Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Fevereiro 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829

reserva

Booking.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia.Desde já, agradeço a sua informação e ...

  • Cláudia

    Olá!Queria avisar que já descobri os novos horário...

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia. A empresa que efectua o transporte ai...

  • Cláudia

    Olá! Podem actualizar o horário para Julho 2018, p...

  • Tempo no Algarve

    Pode clicar na localização no local de embarque e ...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

29
Fev08

Dados da Estação Meteorológica em Olhão (não oficial)

Tempo no Algarve

 Dados do mês de Fevereiro de 2008


 


 



Dia

Temperatura


Máxima (ºC)



Temperatura mínima (ºC)



Precipitação


( mm )



 Observações                         



1



16.9



5.5



0



Céu pouco nublado



2



19.8



5.5



 0



Céu muito nublado



3



 18.2



 10.0



 3



Aguaceiros à tarde 



4



 17.8



 9.9



 0



 Céu pouco nublado



5



 18.2



  7.7 



 



Céu pouco nublado 



6



 18.4



 9.6



 0



 Céu limpo



7



 18.7



 9.1



 0



Céu limpo 



8



 19.1



 9.3



 0 



 Céu limpo/ Vento forte de leste



9



 17.5 



 10.7



 0



Céu pouco nublado 



10



17.8 



 10.2



 0



Céu pouco nublado/ Vento moderado a forte de Sueste 



11



17.4



 10.2 



 



Céu pouco nublado/ Vento moderado a forte de Sueste 



12



17.4 



 10.8



 0



Céu com nuvens altas/ Vento forte de Sueste 



13



17.5 



10.0 



 



Céu com nuvens altas/ Vento forte de Sueste 



14



20.1



 10.4



 0



Céu com nuvens altas/ Vento forte de Sueste 



15



 19.2



12.0 



 0 



Céu pouco nublado/ Vento moderado de Leste 



16



 19.5



 11.1



 0



Céu encoberto por nuvens altas/ Vento forte de Sueste 



17



 18.3



13.2 



 10



Céu muito nublado/ Vento forte de Sueste com rajadas/ Aguaceiros de manhã 



18



 19.9



 13.9



10



Céu nublado/ Vento moderado de Sueste/ Aguaceiros Fortes e trovoada 



19



 20.1



 12.4 



7 



Céu com abertas/Aguaceiros e Trovoada de madrugada 



20



 18.9



 11.6 



 11



Chuva ao final da manhã , sol entre nuvens à tarde 



21



 19.2



11.8 





 Céu pouco nublado



22



 15.5



 10.4



 16



 Chuva com Vento moderado a forte de Sueste



23



 16.8



 14.5



6 



 Aguaceiros fracos e vento forte com rajadas de Sueste



24



 18.7



 15.7 



 2



Céu nublado/ Aguaceiros fracos 



25



 19.7



 13.0 



 0



chuviscos de manhã/ sol à tarde 



26



 20.6



 11.9



 0



 Céu pouco nublado



27



 20.5 



 10.4 



 0



 Céu pouco nublado



28



  18.7 



 10.4



 0



Céu nublado com abertas 



 29



 20.1



 12.8 



 



Céu pouco nublado 




 


 

Booking.com
29
Fev08

167: EN125: Circular de Faro vai avançar

Tempo no Algarve
As obras da segunda fase da circular de Faro, que actualmente chega à estrada de São Brás, vão arrancar em breve.

A segunda fase da circular estender-se-á até ao Areal Gordo, sul da freguesia de Pechão, onde fará a ligação com a EN125.


"Corresponde a uma necessidade sentida por todos, que é fundamental para a segurança rodoviária. Esta intervenção está integrada no Plano de Ordenamento com que se pretende disciplinar a ocupação da EN125", afirmou João Faria, presidente da CCDR-Algarve ao Observatório do Algarve. O responsável admitiu também que "os impactos ambientais na Campina de Faro foram tidos em conta na realização desta obra".


