Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Dezembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

  • Anónimo

    Boa tardeGostaria de saber qual o horario do barco...

  • Tempo no Algarve

    Olá. Até meados de Outubro serão publicados os mes...

  • Anónimo

    Gostaria de ver os dados relacionados com a temper...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

22
Dez08

527: Previsão meteorológica para a semana de 22 de Dezembro a 28 de Dezembro de 2008

Tempo no Algarve

Previsão meteorológica no Algarve para os próximos dias (Inclui Natal 2008):


  


Dia 22 (2ªfeira) - Céu pouco nublado temporiamente muito nublado por nuvens altas.  Vento moderado de sueste. . 


 


Máximas: 13ºC - 18ºC


mínimas: 5ºC - 9ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste inferiores a 1 metro. Temperatura da água do mar: 15/16ºC.


 


Dia 23 (3ªfeira)  - Céu muito nublado   Vento moderado de sueste. Aguaceiros fracos. Descida da temperatura máxima.


 


Máximas: 13ºC - 17ºC


mínimas: 5ºC - 9ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro. Temperatura da água do mar:15ºC


 


Dia 24 (4ªfeira) - Céu muito nublado. Vento fraco de leste. 


 


Máximas: 11ºC - 16ºC


mínimas: 4ºC - 8ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 metro.


 


Dia 25 (5ª feira) "Dia de Natal"- Céu pouco nublado. temporiamente nublado por nuvens altas. Vento fraco a moderado de leste. 


 


Máximas: 11ºC - 16ºC 


mínimas: 5ºC - 9ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro.


 


Dia 26 (6ª feira)  - Céu pouco nublado aumentando de nebulosidade para a tarde. Vento moderado de leste.


 


Máximas: 12ºC - 16ºC 


mínimas: 4ºC - 8ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro .


 


Dia 27 (Sábado)  - Céu nublado. Aguaceiros. Vento moderado de leste. 


 


Máximas: 10ºC - 15ºC


mínimas: 4ºC - 8ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 a 2 metros.


 


Dia 28 (Domingo) - Céu nublado. Aguaceiros. Vento moderado de sudoeste.


 


Máximas: 10ºC - 14ºC


mínimas: 3ºC - 7ºC


 


Estado do mar:  Ondas de sudoeste com 1 a 1,5 metros.


 


Precipitação prevista para esta semana: 4 a 10 mm

20
Dez08

Sondagem: Como vai ser o próximo Inverno?

Tempo no Algarve

Encerrada a votação.

Como vai ser o proximo Inverno?  
Selection   Votes
Frio e Seco  33% 6
Frio e Chuvoso  44% 8
Normal  0% 0
Quente e Chuvoso  11% 2
Quente e seco  11% 2
18 votes total

 

 

Nesta sondagem podemos concluir que quem votou acredita no inverno frio e chuvoso com 44% dos votos e 33% acredita mais no inverno frio e seco.

19
Dez08

526: Autoridades avaliam risco de barragens algarvias em caso de catástrofe

Tempo no Algarve

Mais de 80 técnicos começaram esta semana a intensificar a avaliação do risco de ruptura das barragens do Algarve, relativamente ao seu comportamento em situações de catástrofe, nomeadamente sismos e cheias.


 


O trabalho, que se prolongará pelos próximos meses, envolve também a avaliação da utilidade daquelas infra-estruturas como pontos de utilização de água em situações de combate a incêndios florestais.



Para acompanhar aqueles trabalhos, foi constituída uma subcomissão na Comissão Distrital de Protecção Civil , de que fazem parte a Administração da Região Hidrográfica (ARH) do Algarve, Autoridade Nacional de Protecção Civil, Corpos de Bombeiros, Autoridade Nacional de Florestas, Câmaras Municipais e os Grupos de Intervenção de Protecção e Socorro (GIPS) da Guarda Nacional Republicana.



