Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Abril 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Pesquisa

Custom Search

subscrever feeds

Mais sobre mim

18
Abr08

231: OLHÃO: Autoridades procuram mariscador desaparecido

Tempo no Algarve
As autoridades estão à procura de um mariscador de 70 anos que quinta-feira desapareceu do local onde exercia a actividade, um viveiro de amêijoas entre Olhão e a Fuseta.

Segundo a mesma fonte, o barco e apetrechos do homem foram encontrados, mas a equipa de mergulhadores e agentes da Polícia Marítima, apoiados por motas de água e três embarcações, não conseguiram detectar o homem.


O mariscador tinha alegadamente problemas cardíacos e nadava mal, segundo as autoridades.


As buscas tiveram início quinta-feira, cerca das 15h40, e foram interrompidas por volta das 20h00.


Foram retomadas hoje às 07h00 com os mesmos meios, tendo a Polícia Marítima solicitado a presença de mergulhadores dos Bombeiros Municipais de Olhão.


O local de onde o homem desapareceu é um viveiro de amêijoas localizado na Regueira das Barcas, entre Olhão e a Fuseta.



 

Fonte: Observatório do Algarve
18
Abr08

230: Mau tempo: Três barras algarvias fechadas

Tempo no Algarve

Três barras do Algarve e duas do Centro/norte do Continente encontram-se encerradas ou condicionadas devido ao mau tempo.




Cerca da meia-noite de quinta-feira foram encerradas as barras algarvias de Faro/Olhão (às 23h15), Tavira (00h53 de hoje) e Vila Real de Santo António (00h39 de hoje), mantendo-se aberta apenas a barra de Portimão, revela fonte do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo.


A barra de Aveiro encontra-se desde as 19h00 de quinta-feira condicionada a embarcações de comprimento superior a 15 metros.


A barra da Figueira da Foz foi encerrada às 22h00 de quinta-feira.


 


Fonte: Observatório do Algarve


17
Abr08

229: Mau tempo: Protecção Civil acciona alerta "amarelo" a partir das 20h00

Tempo no Algarve

A Protecção Civil vai accionar o alerta "amarelo", o segundo de uma escala de quatro níveis, a partir das 20h00 de hoje, devido à previsão de chuva, vento e ondulação forte.


Em comunicado, a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) refere que o Comando Nacional e os Comandos Distritais de Operações de Socorro vão estar em alerta "amarelo" até às 20:00 do próximo domingo.

O alerta "amarelo" significa um "reforço da estrutura operacional e maior preparação dos agentes de protecção civil para o socorro imediato".

O Instituto de Meteorologia (IM) prevê um "agravamento" do estado do tempo a partir do final da tarde de hoje no Continente.

De acordo com o IM, durante a noite de hoje e a próxima madrugada o vento vai soprar forte a muito forte do quadrante Sul em todo o Continente, sobretudo nas terras altas das regiões Norte e Centro, onde deverá soprar muito forte.

O IM prevê, igualmente, chuva durante o mesmo período, que será forte nas regiões do Norte e Centro.

Até segunda-feira mantêm-se condições para a ocorrência de precipitação e vento, por vezes forte em todo o território, adianta um comunicado do IM.

Por sua vez, a Autoridade Nacional de Protecção Civil prevê inundações no meio urbano, danos em estruturas montadas ou suspensas, aumento do número de acidentes de viação devido ao piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água, além de queda de árvores.

A ANPC recomenda à população que feche as portas e janelas, o adiamento de viagens para as zonas mais afectadas, uma condução com cuidado e velocidade reduzida.


 


Fonte: LUSA

17
Abr08

228: Alerta Laranja no Algarve

Tempo no Algarve

Informação do Aviso

Vento-LARANJA
clock.gif

Início

quinta-feira, 17 Abril 2008 às 18:00 (UTC).

Fim

sexta-feira, 18 Abril 2008 às 11:59 (UTC).

Vento Muito Forte relativamente à Velocidade Média e Rajada Máxima

No litoral, vento de sudoeste até 65 km/h, com rajadas até 100 km/h.

