Nos termos do artigo 85º, para o núcleo da Armona, prevê-se a demolição das edificações que se encontrem sem condições de habitabilidade, que se encontram em zona de risco ou que se encontrem em situação de ilegalidade”, diz o Ministério.


 


Recorde-se que, segundo a sociedade Polis Litoral Ria Formosa, foi identificado um total de 2 366 construções em toda a área das ilhas-barreira e ilhotes da Ria Formosa.


 


Só na Armona, são 809, na Culatra 377, na Ilha do Farol 439, nos Hangares 162, na Ilha de Faro 248, na Fuseta 77 e na Ilha de Tavira 46. Dispersas pelos ilhotes existem 208. Entre os sete ilhotes, o do Ramalhete é o que apresenta maior número de construções, 64, seguido do Coco com 47 e Ratas com 38.


 


O programa Polis tem um período de intervenção até 2012 e a área de intervenção é de 48 quilómetros de frente costeira e 57 quilómetros de frente lagunar, abrangendo cinco municípios: Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António.


 


Fonte: Observatório do Algarve


Booking.com
26
Abr10

969: Previsão meteorológica para a semana de 26 de Abril a 2 de Maio de 2010

Tempo no Algarve

Previsão meteorológica no Algarve para os próximos dias:


 


Dia 26 (2ªfeira) -  Céu limpo ou pouco nublado. Vento moderado de leste. Pequena subida de temperatura.


 


Máximas: 22ºC - 26ºC


mínimas: 14ºC - 18ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5  metros  Temperatura da água do mar: 19ºC.


 


Dia 27 (3ªfeira)  -  Céu muito nublado por nuvens altas.  Vento moderado de leste .


 


Máximas: 23ºC - 27ºC


mínimas: 14ºC - 18ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5 metros. Temperatura da água do mar: 19ºC.


 


Dia 28 (4ªfeira)  - Céu muito nublado por nuvens altas.  Vento moderado de leste.


 


Máximas: 21ºC - 25ºC


mínimas: 14ºC - 18ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1.5 a 2 metros. 


 


Dia 29 (5ª feira)- Céu  nublado por nuvens altas. Vento moderado de leste.


 


Máximas: 21ºC - 25ºC 


mínimas: 14ºC - 18ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 2 metros.


 


Dia 30 (6ª feira)  - Céu pouco nublado temporiamente nublado por nuvens altas.  Vento moderado de norte. Pequena subida da temperatura.


 


Máximas: 22ºC - 26ºC 


mínimas: 14ºC - 18ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5 metros .


 


Dia 1 (Sábado)  - Céu pouco nublado   Vento moderado de noroeste. Pequena descida da temperatura.


 


Máximas: 23ºC - 27ºC


mínimas: 13ºC - 17ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1  metro.


 


Dia 2 (Domingo) - Céu pouco nublado.  Vento moderado de noroeste.


 


Máximas: 19ºC - 23ºC


mínimas: 12ºC - 16ºC


 


Estado do mar:  Ondas de sudoeste com  1 metro.


 

Booking.com
23
Abr10

968: Polis Ria Formosa: Máquinas para demolições na Fuzeta chegam hoje

Tempo no Algarve

Os trabalhos da montagem do cais e transporte de máquinas para a ilha da Armona - Núcleo da Fuzeta, para permitir a demolição de construções em risco arrancam hoje.


 


Em declarações à Lusa, a ministra do Ambiente, Dulce Pássaro, afirmou que o início das demolições era o concretizar de um objetivo assumido no início do ano.


 


"Estes trabalhos para a requalificação da Ilha da Fuzeta foram só possíveis com a compreensão das pessoas e entidades oficias e deverão estar prontas aquando o início da época balnear. Está dado mais um passo para a requalificação da frente marítima do Algarve", acrescentou a ministra do Ambiente.


 


O Ministério começa hoje a montagem do cais e transporte das máquinas que vão permitir a demolição de construções em risco, remoção de escombros e limpeza final do areal da praia e do leito da Ria Formosa.


 


Todos os proprietários das casas construídas em Domínio Público Hídrico na ilha da Armona aceitaram desocupar as edificações até à data imposta pelo Governo - 23 abril - para que sejam acionadas as demolições nos meados da próxima semana, adiantou fonte da assessoria do Ministério do Ambiente.


 


"Esta primeira fase deverá estar terminada em junho, arrancando a fase final de requalificação a seguir à próxima época balnear", explicou a mesma fonte, referindo que estes trabalhos representam um "investimento superior a 441 mil euros".