Nas últimas semanas, foi ministrada preparação específica aos técnicos e agentes que participarão nas avaliações, através de um intensivo programa de formação, constituído por seis sessões de 7 horas, em sala e no campo.



O Algarve tem cerca de 4000 infra-estruturas hidráulicas de retenção (pequenas barragens de terra, charcas e açudes), a maioria das quais de utilização agrícola privada, construídas há várias dezenas de anos.



A ARH/Algarve agradece aos proprietários que, no seu interesse, facilitem o acesso às referidas infra-estruturas, já que o trabalho das equipas de vistoria se destina a avaliar as condições de segurança das mesmas, cuja manutenção – de acordo com o Decreto-Lei nº 226-A/2007 de 31 de Maio, que regulamenta a Lei da Água, - compete ao “dono da obra”.



Solicita ainda aos proprietários dos terrenos em que se encontram as infra-estruturas que ali instalem tabuletas com a indicação do seu nome e contactos, de forma a facilitar o trabalho dos avaliadores.


 


Fonte: Barlavento Online

17
Dez08

525: ONU alerta que o Árctico nunca teve tão pouco gelo

Tempo no Algarve

O volume de gelo no Árctico atingiu este ano os níveis mais baixos de sempre, alertou a Organização Meteorológica Mundial (OMM), considerando que o que está a acontecer no Árctico é um dos principais indicadores do aquecimento global. Vários estudos apresentados numa conferência em São Francisco ontem e hoje dão conta do que está a acontecer às regiões polares do planeta.


 


Apesar de em 2008 a temperatura média do planeta ter sido de 14,3 graus Celsius, fazendo dele o ano menos quente deste século – devido ao fenómeno La Niña -, a tendência geral é de aquecimento, defende a OMM. Esta organização estima que 2008 venha a ser o 10º ano mais quente desde que existem registos climáticos, ou seja, desde 1850.



Um relatório apresentado ontem por Michel Jarraud, secretário-geral da OMM, em conferência de imprensa mostra que a camada de gelo que cobre o Árctico está a diminuir, atingindo durante a estação de degelo de 2008 o segundo nível mais baixo desde que se realizam observações de satélite, ou seja, desde 1979. Contudo, a OMM explicou que, “dado que a camada de gelo em 2008 era mais fina, o volume total de gelo era menor do que em qualquer outro ano”. “Esta estação reforçou, claramente, a tendência de diminuição dos últimos 30 anos”, disse Jarraud.



O colapso de um quarto das antigas placas de gelo da Ilha Ellesmere, no Canadá, contribuiu para reduzir a cobertura gelada na região de nove mil quilómetros quadrados há um século para apenas mil quilómetros quadrados.



Segundo Peter Stott - do britânico Hadley Centre, organismo que disponibilizou os dados para o relatório da OMM - “esta década é quase 0,2 graus (Celsius) mais quente comparada à década anterior. Temos de olhar para o problema desta forma, comparando décadas e não anos”.



O relatório da OMM foi baseado nas estatísticas e análises compiladas pelos serviços de meteorologia dos seus 188 países membros e especialistas em institutos especializados.



“Os extremos climáticos, incluindo inundações, secas, tempestades de neve, vagas de calor e frio, foram registados em muitas zonas do mundo”, lembrou a OMM. Em muitas situações, centenas de pessoas acabaram por morrer.



Segundo a OMM, os dez anos mais quentes desde que existem registos globais, desde 1850, aconteceram todos depois de 1997. O mais quente foi 2005.



Cientistas dizem ter a primeira prova do aumento acelerado do degelo no Árctico



Ontem foi apresentado um estudo no encontro anual da American Geophysical Union, em São Francisco, onde os cientistas afirmam ter encontrado a primeira prova inequívoca de que a temperatura no Árctico está a aumentar mais rapidamente do que em qualquer outra parte do mundo, uma década antes do previsto.