A construção das variantes a Lagos, S. Lourenço (Almancil), Faro e Olhão serão aliás as principais prioridades da requalificação da EN125 hoje anunciada pelo primeiro-ministro no parlamento, adiantou o presidente da CCDR/Algarve, João Faria.


Aquela obra, que o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) considerou de execução prioritária, permitirá que o trânsito que atravessa a zona de Faro pela EN125 não tenha que passar forçosamente pelo centro da cidade, adianta a Agência Lusa .


"É uma obra essencial para quem se desloca para sotavento e tem uma importância fundamental para o Turismo, servindo os passageiros do aeroporto que querem ir para o Leste da região", disse.


Ponte do Rio Seco em "stand-by"


A ponte sobre o Rio Seco, responsável pelas filas de trânsito na entrada nascente de Faro, em direcção a Olhão, só avançará depois da conclusão da circular, de forma a ser adequada ao fluxo de trânsito "que inevitavelmente se vai alterar com esta nova via", adiantou também João Faria.


CCDR vai vigiar construções futuras


As variantes a Lagos, São Lourenço/Troto e Olhão são intervenções também há muito esperadas pelos autarcas e populações locais, que deverão desviar o trânsito dos centros das povoações.


Sublinhando que as intervenções na linha deverão ser feitas de imediato, João Faria remeteu para os próximos 10 anos o assegurar de que não serão feitas intervenções que tornem a via ainda mais problemática.


Para tentar requalificar o que já está feito, prevê-se a construção de algumas vias de serviço nas bermas da via principal, de forma a que o trânsito possa ser distribuído pelos edifícios existentes sem pôr em risco a segurança nas faixas principais.


Actualmente, a EN125 apenas tem vias de serviço na entrada poente de Faro.


João Faria sublinhou todavia que vão ser totalmente proibidas as construções que impliquem os atravessamentos de nível, devido às "viragens à esquerda", que possam pôr em causa a segurança do trânsito.


Também para evitar atravessamentos de nível, prevê-se a construção de várias rotundas, adiantou, precisando que uma delas será no cruzamento da EN125 e da via rápida que dá acesso à A22, entre Altura e Monte Gordo.


A proibição da publicidade anárquica e não regulamentada será outra das vertentes da requalificação, revelou.


A requalificação da EN125 já fora descrita pelo presidente da CCDR/Algarve como o grande projecto estruturante do Algarve dos próximos 10 anos.


 


Fonte: LUSA


Booking.com
28
Fev08

166: Investigadores da Universidade do Algarve unem conforto ao respeito pelo ambiente

Tempo no Algarve

Eusébio Conceição é investigador e docente da Universidade do Algarve. Desde há anos que se dedica à medição térmica e acústica de ambientes controlados e desenvolvimento de software nesta área.


O «barlavento» e a Rádio Universitária do Algarve (RUA) fizeram a entrevista ao também docente da UAlg, cujos pontos altos são aqui focados.

A entrevista completa passou pela primeira vez ontem, quarta-feira, e será repetida no sábado às 12 horas, na sua versão integral. A RUA FM pode ser ouvida no Algarve na frequência 107.2 Fm e no mundo inteiro através do site www.ruafm.pt.


Secretárias que criam um microclima em torno da pessoa que as ocupa, manequins que ouvem, vêem, sentem frio e suam ou avaliar as condições térmicas de um edifício que ainda não foi construído são conceitos que parecem só poder existir na ficção científica.

Mas são todos bem reais e estão a ser desenvolvidos na região, por uma equipa de investigadores da Universidade do Algarve (UAlg), liderada por Eusébio Conceição.

O professor da Faculdade de Ciências do Mar e Ambiente foi o convidado desta semana do programa Cria FM, da RUA FM.

Eusébio Conceição e a sua equipa têm vindo a trabalhar em dois projectos, que visam a melhoria «da qualidade do ar, térmica, acústica e visual» dentro de espaços fechados. «Trata-se de aliar todos estes factores e desenvolver edifícios mais eficientes», disse Eusébio Conceição.

O primeiro projecto, que levou à construção de uma Câmara Experimental para testar os efeitos e comportamento da energia, do ar e do som, tanto em pessoas como em edifícios, foi feito com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

Este trabalho visou «a avaliação do conforto em ambientes não uniformes».