 


A monitorização permanente que está a ser feita à ilha registou, nos últimos dias, mais seis construções atingidas pela força do mar, ou seja, o avanço do mar já levou à destruição de cerca de 50 construções daquela ilha.


 


As tempestades de mar registadas na praia da Fuzeta destruíram total ou parcialmente 44 das 71 casas existentes naquele núcleo habitacional.


 


Sete casas foram destruídas em dezembro de 2009, 11 em janeiro de 2010, 17 em fevereiro e mais nove em março, segundo dados da ARH.


 


A 25 março os proprietários daquelas casas foram intimados pela Administração da Região Hidrográfica (ARH) do Algarve a desocupar as edificações até 23 de abril para as demolições avançarem.


 


A ARH toma posse administrativa das edificações a partir de segunda-feira, dia 26, e a partir dessa data as demolições podem avançar.


 


Fonte da assessoria do Ministério do Ambiente garantiu que os trabalhos de demolição estão previstos arrancar em meados da próxima semana.


 


A ilha da Armona faz parte de um conjunto de ilhas da Ria Formosa, um sistema lagunar único no mundo, alvo de um programa de requalificação denominado "Polis Litoral Ria Formosa".


 


O programa Polis tem um período de intervenção até 2012 e a área de intervenção é de 48 quilómetros de frente costeira e 57 quilómetros de frente lagunar, abrangendo cinco municípios: Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António.


 


O objetivo principal é proteger e requalificar a zona costeira visando a prevenção de risco e promovendo a conservação da natureza e biodiversidade com uma gestão sustentável.


 


Fonte: Lusa

Booking.com
21
Abr10

967: Aviso Amarelo no Algarve

Tempo no Algarve

Faro

Última actualização da informação:

Quarta-feira, 21 de Abril de 2010

Precipitação

Amarelo

Precipitação

Para o período de: 2010-04-21 09:00:00
até: 2010-04-22 08:59:59

Chuva/Aguaceiros

Aguaceiros, temporariamente fortes e acompanhados de trovoada.

 

 

Fonte: IM

Booking.com
19
Abr10

966: Bloco de Esquerda exige esclarecimentos do Governo face a lixeira municipal a céu aberto em Olhão

Tempo no Algarve

O Bloco de Esquerda denuncia, em comunicado, que a Câmara Municipal de Olhão tem vindo a «proceder a descargas ilegais de lixo» num «terreno vedado em Piares, freguesia de Quelfes».


 


Segundo o BE, o lixo é «recolhido em vários pontos do concelho, em flagrante incumprimento do regime geral da gestão de resíduos».

Em Fevereiro de 2009, e na sequência da denúncia apresentada pela associação “Somos Olhão! Movimento de Cidadania Activa”, o Núcleo de Protecção Ambiental do Destacamento Territorial de Faro da Guarda Nacional Republicana emitiu o respetivo Auto de Notícia por Contra-Ordenação.

O BE acrescenta que, nessa altura, a autarquia olhanense foi «igualmente notificada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve».

No passado dia 22 de Março, ainda segundo o Bloco, terá sido levantado novo Auto de Notícia por Contra-Ordenação, que foi enviado à Inspecção-Geral do Ambiente e do Ordenamento do Território.

Para o Bloco de Esquerda, é «inadmissível que a situação de manifesta irregularidade da lixeira em causa se mantenha, um ano após a notificação por partes das entidades responsáveis».

Por isso, as deputadas Cecília Honório e Rita Calvário exigem que a ministra do Ambiente e do Ordenamento do Território torne públicas as medidas instauradas junto da Câmara Municipal de Olhão «no sentido de suspender esta manifesta agressão ambiental com evidentes implicações ao nível da saúde pública».


 


Fonte: Barlavento Online

Booking.com
19
Abr10

965: Previsão meteorológica para a semana de 19 de Abril a 25 de Abril de 2010

Tempo no Algarve

Previsão meteorológica no Algarve para os próximos dias:


 


Dia 19 (2ªfeira) -  Céu muito nublado com abertas. Vento fraco. Aguaceiros até final da manhã.


 


Máximas: 17ºC - 21ºC


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1.5 a 2  metros  Temperatura da água do mar: 18ºC.


 


Dia 20 (3ªfeira)  -  Céu muito nublado. Aguaceiros a partir da tarde.  Vento moderado de sueste .


 


Máximas: 18ºC - 22ºC


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1.5 a 2 metros. Temperatura da água do mar: 18ºC.