Informação do Aviso

Agitação Marítima-AMARELO
clock.gif

Início

quinta-feira, 17 Abril 2008 às 18:00 (UTC).

Fim

sexta-feira, 18 Abril 2008 às 05:59 (UTC).

Agitação Marítima relativamente à Altura Significativa

Na costa ocidental, ondas de oeste com 5 metros.

 

Fonte: IM

17
Abr08

227: Pássaros "às secas" nos Salgados

Tempo no Algarve

Um esvaziamento fora de tempo transformou a Lagoa dos Salgados num “deserto”. Ambientalistas nem queriam acreditar no que viram. (veja o vídeo e as fotos)




A Lagoa dos Salgados - situada entre os concelhos de Silves e Albufeira -, uma das mais importantes zonas ecológicas do Algarve, sofreu um esvaziamento na semana passada que está a criar alvoroço no seio de várias associações ambientais.


Como está junto a um campo de golfe - propriedade da Herdade dos Salgados - e para evitar inundações, no Inverno, é costume abrir um canal até ao mar. No entanto esta acção foi feita em plena Primavera, altura em que as aves estão a nidificar.


“A lagoa já foi aberta duas vezes este ano mas a esta altura do ano não devia ter sido feito. A zona parece um deserto. Milhares de aves desapareceram totalmente”, confessa ao Observatório do Algarve João Ministro, da associação Almargem.


Aves como o pernilongo, o camão, o papa-ratos ou a garça vermelha, que usam a área de 149 hectares para nidificar durante a Primavera, já não o vão fazer este ano, garante João Ministro, afirmando que algumas terão fugido para a Ria Formosa, não se sabendo se já teriam começado a nidificar. Ao todo, no pico da época de nidificação, a Lagoa dos Salgados chega a albergar perto de 1500 aves.


João Ministro sublinha ainda que o campo de golfe foi mal planificado, já que está construído sobre uma zona de cheia da Lagoa dos Salgados, o que leva a ser esvaziada mais vezes que o normal e ressalva que há maneiras menos agressivas para libertar a água, como a bombagem, mas que envolve custos mais elevados.


“A lagoa fecha naturalmente, o que demora entre duas a três semanas, mas a ondulação não tem estado muito forte, por isso deverá demorar mais tempo”, admite.


Por enquanto ainda não foi feita qualquer queixa por parte da Almargem ou outra qualquer associação, mas a hipótese não está fora de questão: “Estamos a ver a situação com algumas associações de defesa do ambiente, incluído a SPEA (Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves), e vamos tomar decisões em breve”.


Recorde-se que a SPEA chegou mesmo a cancelar uma visita programada de observação de aves, devido à nova situação da lagoa.



CCDR deu luz verde



Contactada pelo Observatório do Algarve, fonte da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR-Alg) confirmou que a abertura da Lagoa dos Salgados foi autorizada pela entidade: “Após um episódio intenso de precipitação, e tendo o nível da lagoa subido bruscamente, optou-se por autorizar a abertura da barra nesta altura", adianta a CCDR-Alg.


A medida terá servido como acção preventiva, com receio de que o nível das águas subisse para níveis não desejados. "Optou-se por autorizar a abertura da barra nesta altura, já que se temeu que, com novos episódios de precipitação, se tornasse forçoso abrir a barra com a época de nidificação mais avançada (ou que ocorresse uma abertura natural da barra), com prejuízos porventura mais graves e com menor possibilidade de reposição do nível de água na lagoa durante a época de estio”.


A mesma fonte salienta ainda a complexidade da gestão destes sistemas lagunares, em que pesam vários factores: "É necessário ponderar e conciliar variáveis diversas como a imprevisibilidade dos fenómenos climatéricos, a qualidade da água, a capacidade de suporte para a fauna aquática, a variação do nível da água, a qualidade da praia balnear adjacente e a salvaguarda de bens materiais nas imediações da zona húmida", esclarece.


De acordo com a CCDR-Alg, a Lagoa dos Salgados será fechada durante o dia de quinta-feira, com a reposição da areia entretanto removida.