A avaliação dos níveis de conforto não é uma novidade, mas poucos o fazem em ambientes não uniformes, que é a «grande inovação deste projecto».

«Os ambientes não uniformes são aqueles que existem realmente, são os mais complexos», disse.
É aqui que entra a câmara. «Esta Câmara Experimental é muito importante dada a sua versatilidade. Podemos mesmo alterar as suas dimensões e tentar reproduzir situações reais, em laboratório, sem ter que ir ao local ou até mesmo antes de nascer o edifício», revelou.

Para melhor perceber os efeitos ambientais, foram criados diversos manequins, com sistemas incorporados que permitem medir variáveis, como o conforto térmico, visual e acústico. A partir daqui foram criadas e validadas diversificadas aplicações informáticas.

É este software que está a ser utilizado no segundo projecto em que Eusébio Conceição está envolvido, que visou, originalmente «o estudo aerotérmico em jardins-de-infância». Um projecto que está a ser desenvolvido em Olhão, por encomenda da autarquia local.

A equipa de Eusébio Conceição está a contribuir para o projecto de um edifico destinado a acolher crianças, que vai ser construído de raiz em Olhão, com a melhor eficiência térmica possível, com benefícios para os que o ocupam e para o ambiente.

Este acaba por ser o culminar do trabalho que o grupo de investigadores já vinha a desenvolver para a Câmara olhanense, onde aplicaram parte da tecnologia que já haviam desenvolvido. O objectivo final é melhorar os jardins-de-infância já existentes em Olhão.

Mas o trabalho de Eusébio Conceição não se resume a estes projectos. «Temos estado a desenvolver uma secretária e temos inclusivamente um registo de patente avançado. Esta tem um sistema de climatização personalizado. Tem injecção do ar por cima e por debaixo do tampo. A ideia é criar um microclima só em torno do ocupante e, ao mesmo tempo, injectar ar puro vindo do exterior na zona de respiração», revelou.


Fonte: Barlavento Online

Booking.com
27
Fev08

165: Holofotes apontados para as falésias

Tempo no Algarve
A governadora civil de Faro anunciou esta quarta-feira que quer lançar até ao Verão uma campanha de sensibilização para alertar para os perigos de aproximação às falésias.

Desde Janeiro deste ano houve na região cinco acidentes envolvendo quedas de falésias - que causaram dois mortos e três desaparecidos -, todos na zona de Sagres e quase tantos como os registados em todo o ano de 2007 (seis mortes).


O último ocorreu sábado, quando dois turistas alemães caíram de uma falésia junto ao Forte do Beliche.


O corpo da mulher, de 30 anos, foi logo recuperado, mas a outra vítima, um homem de 40 anos, continua desaparecido.


"Não é dramático"



A governadora civil de Faro, Isilda Gomes, afirmou aos jornalistas querer lançar uma campanha "maciça" de sensibilização dirigida a turistas e residentes, nomeadamente pescadores, que arriscam a vida na actividade.


"Não é uma situação que nos leve a considerar que é um drama, mas é uma preocupação", disse Isilda Gomes, após uma reunião de trabalho com autarquias, entidades ligadas ao Ordenamento do Território, Protecção Civil e Autoridade Marítima.


A governadora civil diz que não está ainda decidido quem vai suportar a campanha, mas garante que não será por falta de apoio financeiro que "deixará de ir para o terreno", nem que seja o Governo Civil a assumir as despesas.


Contudo, Isilda Gomes está certa que as autarquias de Vila do Bispo e Aljezur - concelhos onde a questão é mais premente e cujos presidentes estiveram na reunião -, não terão problema em colaborar, assim como a Região de Turismo do Algarve (RTA).


"A campanha pretende ser tão maciça que seja acessível a todos os turistas e residentes", afirmou, acrescentando não querer que alguém "fique na região sem conhecer quais as áreas perigosas".