 


Dia 21 (4ªfeira)  - Céu muito nublado.  Aguaceiros e condições favoráveis à ocorrência de trovoadas.  Vento fraco a moderado de sudoeste. Pequena descida da temperatura máxima.


 


Máximas: 16ºC - 20ºC


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1.5 a 2.5 metros. 


 


Dia 22 (5ª feira)- Céu  nublado diminuindo de nebulosidade para a tarde. Possibidade de ocorrência de aguaceiros.. Vento moderado a forte de sudoeste..


 


Máximas: 16ºC - 20ºC 


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 a 2 metros.


 


Dia 23 (6ª feira)  - Céu pouco nublado temporiamente nublado.  Vento moderado de oeste. Pequena subida da temperatura.


 


Máximas: 18ºC - 22ºC 


mínimas: 11ºC - 15ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 a 1.5 metros .


 


Dia 24 (Sábado)  - Céu pouco nublado   Vento moderado de noroeste. Pequena descida da temperatura.


 


Máximas: 18ºC - 22ºC


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1  metro.


 


Dia 25 (Domingo) - Céu pouco nublado.  Vento moderado de noroeste.


 


Máximas: 19ºC - 23ºC


mínimas: 10ºC - 14ºC


 


Estado do mar:  Ondas de sudoeste com  1 metro.


 


Precipitação prevista para esta semana: 5 mm a 20 mm

Booking.com
18
Abr10

964: Olhão: Expomar mostra fundos oceânicos

Tempo no Algarve

“A Biodiversidade e os Ecossistemas Marinhos” é o tema da 7ª Feira do Mar e das Actividades Náuticas – EXPOMAR, de 28 de Abril a 2 de Maio., Regressa ao Jardim Pescador Olhanense com o tema . Exploração dos fundos oceânicos é uma das novidades.


 


Entre as novidades desta edição da Expomar que regressa ao Jardim Pescador Olhanense, está a exposição de equipamento ROV- Remotely operated underwater vehicle (veículo submarino conduzido remotamente) um robô submersível, controlado remota por quem estiver num navio, destinado a explorar os fundos oceânicos.


 


O ROV será apresentado pela Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental, uma das instituições presentes na Expomar, que conta também com as presenças da Estrutura de Missão para os Assuntos do Mar, IPIMAR e Direcção Geral das Pescas, Universidade do Algarve entre outras entidades


 


Subordinada ao tema “A Biodiversidade e os Ecossistemas Marinhos”, a mostra de actividades ligadas ao mar passa pela investigação, mas também pelas actividades lúdicas e desportivas, pescas, aquicultura, num espaço com cerca de 14 mil metros quadrados e 40 expositores.


 


Uma exposição dos meios e actividades da Marinha, demonstrações do cão de água (1 e 2 Maio, 16h00), passeios de kayak na Ria Formosa (1 e 2 Maio, das 15h00 às 18h00) ou campanhas de sensibilização ambiental, são outras das actividades que animarão a feira de Olhão .


 


Paralelamente realizam-se diversos seminários técnicos e debates nomeadamente sobre sobre “O Património Marítimo e Terrestre – propostas de valorização e estudos recentes”, agendado para 29 de Abril, às 15h00, em que intervirão Francisco Alves, director do Departamento de Arqueologia Náutica e Subaquática, Paulo Monteiro, mestrando da Universidade Nova de Lisboa e o arqueólogo Rui Parreira da direcção regional de Cultura do Algarve. Dália Paulo, da Direcção Regional de Cultura do Algarve, modera a sessão.


 


O seminário “A Pesca e a Gestão da Biodiversidade Marinha”, que se realiza a 30 de Abril (15h00), contará com o presidente do IPIMAR, Carlos Costa Monteiro como moderador. Em discussão estará o Livro Verde, levantamento da União Europeia visando a reforma da política comum de pescas. Intervêm técnicos e representantes de associações do sector.


 


O encerramento da Expomar contará com a presença do secretário de Estado Adjunto, da Agricultura e das Pescas, Luís Medeiros Vieira, do Reitor da Universidade do Algarve João Guerreiro e Francisco Leal, presidente da Câmara de Olhão.


 


Fonte: Observatório do Algarve

Booking.com

Pág. 1/3

Calendário

Abril 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

reserva

Booking.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia.Desde já, agradeço a sua informação e ...

  • Cláudia

    Olá!Queria avisar que já descobri os novos horário...

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia. A empresa que efectua o transporte ai...

  • Cláudia

    Olá! Podem actualizar o horário para Julho 2018, p...

  • Tempo no Algarve

    Pode clicar na localização no local de embarque e ...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search