Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Tempo no Algarve

Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt

Calendário

Dezembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search

12
Dez07

54: Ualg quer usar algas para combater a caspa

Tempo no Algarve

A Universidade do Algarve (UALG) quer atrair investidores da Indústria Cosmética para comercializar produtos de combate à caspa e acne fabricados a partir de uma alga cujo cultivo em meio artificial foi pioneiro na região.


 



A técnica, desenvolvida durante quatro anos por investigadores do Centro de Ciências do Mar do Algarve (CCMAR), consiste no cultivo de algas em tanques para extrair compostos que são anti-virais e anti-bacterianos.


O cultivo em meio artificial tem a vantagem de permitir duplicar o crescimento da alga em comparação com o seu desenvolvimento no meio natural, sendo possível ainda com a mesma quantidade de biomassa extrair-se mais compostos.


"Como conseguimos manipular as condições de cultivo, podemos fazê-las crescer mais rapidamente e fazê-las também produzir mais compostos", explicou à Lusa Leonardo Mata, investigador que está a fazer uma tese de doutoramento sobre o tema.


A técnica já é explorada em França no fabrico de champôs anti-caspa e em cosméticos para a acne, mas com algas retiradas do ambiente natural, tendo a equipa de investigadores da UALG sido pioneira no cultivo artificial.


Uma vez que em Portugal a produção de produtos de cosmética é praticamente inexistente, a ideia é atrair investidores estrangeiros que estejam interessados em comprar as algas desenvolvidas em meio tanques de piscicultura.


Cada metro quadrado de cultivo de algas produz aproximadamente 128 quilos de algas, além de remover dos efluentes das pisciculturas cerca de dois quilos de azoto e onze de carbono, precisou Leonardo Mata.


É que além da aplicação à cosmética, a alga vermelha serve também para filtrar efluentes, uma mais valia ambiental e económica por permitir uma redução da emissão de azoto e carbono para o meio ambiente.


Outra das aplicações possíveis é a introdução dos seus compostos nas tintas, para combater as bactérias que se alojam no casco dos barcos, acrescentou o investigador da Universidade do Algarve.


Quando atingirem a dimensão desejada, as algas passam depois por um processo de congelação e liofilização para depois serem extraídos os compostos activos contra determinados organismos.


 


Fonte: Observatório do Algarve


Calendário

Dezembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

anúncio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Facebook

Relógio

Misterwhat

Comentários recentes

Ofertas de Emprego - Faro

Google

Pesquisa

Custom Search