Questionada acerca da eventual colocação de avisos de perigo nas falésias, Isilda Gomes disse duvidar do facto dessa medida resolver o problema, já que esta parece ser mais uma "questão de civismo".


"Cada um de nós tem que ser um agente de Protecção Civil e é isso que temos que fazer sentir a cada um dos cidadãos", concluiu, frisando que o Governo Civil quer uma população "informada" e "prevenida".


A reunião de hoje juntou o Governo Civil, Instituto Conservação da natureza e Biodiversidade (ICNB), que tutela o parque Natural da Costa Vicentina, Autoridade Marítima, Protecção Civil e Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve.


 


Fonte: Observatório do Algarve


Booking.com
25
Fev08

164: Comissão Europeia ainda não encerrou queixa sobre Quinta da Ombria

Tempo no Algarve

O mega-empreendimento turístico que deverá começar a ser construído este ano no interior de Loulé, ainda tem a Comissão Europeia à perna. Bruxelas quer ver o projecto antes de arquivar o processo de infracção contra Portugal.


 


O processo de infracção instaurado pela Comissão Europeia contra Portugal por não ter acautelado os impactes ambientais do empreendimento turístico da Quinta da Ombria, nas freguesias de Querença e Tôr, em Loulé, ainda continua aberto.

«Fomos informados pelo Estado Português da intenção de rever a declaração de impacte ambiental, de forma a limitar os impactes do projecto sobre os habitats importantes naquela área, mas oficialmente não temos conhecimento preciso do que aconteceu [depois da advertência de Bruxelas]», revelou uma fonte da Comissão contactada na semana passada pelo semanário «barlavento».

O processo de infracção foi despoletado por uma queixa da Liga para a Protecção da Natureza apresentada em 2004. Dois anos depois, em Junho de 2006, Bruxelas ameaçou avançar com um processo judicial no Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias contra o Estado Português, caso este aprovasse a construção do projecto.

Queixa foi apresentada em 2004

Em causa, estava o facto de Bruxelas considerar que as autoridades portuguesas não tomaram as medidas necessárias para salvaguardar o interesse ecológico do local, atitude que viola a directiva Habitats, tendo por isso enviado um parecer fundamentado (segunda fase de um processo de infracção) a Lisboa.

A avaliação de impacte ambiental detectou que o projecto, com 1700 camas e campo de golfe numa área de 143 hectares, teria «efeitos significativos» em, pelo menos, três tipos de habitats raros cobertos pela directiva Habitats.

A construção da Quinta da Ombria teria igualmente significativas consequências numa espécie de planta, o tomilho-português, considerada de «protecção rigorosa», de acordo com a directiva Habitats, que visa a salvaguarda de importantes habitats naturais e da fauna e flora selvagens na União Europeia.

Responsável pelo projecto garante que alterações foram feitas

Em 2007, acabaria por ser emitida pelo Estado Português nova declaração de impacte ambiental favorável, contemplando já as alterações impostas pela Comissão, garantiu o responsável pelo projecto Fausto Nascimento, ao «barlavento». «Este foi provavelmente o único projecto que alguma vez se adaptou inteiramente a tudo o que foi requerido», garantiu.

Exemplo disso é o facto do projecto já não incluir uma zona urbana entre sobreiros, de adoptar um sistema de gestão ambiental para o campo de golfe que «reduz substancialmente o uso de pesticidas» e de garantir que as áreas de Thymus lotocephalus (o tomilho-português), que, segundo a Directiva Habitats, merece uma protecção prioritária extremamente rigorosa, «serão mantidas e as condições melhoradas para a espécie existir».

Bruxelas quer, porém, ter a certeza de que as alterações ao projecto prometidas pelas autoridades portuguesas foram efectivamente realizadas e de que os impactes sobre os habitats protegidos pelas directivas comunitárias foram realmente mitigados.

Até lá, «do ponto de vista da Comissão Europeia, o processo continua aberto», esclareceu a fonte da Comissão Europeia, que fez questão de frisar que, embora o Estado Português possa aprovar o projecto, poderá também vir a ser punido por isso, caso as normas europeias não tenham sido cumpridas.