De acordo com o jornal “The Independent”, o fenómeno explica-se devido às temperaturas do ar mais elevadas. E isto acontece porque o aumento do degelo no Verão do Árctico está a acumular calor no oceano.



“O gelo no mar está a entrar numa nova fase em que a cobertura de gelo se tornou tão fina que vamos continuar a ter muito pouco gelo, independentemente do que aconteça no Verão a nível de temperatura”, disse Julienne Stroeve, do norte-americano Centro Nacional de Dados sobre Neve e Gelo, em São Francisco, citada pela BBC online.



Stroeve alerta para o aumento anormal das temperaturas durante o Outono na região (Setembro, Outubro e Novembro), quando o gelo começa a regressar ao Árctico.



Outro resultado divulgado hoje na conferência em São Francisco, e noticiado pela CNN, diz respeito a uma investigação da NASA (agência espacial norte-americana), segundo a qual entre 1,5 triliões e dois triliões de toneladas de gelo na Gronelândia, Antárctica e Alasca têm estado a derreter a um ritmo mais acelerado desde 2003. Segundo o geofísico Scott Luthcke, que coordenou o estudo, “uns poucos graus de alterações (na temperatura) podem aumentar a quantidade de massa (de gelo) perdida e que contribui para o aumento do nível do mar e alterações nas correntes dos oceanos”.



 


Fonte: Publico

15
Dez08

524: Previsão meteorológica para a semana de 15 de Dezembro a 21 de Dezembro de 2008

Tempo no Algarve

Previsão meteorológica no Algarve para os próximos dias:


  


Dia 15 (2ªfeira) - Céu pouco nublado.  Vento moderado a forte de norte. Tempo frio. 


 


Máximas: 10ºC - 14ºC


mínimas: 2ºC - 6ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 2 a 2,5 metros diminuindo para 1 a 1,5 metros. Temperatura da água do mar: 15ºC.


 


Dia 16 (3ªfeira)  - Céu pouco nublado aumentando de nebulosidade.  Vento moderado a forte de noroeste. Descida de temperatura mínima. Pequena subida da temperatura máxima.


 


Máximas: 10ºC - 15ºC


mínimas: 1ºC - 6ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 metro. Temperatura da água do mar:15ºC


 


Dia 17 (4ªfeira) - Céu muito nublado diminuindo de nebulosidade. Vento fraco de direcção variável.. Subida de temperatura.


 


Máximas: 11ºC - 16ºC


mínimas: 4ºC - 8ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 metro.


 


Dia 18 (5ª feira) - Céu pouco nublado. Vento fraco a moderado de nordeste. Descida de temperatura máxima. Tempo frio.


 


Máximas: 11ºC - 15ºC 


mínimas: 3ºC - 7ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 metro tornando-se de sueste com 1 metro.


 


Dia 19 (6ª feira)  - Céu pouco nublado. Vento moderado de nordeste. Descida da temperatura mínima.


 


Máximas: 12ºC - 16ºC 


mínimas: 2ºC - 6ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro aumentando para 1,5 a 2 metros.


 


Dia 20 (Sábado)  - Céu pouco nublado. Vento moderado a forte de leste. 


 


Máximas: 10ºC - 16ºC


mínimas: 4ºC - 8ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 2 a 3 metros.


 


Dia 21 (Domingo) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento moderado a forte de leste.


 


Máximas: 10ºC - 16ºC


mínimas: 3ºC - 7ºC


 


Estado do mar:  Ondas de sueste com 2 a 3 metros.


