Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt
Sábado, 30 de Novembro de 2013
Dados da Estação Meteorológica em Olhão

Dados referentes ao mês de Novembro de 2013

 

Dia

Temperatura

Máxima (ºC)

Temperatura

mínima (ºC)

Precipitação

 (mm)

             Observações          
1 21.7 12.2 0 Céu pouco nublado
2 20.7 10.5 0 Céu pouco nublado
3 23.7 13.0 0 Céu nublado por nuvens altas
4 21.2 10.5 0 Céu nublado
5 21.8 16.3 0 Céu nublado
6 21.6 12.4 0 Céu pouco nublado
7 21.6 12.4 0 Céu nublado com abertas
8 21.6 13.3 0 Céu nublado
9 19.9 10.0 0 Céu pouco nublado
10 21.7 12.9 0 Céu nublado por nuvens altas
11 25.7 13.3 0 Céu limpo
12 25.1 16.7 0 Céu limpo
13 21.8 13.0 0 Céu limpo
14 22.8 14.7 0 Céu limpo
15 20.6 13.0 0 Céu pouco nublado
16  17.1 9.7 0

Céu nublado tornando-se

pouco nublado

17  15.7  7.5 0  Céu pouco nublado
18 16.9  6.4 0

Céu pouco nublado temporariamente

nublado

19 18.1 7.1 0 Céu pouco nublado
20 18.4 9.1 0 Céu limpo
21 14.3 4.8 0 Céu nublado
22 14.8  10.7 7 Céu nublado. Chuva fraca
23 11.8 8.7 7 Céu muito nublado. Chuva fraca
24 15.3 8.2 0 Céu limpo
25 16.8 7.7 0 Céu limpo
26 17.1 8.0 0 Céu limpo
27 17.3 8.7 0 Céu pouco nublado
28 14.8 8.6 0 Céu nublado com abertas
29 16.8 9.0 0 Céu limpo
30 15.4 6.9 0 Céu limpo

--------------------------------------------------------------------------------

publicado por Tempo no Algarve às 20:21
link do post | comentar | favorito
|

1959: Portugueses não temem tsunamis mas o risco é "real"

Um inquérito divulgado pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, esta sexta-feira, revela que "a perceção do risco de tsunami em Portugal é muito baixa, mesmo para as pessoas que habitam nas zonas costeiras ou em estuários". "No entanto, a possibilidade de acontecer um tsunami é real", alertam os autores do estudo académico, José Manuel Mendes e Susana Freiria.


O Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra inquiriu 1200 cidadãos residentes em Portugal, 74% dos quais em freguesias costeiras, tendo-os questionado sobre a possibilidade de o país ou o seu local de residência serem atingidos por 28 tipos de riscos. E o risco de tsunami ficou em último lugar, atrás dos riscos de rotura de barragens, acidentes aéreos, epidemias ou contaminação do mar, revela o relatório final do trabalho.

 

Os inquiridos da Área Metropolitana de Lisboa e do Algarve, duas zonas onde a costa reúne condições físicas para a ocorrência deste fenómeno, foram aqueles que manifestaram maior preocupação com os tsunamis. Mas, mesmo aí, a perceção do risco é "baixa", concluem os investigadores.

 

A situação apontada como mais "preocupante" é a dos residentes na Península de Setúbal, pois trata-se de "uma das áreas com um dos níveis de suscetibilidade mais elevados do país, onde a perceção de risco é quase insignificante". "Esta situação exigirá no futuro um plano de comunicação do risco de tsunami especificamente orientado para esta região", defendem os investigadores do CES.

 

Portugueses não temem tsunamis mas o risco é "real"

 

À pergunta sobre a possibilidade de as zonas costeiras que frequentam, nomeadamente em férias, serem atingidas por um tsunami, 82% responderam negativamente. Daqueles que responderam afirmativamente, mais de metade afirmou ter tomado consciência daquele risco depois de 2004, quando aconteceu um grande tsunami no oceano Índico, com consequências devastadoras.