Promotores preparam-se para iniciar construção do empreendimento

A informação surge numa altura em que o promotor do projecto, o grupo finlandês Pontos, se prepara para dar entrada com os projectos na Câmara de Loulé, por forma a poder iniciar a construção do empreendimento. É que, com a emissão da nova declaração de impacte ambiental favorável, a Assembleia Municipal de Loulé pôde aprovar a 29 de Janeiro o plano de pormenor do empreendimento, beneficiando assim do regime de transição do novo Plano Regional de Ordenamento do Território.

Fausto Nascimento, que há quase 19 anos aguarda por este momento, lamenta que seja tão difícil desenvolver um projecto de investimento em zonas em risco de desertificação. «Não lembra a ninguém que, com o Algarve congelado, e muito bem, no Litoral e estando o interior tão desertificado, surja argumentação deste tipo, quando existe intenção do investir no Interior», comenta, referindo-se às constantes críticas das organizações não-governamentais do ambiente ao empreendimento.

O responsável recorda que o projecto já chegou a contemplar 4000 camas e que hoje está reduzido a menos de metade, cumprindo simultaneamente todos os requisitos das autoridades do ambiente.


 


Fonte: Barlavento Online

Booking.com
25
Fev08

163: Previsão meteorológica para a semana de 25 de Fevereiro a 2 de Março de 2008

Tempo no Algarve

Esta semana, vai voltar a estabilidade atmosférica com o sol a brilhar apesar de algumas nuvens no céu, tirando a 2ªfeira dia 25 que ainda pode ocorrer aguaceiros que podem ser acompanhados com alguma trovoada, a partir de 3ª feira irá começar a melhorar e não se prevê qualquer precipitação até domingo. A temperatura máxima tende a subir enquanto a mínima vai registar-se uma pequena descida. O vento será de leste na 2ª feira, rodando para norte a partir de 3ª feira para o final da semana volta a soprar de nordeste-leste.


 


Temperaturas:


 


Máximas: 21ºC - 17ºC


mínimas: 8ºC - 12ºC


 


Precipitação: 1 mm - 5 mm


 


Ondas de sudoeste entre 1 a 2 metros.


Temperatura da água do mar: 16ºC - 18ºC

Booking.com
24
Fev08

162: Alerta amarelo para o Algarve

Tempo no Algarve

Informação do Aviso

Precipitação-AMARELO
clock.gif

Início

domingo, 24 Fevereiro 2008 às 16:00 (UTC).

Fim

domingo, 24 Fevereiro 2008 às 19:59 (UTC).

Precipitação Forte  

Aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de trovoada.

 

Fonte: IM

Booking.com
24
Fev08

161: Quatro barras do Algarve permanecem fechadas

Tempo no Algarve
As barras algarvias do Alvor, Vila Real de Santo António e Tavira estão fechadas devido ao mau tempo.

As barras de Faro/Olhão, Portimão e Lagos estão abertas, acrescentou a mesma fonte, dizendo que as condições estão "ligeiramente" melhores do que sábado.


De acordo com a informação disponível no portal do Instituto de Meteorologia, o nível de alerta no distrito de Faro desceu para Amarelo, tendo sábado sido o único do país sob alerta laranja, o segundo mais grave.


Para a região algarvia esperam-se hoje aguaceiros, com a possibilidade de ocorrência de trovoadas e vento moderado de Sudeste.


O aviso de alerta Amarelo corresponde a uma situação de risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica.


Entre sexta-feira e sábado à tarde tinham sido registadas na região algarvia algumas dezenas de ocorrências, embora pouco significativas, nomeadamente inundações e quedas de árvores.


Houve também dez acidentes rodoviários - dos quais resultaram 13 feridos -, um deslizamento de terras e pedras e três quedas de estruturas, informou o Governo Civil de Faro.


Além de Faro, também os distritos de Beja, Setúbal e Lisboa estão sob aviso de alerta Amarelo, o segundo numa escala de quatro, devido à previsão de chuva, informa o Instituto de Meteorologia.


