Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Março 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Pesquisa

Custom Search

subscrever feeds

Mais sobre mim

13
Mar08

187: Expomar de Olhão aposta na variedade de oferta na náutica de recreio

Tempo no Algarve

Quem gosta de andar de barco, mas preza a calma e o sossego, poderá encontrar a solução ideal na edição de 2008 da Expomar, a Feira do Mar e das Actividades Náuticas, que vai decorrer entre 19 e 23 de Março, em Olhão. A iniciativa volta a integrar a Vila de Amêijoas, uma tradição de Páscoa olhanense.


Uma das novidades da quinta edição do evento, apresentada esta quarta-feira em Olhão, é a presença de uma marca que comercializa barcos circulares, com sombrinhas incluídas, que o público vai poder experimentar.

As embarcações estarão numa zona de exposição de barcos dentro de água.

Mas também haverá atracções para os que gostam da náutica de alta velocidade. Os barcos de F1 de Motonáutica do piloto Duarte Benavente vão estar em exposição durante o evento. No dia 23, domingo, o piloto marcará presença na feira e participará numa sessão de autógrafos a partir das 15 horas.

A quinta edição da Expomar será marcada pela «maior variedade de sempre no sector da náutica de recreio», como ilustrou ao barlavento.online o presidente da Câmara de Olhão Francisco Leal. Mas também terá novidades noutros sectores.

No sector de campismo, destaque para a introdução de um novo produto. Na Expomar vão estar em exposição casas de madeira transportáveis. Trata-se de estruturas amovíveis, que podem ser instaladas em qualquer parque de campismo e que até têm rodas, para facilitar o seu transporte.

Membro da Comissão de Pescas da União Europeia em Olhão

E como nem só da parte comercial vive a Expomar, destaque para um aumento na área dedicada às instituições e ao número de entidades presentes.

Desde que foi lançada, a feira olhanense deu espaço à investigação que se faz na área do mar e tem sido um meio de divulgação desta pesquisa.

Este ano, será dado destaque ao trabalho desenvolvido no Instituto Nacional de Investigação das Pescas e do Mar, cuja sede é em Olhão, e na Universidade do Algarve.

Segundo Francisco Leal, a grande novidade, no campo os seminários, será a promoção de uma sessão dedicada à náutica de recreio.

Também realçou a presença no evento de um representante da Comissão de Pescas da União Europeia. Isto permitirá discutir as problemáticas ligadas a este sector, «numa perspectiva local, mas também europeia».

Forte campanha para atrair espanhóis

A empresa municipal olhanense Fesnima e a empresa Alentexpo, que co-organizam a Expomar, lançaram, entretanto, uma forte campanha publicitária no Sul de Espanha, para atrair visitantes do país vizinho.

Desde a semana passada que está a passar um spot publicitário na estação de televisão andaluza CRN Atlântico. A organização também investiu em publicidade num dos jornais locais de Huelva de maior expressão e na colocação de 43 outdoors no Algarve.

Como ilustrou Francisco Leal, a escolha da data também visa atrair a população de Espanha, nomeadamente da Andaluzia, a vir a Olhão. Os espanhóis são conhecidos entusiastas deste tipo de iniciativas e costumam aproveitar o fim-de-semana prolongado da Páscoa para dar um salto a Portugal.

Leal espera 50 mil pessoas na Expomar

Com esta aposta na divulgação, «três vezes superior a 2007», a organização espera conseguir ultrapassar a fasquia dos 50 mil visitantes. No ano passado, estiveram na Expomar cerca de 45 mil pessoas.

A realização desta feira representa um investimento global para a autarquia olhanense de cerca de 150 mil euros. Ainda assim, a entrada no certame é gratuita.

Os que gostam da boa gastronomia algarvia, principalmente daquela baseada nos frutos da Ria Formosa, também terão um espaço na feira.

Além da já mencionada Vila de Amêijoas, haverá outros petiscos para saciar a fome aos visitantes.