 


Precipitação prevista para esta semana: 1 a 3 mm

13
Dez08

Resumo do Mês de Novembro de 2008

Tempo no Algarve

 

Novembro de 2008
Média das Máximas: 18.5ºC (-0.9ºC)
Média das mínimas: 8.9ºC (-2.0ºC)
MÈDIA: 13.7ºC (-1.5ºC)
Temperatura MÀXIMA mais alta: 22.8ºC (dia 22)
Temperatura MÁXIMA mais baixa: 13.4ºC (dias 26 e 28)
Temperatura mínima mais alta: 12.7ºC (dia 11)
Temperatura mínima mais baixa: 3.5ºC (dia 29)
Nº dias com temperaturas MÁXIMAS superiores a 20ºC: 6
Nº dias com temperaturas mínimas inferiores a 5ºC: 1
Precipitação: 25 mm
Precipitação máxima diária: 12 mm (dia 28)
Nº dias com precipitação superior a 10 mm: 1 (dia 28)
Nº dias com precipitação: 3
 
 
 
Download do Relatório do Mês de Novembro clique aqui.
13
Dez08

523: FARO: Orçamento “olha” para metro de superfície

Tempo no Algarve

Um estudo de viabilidade para um metro de superfície com ligação a Olhão e Loulé e cinco novos parques de estacionamento são algumas das propostas do orçamento do Município de Faro para 2009. (Áudio)


 



A proposta, ontem apresentado aos jornalistas e que será analisada em Assembleia Municipal a 19 de Dezembro, salienta como "grande projecto de futuro" da cidade a implementação de um metro de superfície entre Faro e Loulé.


 


Em 2009, a Câmara de Faro prevê também dar início ao processo que levará à construção de cinco novos parques de estacionamento, com capacidade para entre 200 a 250 viaturas cada, com recurso a parcerias público-privadas.


 


As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2009 contemplam verbas na ordem dos 78 milhões de euros, estando a prioridade da autarquia centrada nas áreas escolar, social e da mobilidade, trânsito e estacionamento.


 


O estudo de viabilidade do metro de superfície deverá arrancar em 2009 e inclui a avaliação custo/benefício e económico-financeira do projecto, que José Apolinário considera “viável a 10 anos”.


 


"Pensamos ser possível fazer o estudo com 50 mil euros", disse ainda o presidente da Câmara de Faro, precisando que há uma verba de 400 mil euros para projectos e estudos.


Segundo o autarca, o avanço do projecto do metro - cuja linha teria nove estações, ligando a Pontinha, na baixa da cidade, ao Parque das Cidades, junto a Loulé -, só será possível em articulação com a requalificação da linha ferroviária do Algarve.


 


O projecto é inspirado no modelo "train-tram", que já existe em cidades europeias como Estrasburgo e Bordéus e representa uma solução para a ligação entre as cidades de Olhão, Faro e Loulé, prevendo-se interfaces com comboios.


 


Um plano preliminar prevê a linha do metro de superfície com origem na Pontinha, passando depois no Bom João, Penha, Senhora da Saúde (zona do Fórum Algarve), estação de comboios de Faro, Montenegro, aeroporto, até chegar ao Parque das Cidades (áudio).


 


Mais lugares para estacionar


 


Os cinco novos parques de estacionamento - cuja construção deverá ser feita em subterrâneo ou edifício-silo -, deverão ficar implantados na baixa da cidade, frente ao Hotel Faro, Bom João, Avenida 5 de Outubro, Penha e junto à escola Afonso III.


 


Em 2009, a autarquia prevê concluir os projectos-base para depois os apresentar em Assembleia Municipal para se poder avançar com uma proposta de parceria público-privada para a construção e eventual exploração.


 


A entrada em funcionamento dos cinco novos parques representa que até ao final de 2011 haja mais 1.200 lugares de estacionamento subterrâneo na cidade, frisou José Apolinário.


Com obras em curso estão os parques das Mouras Velhas - com 220 lugares e que aguarda parecer arqueológico das autoridades competentes na matéria -, e junto às Piscinas Municipais, com 175 lugares.


 


No total, sem contar com os novos parques, haverá cerca de 600 novos lugares de estacionamento de superfície na cidade, decorrentes da conclusão destas obras e de alguns trabalhos de reorganização do estacionamento.


 


Na área da mobilidade, José Apolinário sublinhou ainda a importância da conclusão da segunda fase da variante de acesso a Faro e a ligação da cidade à Via Infante.