Os restantes distritos do país estão sob alerta Verde, o menos grave da escala, assim como os arquipélagos dos Açores e Madeira.



 


Fonte: Observatório do Algarve

Booking.com
23
Fev08

160: Encontrado o corpo de mariscador desaparecido e SAGRES: Duas pessoas caíram de uma falésia

Tempo no Algarve
O corpo do mariscador desaparecido na Ria Formosa foi recuperado pela Polícia Marítima numa margem junto a Cabanas, entre Tavira e Vila Real de Santo António.

O homem, de 70 anos, saíra sexta-feira para apanhar bivalves e o filho deu hoje de manhã o alerta às autoridades, que iniciaram as buscas cerca das 10h30.


O corpo seria encontrado três horas depois numa margem junto a Cabanas, a poucos quilómetros do local onde o mariscador tinha deixado a sua mota, no sítio da Fábrica, em Cacela, disse fonte da capitania local.


 


Sagres



Duas pessoas caíram de uma falésia em Sagres e a Polícia Marítima já recolheu um dos corpos, uma cidadã alemã de 30 anos.

Segundo fonte do comando da Zona Marítima do Sul, o acidente deu-se cerca das 15h00 e já foi enviado para o local um helicóptero da Protecção Civil para procurar a segunda vítima.


Dois elementos das autoridades que fazem as buscas a bordo de um salva-vidas sofreram "fortes escoriações" na tentativa de salvamento, devido à forte agitação marítima que se faz sentir, acrescenta a mesma fonte.


As pessoas terão sido arrastadas por uma onda quando se encontravam na falésia.


 


Fonte: Observatório do Algarve



 
Booking.com
23
Fev08

159: Mariscador desaparecido na Ria Formosa

Tempo no Algarve
A Polícia Marítima está desde hoje de manhã a fazer buscas para encontrar um homem que desapareceu quando apanhava marisco na Ria Formosa, na zona de Cacela, Vila Real de Santo António.

O homem, de cerca de 70 anos, saiu de casa sexta-feira de manhã para apanhar marisco, mas só hoje, cerca das 10h30, foi dado o alerta pelo filho, que estranhou a sua ausência, revelou fonte da Capitania.


No local estão equipas da Polícia Marítima a fazer buscas por terra e de barco, na ria, mas as buscas deverão estender-se ao mar, esperando as autoridades um reforço de mais dois barcos.


De acordo com o comandante da Capitania local, desconhece-se a hora e o sítio exactos em que o homem desapareceu, sendo que a sua mota está estacionada frente ao Sítio da Fábrica.


"Como a maré estava baixa, supõe-se que tenha ido a pé apanhar marisco pela zona da Fábrica e Cabanas", disse, acrescentando que o homem poderá ter sido arrastado por uma onda ou atingido por um problema de saúde.


O Algarve está desde hoje de manhã em alerta laranja, o segundo mais grave na escala da Protecção Civil, situação que deverá manter-se pelo menos até às 15h00, altura em que se prevê um desagravamento.


Com uma ondulação de cerca de seis metros, situação pouco habitual no Algarve, as seis barras da região estão quase todas fechadas, à excepção da de Portimão, sendo provável que a agitação marítima se mantenha até ao final do dia.


A chuva deverá acalmar a partir do início da tarde, mas o vento forte que se faz sentir na região - com rajadas que podem ir até aos 90 quilómetros por hora -, também se deverá manter até ao fim do dia.


Além de algumas quedas de árvores que provocaram danos em veículos e pequenos deslizamentos de terra, não se registaram ocorrências graves na região.


 


Fonte: Observatório do Algarve



 
Booking.com

Pág. 1/6

Calendário

Fevereiro 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829

reserva

Booking.com

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia.Desde já, agradeço a sua informação e ...

  • Cláudia

    Olá!Queria avisar que já descobri os novos horário...

  • Tempo no Algarve

    Olá Cláudia. A empresa que efectua o transporte ai...

  • Cláudia

    Olá! Podem actualizar o horário para Julho 2018, p...

  • Tempo no Algarve

    Pode clicar na localização no local de embarque e ...

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search