 


Fonte: Barlavento Online

13
Mar08

Ranking meteorológico do Algarve

Tempo no Algarve

Dia 12 de Março de 2008



Temperaturas Máximas:



1 - Tavira 24.6 ºC


2 - Olhão 23.7 ºC


3 - Faro (Aeroporto) 23.1 ºC


4 - São Brás de Alportel 20.1 ºC


5 - Sagres 19.9 ºC


6 - Monchique 13.4 ºC


 


Temperaturas mínimas:



1 - Monchique 8.1 ºC


2 - Olhão 11.0 ºC


3 - São Brás de Alportel 11.1 ºC


4 - Faro (Aeroporto) 11.7 ºC


5 - Sagres 13.0 ºC


6 - Tavira 13.4 ºC


 


Precipitação acumulada:



1 - Monchique 0.1 mm


2 - Faro (Aeroporto) 0 mm


3 - Olhão 0 mm


4 - Sagres 0 mm


5 - São Brás de Alportel 0 mm


6 - Tavira 0 mm


 


Fontes: IM, INAG e CCVT



13
Mar08

186: FARO: Polis aprovado

Tempo no Algarve

A Assembleia Municipal de Faro votou a favor da adesão da autarquia ao programa Polis com os votos favoráveis dos socialistas, a abstenção do PSD e cinco votos contra da CDU, BE e um deputado social-democrata.




O "Polis Litoral Ria Formosa" é um plano de requalificação da Ria Formosa - o mais importante património natural a sul do país -, cujo investimento total ascende a 87 milhões de euros e prevê a constituição de uma sociedade em que os municípios de Faro, Olhão, Loulé e Tavira participam com capital social.


“Este resultado é uma vitória para Faro, porque é um bom projecto para a cidade”, disse à Lusa o autarca da Câmara da capital algarvia, José Apolinário, após a discussão de três horas e a deliberação da adesão de Faro ao programa Polis.


Esta votação foi decidida na segunda sessão extraordinária da Assembleia Municipal, que encheu o Teatro Municipal de Faro com mais de 800 pessoas, na noite de quarta-feira.


José Apolinário, visivelmente satisfeito, declarou, no entanto que uma das prioridades da autarquia é “garantir os direitos à habitação dos pescadores”, arranjando-lhes alojamentos, e reforçar a explicação do programa Polis aos munícipes farenses.


A prioridade “é a defesa intransigente das casas dos mariscadores, viveiristas e pescadores e dos direitos dos moradores em casas de primeira habitação”, sustentou.


José Apolinário reiterou que o bloqueio de Faro ao Polis não ia “parar ou anular o Plano de Ordenamento da Orla Costeira” (POOC), aprovado em 2005, cuja concretização é da responsabilidade da Administração Central.


A Câmara de Faro está a trabalhar no sentido de saber “como se vão desencadear os planos de intervenção da Ria Formosa” e “como se vão realojar os munícipes que têm primeira habitação nas ilhas barreira”, mencionou ainda o autarca de Faro.



Finalmente a votos



A votação da adesão ao programa Polis, realizada já passava da meia-noite, contou com os votos a favor do PS, a abstenção do PSD (10 deputados) e cinco votos contra da bancada da CDU (três deputados), do deputado do Bloco de Esquerda (BE) e de um deputado social-democrata, presidente da Junta de Freguesia de S. Pedro.


O PSD apresentou terça-feira em reunião de Câmara uma proposta para a adesão de Faro ao programa Polis, que passa não só pela exigência dos realojamentos decorrentes das demolições nas ilhas-barreira serem assumidos pela sociedade Polis, como também pela solicitação urgente - prazo máximo de um mês - de uma reunião com o ministro do Ambiente.


O executivo PS aprovou a proposta dos sociais-democratas e os deputados do PSD abstiveram-se fazendo passar a adesão ao programa Polis.