 

 


 



 


Fonte: Observatório do Algarve


 


Salgados: SPEA apelida situação de "desastre ambiental"



A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves diz que o esvaziamento da Lagoa dos Salgados, em plena época de nidificação, é um desastre ambiental.

 




Segundo a SPEA, a acção autorizada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve "deixou a seco uma das mais importantes zonas húmidas do litoral algarvio e deitou a perder dezenas de ninhos de espécies protegidas e raras que na altura nidificavam nas ilhas e sapais da lagoa, entre os quais o único casal nidificante de Pêrra em Portugal (uma das espécies de aves mais ameaçadas na Europa)".


Para além disso, diz a SPEA, ficaram ameaçados cerca de 40 casais de Perna-longa, 45 casais de Alfaiate, 3 casais de Caimão, 2 casais de Zarrocomum, 3 casais de Pato-colhereiro (os Salgados são um dos raros locais de nidificação destas duas espécies em Portugal), 5 casais de Frisada, 7 casais de Borrelho-de coleira-interrompida e 4 casais de Andorinha-do-mar-anã.


Em comunicado, a SPEA acusa a CCDR-Alg de violar um compromisso, por razões difíceis de compreender: "A Almargem e outros grupos de conservação da natureza acordaram com a CCDRA uma regulação das operações de abertura da lagoa ao mar, que permitia a abertura regular durante o período de Inverno (até 1 de Março), quando as chuvas são mais frequentes e as aves mais móveis, mas impedia qualquer abertura durante a Primavera, quando as aves utilizam as ilhas e sapais da Lagoa para construir os seus ninhos", afirma.


"Esta acção, ignorando outras soluções possíveis, causou um desastre ambiental com sérias consequências a nível da biodiversidade e da imagem do país", conclui.


 


Fonte: Observatório do Algarve


16
Abr08

226: Algarve pode poupar milhões de euros com «Carta Energética do concelho»

Tempo no Algarve

O Algarve pode poupar vários milhões de euros em consumos energéticos depois de aderir à "Carta Energética do concelho", um projecto que permite conhecer os consumos reais das autarquias desde a electricidade à água.


Catorze das 16 câmaras algarvias, à excepção de Faro e São Brás de Alportel, estão a aderir à "Carta Energética do concelho", indicou a Agência Regional de Energia Ambiental do Algarve (AREAL).

"Tal como há a "Carta Educativa", que é o planeamento da rede escolar, há a "Carta Energética" que é um plano com a descrição dos fluxos energéticos do concelho, explicou à Lusa Macário Correia, o presidente da AREAL.

No fundo é ter uma política energética a nível concelhio que permite saber que poupanças se podem efectuar, e que podem chegar a vários milhares de euros, defendeu Macário Correia.

"Saber o que é que gastamos de energia e de onde é que ela vem, e por outro lado, ver onde se pode reduzir os consumos e onde se podem fazer melhorias de eficiência energética" são alguns dos objectivos, explicou Macário Correia.

O director da AREAL José Torrão, por seu turno, recordou que num estudo realizado entre 2001 e 2006, em todos os concelhos algarvios, excepto Lagoa e São Brás de Alportel, conseguia-se poupar "1,4 milhões de euros sem um tostão de investimento" só na melhoria de contratos dos consumidores de meia tensão e baixa tensão especial.

Conhecer os consumos reais de energia eléctrica e compará-los com a factura da EDP pode permitir poupar, só em iluminação pública, entre dois a três mil euros por ano numa Câmara como a de Albufeira, mencionou ainda o director da agência AREAL.

A "Carta Energética" é uma espécie de "google earth" (pesquisa com imagens de satélite, terrenos e edificações a três dimensões) que com mapas normais e fotos aéreas permite fazer um "zoom" num sítio da Internet e ver os edifícios das câmaras.

Todos os consumos, auditorias energéticas, aparelhos electrodomésticos, projectos realizados e a decorrer, entre outras informações, é possível conhecer através da "Carta Energética do concelho", enumera José Torrão, da AREAL.