Nas Grandes Opções do Plano para 2009 está também prevista a continuação da recuperação da antiga Fábrica da Cerveja, para onde está prevista a construção de um Museu de Arte Contemporânea.


 


Fonte: Observatório do Algarve


13
Dez08

522: Alerta Laranja no Algarve

Tempo no Algarve

Faro

Última actualização da informação:

Sábado, 13 de Dezembro de 2008

 

Laranja

Vento

Para o período de: 2008-12-13 12:00:00
até: 2008-12-14 02:59:59

Raj. Máx. Vent.: 91.0 kph - 130.0 kph

 

Laranja

Vento

Para o período de: 2008-12-13 12:00:00
até: 2008-12-14 02:59:59

Vel. Méd.: 71.0 kph - 90.0 kph

 

Laranja

Vento

Para o período de: 2008-12-13 12:00:00
até: 2008-12-14 02:59:59

Vento do quadrante oeste forte a muito forte (40 a 60 km/h) com rajadas ate 100 km/h.

 

Amarelo

Agitação Marítima

Para o período de: 2008-12-13 08:00:00
até: 2008-12-14 19:59:59

Alt. Sig. Ondas: 4.0 m - 5.0 m

 

Amarelo

Agitação Marítima

Para o período de: 2008-12-13 08:00:00
até: 2008-12-14 19:59:59

Na costa Ocidental: Ondas de noroeste com 4 a 5 metros.

 

 

Fonte: IM

11
Dez08

521: UNESCO baptiza centro em Olhão

Tempo no Algarve

O Algarve vai ter um centro internacional de investigação na área da gestão dos recursos hídricos. Minimizar impacto de um tsunami é um dos objectivos.


 



Peritos da organização estão hoje no Algarve a avaliar as condições para instalar na região um centro UNESCO na área da ecohidrologia costeira, um projecto que envolve três ministérios e outras entidades.


 


No mundo inteiro, existem apenas 17 centros do género sob a égide daquela organização internacional, um conjunto restrito que vai contar agora com mais um equipamento, cujos laboratórios ficarão instalados em Olhão.


 


Segundo o responsável pela proposta apresentada à UNESCO, Luís Chícharo, o centro, apesar de ter o apoio científico da instituição que impulsionou o projecto, será autónomo da Universidade do Algarve.


 


Um edifício está a ser construído em Olhão para acolher os laboratórios, que de início funcionarão num outro espaço, prevendo-se que em Faro funcione o secretariado e que haja uma estação de campo em Vila Real de Santo António.


 


Esta estação de campo deverá estar preparada para receber cursos internacionais e servir como zona para ensaiar algum trabalho prático na área da ecohidrologia, cujas aplicações se estendem a vários níveis.


 


Como exemplo, Luís Chícharo comparou a abordagem usada na ecohidrologia à medicina alternativa, onde em vez de se ministrar antibióticos e agir de forma drástica, se age de forma preventiva para melhor gerir os recursos.


 


"A ideia é melhorar o funcionamento dos sistemas aquáticos usando os processos internos dos próprios ecossistemas", referiu, acrescentando que a aposta está na prevenção e não em agir drasticamente.


 


'Sentido proibido' para tsunamis


 


Uma das aplicações possíveis é, segundo aquele docente da Universidade do Algarve, por exemplo, a plantação de árvores junto às zonas costeiras para a protecção contra tsunamis.


"Se houver árvores plantadas perto das zonas costeiras, forma-se uma barreira natural que pode minimizar o impacto da onda e atenuar uma possível catástrofe", exemplificou.


 


Outras aplicações que usam os mecanismos naturais do próprio ecossistema para solucionar problemas hídricos podem ser a utilização de bivalves para filtrar a poluição ou de plantas para reter excesso de nutrientes.