A bancada da CDU acusou o PSD de ter dado “uma cambalhota [política] em cima do palco” do Teatro Municipal de Faro, remetendo a acusação para o facto do PSD dizer que ia votar contra o Polis caso não fosse retirado o ponto das demolições do programa e, hoje, apesar de não ter sido retirado, os deputados abstiveram-se.



As verbas do Polis



Com a adesão ao Polis, Faro receberá 10 milhões de euros de fundos comunitários para a reabilitação do Parque Ribeirinho (3,5 milhões de euros), reabilitação da Praia de Faro, criação de um parque de estacionamento no acesso à Praia de Faro e beneficiação da estrada e ponte (3,4 milhões de euros).


A requalificação dos núcleos das ilhas da Culatra e Farol (2,4 milhões de euros), a dragagem de canais, o reforço do cordão dunar e a criação de um parque ambiental no Ludo (junto à Ria Formosa) são outros projectos que somam mais de 87 milhões de euros de investimento financeiro.


Dos 10 milhões de euros para Faro, 3,2 milhões de euros são para realojamento, indicou o autarca.


O plano de financiamento da intervenção total, cujo investimento preliminar está na ordem dos 87,5 milhões de euros vai ter “45 por cento de financiamento comunitário e 55 por cento de financiamento nacional”.


O capital Social da Sociedade vai comparticipar com 22.500 milhões de euros e o Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Regional comparticipará com 14.175 milhões de euros (63 por cento), e os quatro municípios com 8.325 milhões de euros, informou a Parque Expo.


Faro, com 14 por cento do capital social, vai entrar com 3.150 milhões de euros para pagar em cinco vezes, com prazos de seis meses.


Tavira, Olhão e Loulé, esta última com uma participação financeira de três por cento no capital social, que corresponde a 675 mil euros, também participam na sociedade Polis.



Onde intervém o Polis?



Quem vai coordenar o Polis, programa que se estima estar terminado em 2012, é a ParqueExpo, empresa de capitais públicos, que vai intervir numa área de 19.245 hectares, numa frente costeira de 48 quilómetros o que equivale a uma intervenção em 12 praias algarvias.


A intervenção na frente da Ria Formosa será feita ao longo de 57 quilómetros e a requalificação das várias frentes ribeirinhas - os concelhos abrangidos vão ser Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António - será estendida por 37 hectares.


 


Fonte: Observatório do Algarve


13
Mar08

Ranking meteorológico do Algarve

Tempo no Algarve

Dados 11 de Março de 2008




Temperaturas Máximas:




1 - Tavira 22.3 ºC


2 - Faro (Aeroporto) 22.0 ºC


3 - Olhão 20.9 ºC


4 - São Brás de Alportel 20.6 ºC


5 - Sagres 18.6 ºC


6 - Monchique 13.6 ºC


 


Temperaturas mínimas:




1 - Monchique 7.6 ºC


2 - São Brás de Alportel 10.4 ºC


3 - Olhão 11.0 ºC


4 - Faro (Aeroporto) 12.4 ºC


5 - Tavira 12.6 ºC


6 - Sagres 13.5 ºC


 


Precipitação acumulada:



1 - Monchique 0.3 mm


2 - Faro (Aeroporto) 0 mm


3 - Olhão 0 mm


4 - Sagres 0 mm


5 - São Brás de Alportel 0 mm


6 - Tavira 0 mm


 


Fontes : IM, INAG, CCVT

Calendário

Março 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Facebook

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Google

Comentários recentes

  • Anónimo

    Horários e preços já muito desatualizados.E para a...

  • Tempo no Algarve

    Boa noite. Hoje já foi publicado os dados climatol...

  • Anónimo

    Bom dia, onde estão os dados climatológicos refere...

  • Anónimo

    Bom dia, gostaria que atualizassem os dados deste ...

  • Botas de Mulher

    Informação sem dúvida muito útil apar quem pretend...

Pesquisa

Custom Search

subscrever feeds

Mais sobre mim