Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Julho 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

reserva

Booking.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

  • Tempo no Algarve

    Os horários mantém-se os mesmos.

  • Anónimo

    Bom dia. E atualizações? 2019?

  • Rafaela

    Post muito bom, concordo, a melhor passagem de ano...

  • Tudo Mesmo

    Bem interessante que deve ser!!

  • Fotografia

    Ótimo informativo de previsão do tempo, a previsão...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

15
Jul08

Ranking meteorológico do Algarve

Tempo no Algarve

Dia 14 de Julho de 2008


 


Temperaturas Máximas:


 


1 - São Brás de Alportel 29.6 ºC


2 - Tavira 29.2 ºC


3 - Faro (Aeroporto) 28.3 ºC


4 - Olhão 28.3 ºC


5 - Sagres 27.1 ºC 


6 - Monchique 24.2 ºC


 


Temperaturas mínimas:


 


1 - Sagres 16.2 ºC


2 - Monchique 16.6 ºC


3 - São Brás de Alportel 17.0 ºC


4 - Olhão 18.1 ºC


5 - Tavira 19.3 ºC


6 - Faro (Aeroporto) 19.6 ºC


 


Fontes: IM, INAG e CCVT

Booking.com
15
Jul08

361: Director coordenador da REN diz que Apagão pode voltar a acontecer

Tempo no Algarve

Artur Lourenço: "Algarve é das regiões com mais fragilidade na rede de distribuição"
No passado dia 11 de Julho toda a região algarvia ficou sem electricidade durante 14 minutos, das 10:51 às 11:05 horas. Contactada pelo Região Sul a Rede Eléctrica Nacional (REN) disse que o corte surgiu inesperadamente quando funcionários faziam “ensaios normais” na Sub-Estação de Sines, salientando que o problema se deveu à “fragilidade da rede de transporte de electricidade no Algarve” que “é das mais fracas do país”. Em entrevista a este jornal, o director coordenador da REN, Artur Lourenço, diz que o consumo no Algarve está “a crescer a ritmo muito elevado” e que a solução só passa pelo reforço da rede.

Concretamente, o que levou ao apagão total no Algarve no passado dia 11?

A REN estava a proceder a ensaios na subestação de Sines para a entrada na Rede de uma nova central de cogeração naquela zona. Durante o ensaio deu-se uma falha técnica no sistema que impediu o transporte de energia para grande parte do sul do país. Como se tratava de um ensaio estávamos particularmente atentos ao sistema e, felizmente, foi possível restabelecer o abastecimento em apenas 14 minutos.

No imediato, fonte da REN falou ao Região Sul sobre “fragilidade na rede de transporte” na região algarvia, e que a situação “podia voltar a verificar-se”. Porquê?

É público que o Algarve é uma das regiões que mais fragilidade apresenta na rede de transporte de energia. Por outro lado o consumo de energia tem crescido a um ritmo muito elevado. O carácter sazonal dos picos de consumo é também uma dificuldade com que temos de lidar. É exactamente por estas razões que a REN tem em curso um fortíssimo plano de investimentos, a que chamamos via do infante da energia, para a região. A concretização deste plano é essencial para garantir a segurança do abastecimento. Até lá não estamos livres de que este tipo de situações não se voltem a repetir. Os problemas estão perfeitamente identificados e a solução passa pela execução dos investimentos que já estão no plano de investimentos da empresa que muito recentemente foi apresentado à CCDR Algarve. Recordo que o plano prevê novas linhas, o reforço das actuais e o estabelecimento de uma interligação com a Andaluzia (Tavira-Guilhena). Talvez o mais importante destes projectos seja a introdução de uma nova linha de 400 kv que, caso estivesse em funcionamento, evitaria este corte de energia. Este plano permitirá duplicar a capacidade energética da região.

Existem entraves.

Eu não lhe chamaria entraves. Mas é inútil negar que as contestações à posteriori dos prazos de consulta pública, influenciam negativamente os prazos estabelecidos. Repare que todas as infra-estruturas da REN estão sujeitas a Estudos de Avaliação de Impacto Ambiental. Durante esse estudo as partes interessadas estão convidadas a discutir e a participar no planeamento. Os nossos investimentos decorrem de acordo com um cronograma de trabalhos. A interrupção, à posteriori, desses trabalhos tem sempre uma influência negativa na evolução da rede de transporte. A REN é muito sensível às preocupações apresentadas e a segurança do abastecimento e das populações é, para nós, um valor inegociável. Temos feito um enorme esforço no sentido de esclarecer e informar as populações. A resposta passa evidentemente por aí: mais informação e mais esclarecimento.

Como decorre o processo da via do infante da energia, que foi apresentado em Abril último como uma infra-estrutura que estaria pronta em 2010?

A REN é apenas a concessionária. Mas estamos cientes da importância que este plano tem para a fiabilidade e segurança do abastecimento da região. Da nossa parte podemos garantir que em 2010 os mais importantes trabalhos estarão mesmo concluídos.
 

 

Fonte: Região Sul

Booking.com

Calendário

Julho 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

reserva

Booking.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

  • Tempo no Algarve

    Os horários mantém-se os mesmos.

  • Anónimo

    Bom dia. E atualizações? 2019?

  • Rafaela

    Post muito bom, concordo, a melhor passagem de ano...

  • Tudo Mesmo

    Bem interessante que deve ser!!

  • Fotografia

    Ótimo informativo de previsão do tempo, a previsão...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search