Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Março 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Pesquisa

Custom Search

subscrever feeds

Mais sobre mim

15
Mar08

189: EN125: Mais de 400 mil vão beneficiar com as obras

Tempo no Algarve

A obra de requalificação da Estrada Nacional 125 vai beneficiar mais de 400 mil pessoas. Saiba mais aqui.




O Governo lança no domingo o concurso para a concessão Algarve Litoral, destinada à requalificação da Estrada Nacional 125, uma obra que vai beneficiar mais de 400 mil pessoas.


A obra, que ficará a cargo da Estradas de Portugal em regime de parceria público-privada, vai proceder à requalificação de 157,5 quilómetros, à construção de 29,5 quilómetros e à conservação de 86 quilómetros, numa extensão total 273 quilómetros.


"Esta concessão só é possível graças ao novo modelo de gestão do sector rodoviário, que permitiu a definição de uma nova estratégia de integração e concentração dos investimentos, ao invés do que sucedia anteriormente, em que as intervenções eram parcelares, faseadas, pontuais e diluídas no tempo", refere o Ministério das Obras Públicas, tutelado por Mário Lino.


Deste modo, esta será a primeira concessão rodoviária de uma estrada nacional e "o primeiro projecto de requalificação envolvendo a via em toda a sua extensão".


A Concessão Algarve Litoral abrange 14 concelhos algarvios - Vila do Bispo, Lagos, Monchique, Portimão, Silves, Lagoa, Albufeira, Loulé, Faro, S. Brás de Alportel, Olhão, Tavira, Vila Real de Santo António e Castro Marim -, o que corresponde a uma população local de "mais de 400 mil pessoas".


Esta intervenção visa também "promover uma requalificação urbana e paisagística" de todo o traçado da EN125, que "é o cartão de visita de toda a região Algarvia", actuando "ao nível da limitação das velocidades de circulação na travessia das zonas urbanas, aumento da fluidez do tráfego e melhoria da segurança rodoviária, com especial incidência na protecção de peões".


Está também prevista a construção de novas variantes, de forma a retirar o tráfego dos aglomerados urbanos, tendo como objectivo "a melhoria de qualidade de vida das populações".


A requalificação da EN 125 foi aprovada na quarta-feira em Conselho de Ministros.


Na altura, o ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, garantiu que não está prevista a introdução de portagens na Via do Infante.


 


Fonte: Observatório do Algarve


 


 


Requalificação da EN125 custará 150 milhões de euros


O primeiro-ministro José Sócrates lança no domingo o concurso para a requalificação da Estrada Nacional-125, no Algarve, um investimento de 150 milhões de euros, que visa reduzir em 35 por cento a sinistralidade naquela via.


De acordo com a informação divulgada hoje pelo Ministério das Obras Públicas, a nova concessão Algarve Litoral procederá à requalificação e reordenamento da via Estrada Nacional (EN) 125.

Com uma extensão total de 273 quilómetros, a Concessão Algarve Litoral representa um investimento "de cerca de 150 milhões de euros", que irá servir 14 concelhos algarvios e uma população de "mais de 400 mil pessoas".

Com a concretização deste projecto, o Governo prevê reduzir o número de mortos na EN-125 em "cerca de 35 por cento", através "da eliminação total dos pontos negros existentes (zona da Guia, Patacão, Faro, Olhão, Patã e Altura) e redução da sinistralidade grave".

Entre 1998 e 2007, refere o Ministério das Obras Públicas, "a EN-125 foi a segunda estrada onde, não só ocorreram mais acidentes com vítimas mortais mas também, onde se registaram mais vítimas mortais, cerca de 290".

"Nesse mesmo intervalo de tempo, o número médio de acidentes com vítimas mortais foi de 27 acidentes por ano, e o número de vítimas mortais foi de 29 mortos por ano", precisa o Ministério tutelado por Mário Lino.

A intervenção na EN 125 visa também melhorar as condições de circulação rodoviária através da construção de rotundas, de variantes e da requalificação do pavimento, o que permitirá "ganhos médios de 12 por cento nas deslocações de média e curta distância, correspondendo a uma poupança anual de 2,6 milhões de horas".