"Os edifícios camarários vão estar georeferenciados o que vai permitir saber, por exemplo, quanto gastam em iluminação pública", acrescenta, referindo que a maior das câmaras "só sabe quanto paga, mas não sabe quanto gasta detalhadamente para poder poupar.

Serve também de prova para perceber se as facturas estão correctas e poder contrapô-las com outras informações credíveis, sustenta a AREAL, empresa que está a concretizar o projecto Carta Energética do concelho.

As Câmara de Albufeira e Tavira são as que estão em fase mais avançada no processo, logo seguidas das autarquias de Lagos, Portimão e Aljezur, enquanto que Loulé está ainda em fase de estudo.

Faro e São Brás de Alportel ainda não mostraram vontade de estabelecer o protocolo com a AREAL, informou aquela agência.

A Lusa contactou a Câmara de Faro, e segundo o presidente José Apolinário, aquela autarquia "prefere tirar partido do protocolo estabelecido entre a Associação Nacional de Municípios Portugueses e a EDP para fazer estudos de controlo energético".

A AREAL é uma associação de direito privado sem fins lucrativos e foi constituída em Julho de 2000 no âmbito do Projecto SAVE II da Comunidade Europeia.


 


Fonte: LUSA

16
Abr08

225: Chuvas de Abril melhoraram seca de Março

Tempo no Algarve
A situação de seca meteorológica existente em Março em todo o território foi entretanto desagravada devido às chuvas que caíram na segunda semana de Abril.

De acordo com o último relatório mensal sobre informação climática, metade do país estava em Março em situação de seca moderada, 13 por cento em seca severa e 37 por cento em seca fraca, o que significa que todo o território continental português estava com cenário de seca.


A situação pior dizia respeito às zonas litorais do Porto e Viana do Castelo e ainda a uma área que se estendia em linha recta, sensivelmente, de Coimbra a Castelo Branco.


A meteorologista Vanda Cabrinha do serviço de Climatologia do IM disse hoje à Lusa que se hoje fosse feita uma nova análise "iria haver um desagravamento" da situação de seca.


"Houve regiões onde já choveu mais do que a média do mês [de Abril], nomeadamente em Castelo Branco, Vila Real e Faro", adiantou.


A situação de seca meteorológica registada em Março difere totalmente da ocorrida no mesmo mês do ano passado, altura em que apenas 18 por cento do território estava com seca fraca.


Comparativamente com o mês de Fevereiro, houve em Março um agravamento no que diz respeito à seca severa que passou de quatro por cento do território para 13 por cento, sublinhou a meteorologista.


Este agravamento é justificado pelo facto de o mês de Março ter sido considerado como "extremamente seco" a "seco" em todo o território.


A precipitação acumulada no período entre 01 de Setembro de 2007 e 28 de Março de 2008 foi inferior em 80 por cento aos valores médios verificados entre 1961-1990, em todo Portugal continental.


Quanto às temperaturas, o mês de Março foi o segundo mais frio do século XXI, no que respeita ao valor médio da temperatura mínima do ar (6,26 graus).


Foi também o segundo mais baixo dos últimos 19 anos, atendendo a que o valor mais baixo, de seis graus Celsius, se verificou em 2004.


A temperatura média mínima do ar do mês de Março é de 6,46 graus.


A seca meteorológica pode não corresponder às secas hidrológica ou agrícola, apesar de o índice de precipitação ser um parâmetro a ter em conta na seca agrícola, explicou a fonte do IM.


 


Fonte: LUSA


16
Abr08

Ranking meteorológico do Algarve

Tempo no Algarve

Dia 14 de Abril de 2008



Temperaturas Máximas:


 


1 - Tavira 21.8 ºC


2 - Olhão 20.7 ºC


3 - Faro (Aeroporto) 20.2 ºC


4 - Sagres 19.2 ºC


5 - São Brás de Alportel 19.0 ºC


6 - Monchique 12.7 ºC


 


Temperaturas mínimas:



1 - Monchique 5.6 ºC


2 - Sagres 7.9 ºC


3 - São Brás de Alportel 9.5 ºC


4 - Olhão 9.8 ºC


5 - Faro (Aeroporto) 11.0 ºC


6 - Tavira 11.6 ºC


 