 


"A vantagem é que são sistemas muito baratos e que podem ser exportados para países em desenvolvimento, uma questão que tem merecido a atenção da UNESCO", sublinha Luís Chícharo.


 


Segundo o professor, a instalação de um centro do género em Portugal assume uma grande importância porque representa quase uma mudança de paradigma, já que vez de importar, como habitualmente, Portugal poderá exportar conhecimento.


 


A candidatura portuguesa à instalação do centro da UNESCO foi apresentada em Janeiro deste ano e desenvolvida pela Comissão Nacional do Programa Hidrológico e contou com o apoio científico da Universidade do Algarve.


 


Em Abril, deverá ser apresentado o relatório elaborado pelos peritos que estão de visita ao Algarve, que se encontram no terreno já na fase final do estudo de viabilidade para a implantação do centro.


 


A proposta deverá merecer aprovação definitiva e formal na próxima reunião da Conferência Geral da UNESCO, altura em que se juntam os 193 países da organização, que têm que ratificá-la.


 


Nas avaliações que estão em curso no Algarve, participam representantes de três ministérios, Ciência e Tecnologia, Ambiente e Negócios Estrangeiros, a par de autarquias e entidades locais de gestão da água.



 


Fonte: Observatório do Algarve

10
Dez08

520: Ambiente: Portugal é o 15º país com melhor desempenho, entre os 57 mais industrializados

Tempo no Algarve

Portugal está classificado em 15.º lugar num ranking internacional, hoje divulgado, que avalia o desempenho dos 57 países mais industrializados ao nível da protecção do ambiente e do combate às alterações climáticas.


 


 


Segundo o Climate Change Performance Index (CCPI), elaborado anualmente pela Rede Europeia de Acção Climática e pela organização não governamental GermanWatch, nenhum dos países analisados, conjuntamente responsáveis por mais de 90 por cento das emissões de dióxido de carbono associadas à energia, tem uma prestação considerada satisfatória no que diz respeito à protecção ambiental.


 


Os autores deste estudo alegam que nenhum dos estados está a fazer os esforços que seriam necessários para assegurar que, à escala global, o aumento de temperatura seja inferior a dois graus, pelo que os três primeiros lugares do CCPI ficaram este ano por ocupar.


 


Relativamente ao ano passado, Portugal desce da 13.ª para a 15.ª posição, mas o facto de nenhum país estar no pódio faz com que esta alteração possa até ser interpretada como a subida de um lugar, segundo a associação ambientalista Quercus, que integra a Rede Europeia de Acção Climática.


 


De acordo com a Quercus, a boa posição relativa ocupada por Portugal reflecte o facto de o país "ter emissões per capita relativamente baixas e ter um conjunto de medidas consignadas, mesmo que ainda não implementadas, para as reduzir".


 


Apesar disso, o país tem registado um "aumento praticamente sistemático das emissões de dióxido de carbono desde 1990", manifestando "dificuldades no cumprimento do Protocolo de Quioto", segundo os ambientalistas.


 


Este ano, Suécia, Alemanha, França, Índia e Brasil lideram o ranking, elaborado com base na análise da política climática seguida em cada país, da tendência de evolução das emissões ao longo dos últimos anos e no nível actual de emissões, integrando variáveis como o produto interno bruto e as emissões per capita.


 


Espanha surge na 28.ª posição desta tabela, onde a Arábia Saudita, o Canadá e os Estados Unidos figuram nos últimos lugares.


 


Divulgado hoje na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, que decorre na Polónia, este estudo visa aumentar a pressão política e social sobre os países mais industrializados do mundo para que estes reduzam as emissões de dióxido de carbono, reforçando as medidas de protecção do ambiente.


 


Fonte: LUSA

Calendário

Dezembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

  • Anónimo

    Boa tardeGostaria de saber qual o horario do barco...

  • Tempo no Algarve

    Olá. Até meados de Outubro serão publicados os mes...

  • Anónimo

    Gostaria de ver os dados relacionados com a temper...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search