 


 


Fonte: LUSA


 


 


Mendes Bota acusa Governo de preparar portagens na A22 para pagar requalificação da EN125


O presidente do PSD/Algarve Mendes Bota acusou hoje José Sócrates de lançar a requalificação da EN125, já no próximo domingo, para introduzir portagens na Via do Infante (A22).


Falando numa conferência de imprensa em Faro, durante a qual fez o balanço dos três anos de Governo socialista, o líder social-democrata algarvio disse que a requalificação da EN125, para a qual "não há verba no Orçamento de Estado" será a contrapartida do concessionário das futuras portagens da A22.

"Os algarvios que se desiludam, que vão carregar com portagens na Via do Infante", asseverou Mendes Bota, também vice-presidente da direcção nacional presidida por Luís Filipe Menezes.

O também deputado evocou palavras alegadamente proferidas pelo actual ministro das Obras Públicas, Mário Lino, em sede de comissão parlamentar, segundo as quais a imposição de portagens na A22 "era fatal como o destino".

Domingo, o primeiro-ministro estará no concelho de Portimão, Algarve, para lançar a concessão do Algarve Litoral, com o projecto de recuperação da EN125.

No entanto, José Sócrates já garantiu que a intervenção na EN125 não implica que a A22 passe a ter portagens.

Na conferência de imprensa de hoje, Bota de ter feito "muito pouca obra" e ter protagonizado "muito pouca acção" nestes três anos, pelo que, considerou, a agenda do Governo é "uma agenda muito poucochinha".

Num documento de 24 páginas distribuído aos jornalistas, o PSD/Algarve discorre sobre vários aspectos da política governativa, para concluir - na voz de Mendes Bota - que "nunca houve tanta passeata de membros do Governo ao Algarve como agora mas nunca tão pouco foi feito na prática".

O PSD acusa o Governo PS de "não ter dado um único passo a favor da Regionalização", apesar de o ter prometido "para logo depois das eleições".

"De repente, o imediato passou a ser as calendas de 2012", considerou o líder social-democrata algarvio.

Sobre a construção do novo Hospital Central do Algarve, lembrou que o calendário dos sociais-democratas passava pela conclusão da unidade em 2009, mas que, "passados três anos e provavelmente mais um ano de Governo socialista não haverá nem um tijolo erguido".

De resto, considerou que nas obras públicas se viveram "três anos de esquecimento e de atraso", com o Governo a investir apenas 95,2 milhões de euros no Algarve, contra 262,2 milhões em 2005.

Sobre o novo Plano Regional de Ordenamento do Território do Algarve (PROTAL), considerou-o "uma oportunidade perdida", criticando as regras de atribuição dos PIN (Projectos de Interesse Nacional), que são "criados não importa onde".

A indústria, classificou, "é o parente pobre da economia regional", as pescas estão numa situação de "total asfixia", há "um divórcio" face à agricultura e ao interior da região e no Turismo, apesar do reconhecido crescimento do sector, há "falta de visão estruturante".

De um conjunto de 16 áreas analisadas, todas com nota negativa para o Governo, considerou que a Cultura no Algarve "não existe" e que as políticas de desporto e juventude são "um imenso deserto".


 


Fonte: Lusa


 


 


15
Mar08

Ranking meteorológico do Algarve

Tempo no Algarve

Dados de 14 de Março de 2008



Temperaturas Máximas:



1 - Tavira 23.2 ºC


2 - Olhão 22.8 ºC


3 - Faro (Aeroporto) 21.7 ºC


4 - São Brás de Alportel 20.4 ºC


5 - Sagres 18.4 ºC


6 - Monchique 16.7 ºC


 


Temperaturas mínimas:



1 - Monchique 10.7 ºC


2 - Sagres 11.9 ºC


3 - Olhão 13.1 ºC


4 - São Brás de Alportel 13.2 ºC


5 - Tavira 13.4 ºC


6 - Faro (Aeroporto) 14.4 ºC


 


Fontes: IM, INAG e CCVT

Calendário

Março 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Pesquisa

Custom Search

subscrever feeds

Mais sobre mim