Dia 15 de Abril de 2008



Temperaturas Máximas:



1 - Tavira 21.2 ºC


2 - Olhão 20.5 ºC


3 - Faro (Aeroporto) 20.2 ºC


4 - São Brás de Alportel 18.8 ºC


5 - Sagres 18.1 ºc


6 - Monchique 13.6 ºC


 


Temperaturas mínimas:



1 - Monchique 9.3 ºC


2 - Sagres 10.3 ºC


3 - São Brás de Alportel 11.3 ºC


4 - Olhão 11.6 ºC


5 - Tavira 11.6 ºC


6 - Faro (Aeroporto) 12.7 ºC


 


Fontes: IM, INAG e CCVT


14
Abr08

Ranking meteorológico do Algarve

Tempo no Algarve

Dia 13 de Abril de 2008



Temperaturas Máximas:



1 - Olhão 19.2 ºC


2 - Tavira 18.5 ºC


3 - Faro (Aeroporto) 18.2 ºC


4 - Sagres 17.3 ºC


5 - São brás de Alportel 16.4 ºC


6 - Monchique 10.4 ºC


 


Temperaturas mínimas:



1 - Monchique 6.1 ºC


2 - São Brás de Alportel 7.7 ºC


3 - Sagres 8.0 ºC


4 - Olhão 8.9 ºC


5 - Faro (Aeroporto) 9.2 ºC


6 - Tavira 9.3 ºC


 


Precipitação acumulada:



1 - Tavira 4.67 mm


2 - São Brás de Alportel 0.1 mm


3 - Faro (Aeroporto) 0 mm


4 - Monchique 0 mm


5 - Olhão 0 mm


6 - Sagres 0 mm


 


Fontes: IM, INAG e CCVT

14
Abr08

224: Previsão semanal de 14 de Abril a 20 de Abril de 2008

Tempo no Algarve

Previsão meteorológica para os próximos dias:


 


Dia 14 (2ªfeira) - Céu pouco nublado. Vento moderado de leste.  


 


Máximas: 17ºC - 21ºC


mínimas: 10ºC - 13ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro no Sotavento e ondas de sudoeste com 1 metro no Barlavento. Temperatura da água do mar: 17 - 18ºC


 


Dia 15 (3ªfeira)  - Céu pouco nublado aumentando de nebulosidade por nuvens altas. Vento moderado de leste.


 


Máximas: 18ºC - 21ºC


mínimas: 10ºC - 12ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro. Temperatura da água do mar: 17ºC


 


Dia 16 (4ªfeira) - Céu pouco nublado. Vento moderado de leste 


 


Máximas: 18ºC - 21ºC


mínimas: 10ºC - 13ºC


 


Estado do mar: Ondas de sueste com 1.5 metros.


 


Dia 17 (5ª feira) - Céu muito nublado. Vento fraco a moderado de sudoeste. Aguaceiros. 


 


Máximas: 17ºC - 20ºC 


mínimas: 8ºC - 11ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 1 metro..


 


Dia 18 (6ªfeira)  - Céu nublado. Vento moderado de sudoeste. Aguaceiros. 


 


Máximas: 15ºC - 19ºC


mínimas: 9ºC - 13ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 2 metros aumentando para 3 metros.


 


Dia 19 (Sábado)  - Céu muito nublado. Vento moderado a forte de sudoeste com rajadas de 70 km/h. Períodos de chuva por vezes fortes e condições favoráveis à ocorrência de trovoasdas.


 


Máximas: 13ºC - 18ºC


mínimas: 9ºC - 12ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 3,5 metros a 5 metros.


 


Dia 20 (Domingo) - Céu muito nublado. Vento fraco a moderado de oeste. Aguaceiros.


 


Máximas: 14ºC - 18ºC


mínimas: 8ºC - 12ºC


 


Estado do mar: Ondas de sudoeste com 2,5 metros a 3,5 metros.


 


Precipitação durante a semana: 25 mm a 45 mm

Calendário

Abril 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Pesquisa

Custom Search

subscrever feeds

Mais sobre mim