 

O CES reconhece que, na última década, tem-se verificado um esforço por parte dos agentes de planeamento e proteção civil no sentido de prevenir o risco de tsunami. No entanto, os estudos de risco realizados têm-se concentrado "na perigosidade e nos elementos expostos, deixando para segundo plano a vulnerabilidade da população", observam José Manuel Mendes e Susana Freiria.

 

Os tsunamis ocorridos em Portugal foram, "na sua maioria, causados por sismos submarinos gerados na complexa fronteira de placas tectónicas que vai desde as ilhas dos açores até ao estreito de Gibraltar", afirma o estudo do CES, acrescentando que as áreas mais expostas àquele risco são o Algarve - nomeadamente, Sagres e a Costa Vicentina -, a Área Metropolitana de Lisboa e a costa Oeste até Peniche.

 

Os investigadores afirmam que, hoje em dia, as falhas que podem gerar grandes tsunamis em Portugal e no Atlântico Noroeste já estão "bem identificadas": a falha do Marquês de Pombal (FMP); a falha da Ferradura (FF); as falhas do Banco de Portimão (FBP); a falha do Banco de Gorringe (FBG); e a falha da Planície Abissal do Tejo (FPAT).

 

No entanto, lembram que, em 1531, Santarém e Lisboa foram afetadas por um grande sismo e também tsunami que, segundo se crê, foram gerados numa estrutura "ainda mal conhecida", a Falha do Vale Inferior do Tejo (FVIT).

 

A maioria dos tsunamis é provocados por sismos submarinos, mas alguns também resultam de erupções vulcânicas e deslizamentos de terra.

 

O relatório do CES explica ainda que o tsunami consiste numa série de ondas com um comprimento muito longo (distância entre duas cristas ou dois vales seguidos), chegando a atingir os 100 quilómetros. "À medida que as ondas se vão aproximando da costa, o comprimento diminui e a altura aumenta.

 

Enquanto em águas profundas a altura pode ser inferior a um metro, na costa a altura da onda pode chegar aos 30 metros, o que é um sinónimo de grande potencial destruidor, ao atingir a costa", lê-se no relatório.

 

Fonte: JN


--------------------------------------------------------------------------------

publicado por Tempo no Algarve às 13:20
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 28 de Novembro de 2013
1958: Aviso Amarelo no Algarve

Faro

Última actualização da informação:

Quinta-feira, 28 de Novembro de 2013

Agitação Marítima

Amarelo

Agitação Marítima

Para o período de: 2013-11-28 18:00:00
até: 2013-11-29 17:59:59

Altura Significativa das Ondas

Na costa sul ondas de sueste com 1 5 a 2 metros sendo temporariamente 2 a 2 5 metros em especial no barlavento

 

Fonte: IPMA


--------------------------------------------------------------------------------
tags:

publicado por Tempo no Algarve às 12:54
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 25 de Novembro de 2013
1957: Previsão meteorológica para a semana de 25 de Novembro a 1 de Dezembro de 2013

Previsão meteorológica no Algarve para os próximos dias:

 

Dia 25 (2ªfeira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de nordeste.

 

Máximas: 14ºC - 18ºC

mínimas: 5ºC - 9ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5 metros, sendo temporariamente ondas de sudoeste no barlavento.. Temperatura da água do mar: 18ºC.

 

Dia 26 (3ªfeira) - Céu pouco nublado ou limpo. Vento fraco a moderado de nordeste.

 

Máximas: 13ºC - 17ºC

mínimas: 5ºC - 9ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5 metros. Temperatura da água do mar: 18ºC.

 

Dia 27 (4ªfeira) - Céu pouco nublado aumentando de nebulosidade. Vento moderado de leste.

 

Máximas: 14ºC - 18ºC

mínimas: 4ºC - 8ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1.5 a 2 metros.

 

Dia 28 (5ª feira) - Céu nublado. Vento moderado de leste. Possibilidade para a ocorrência de aguaceiros. Pequena descida da temperatura mínima.

 

Máximas: 12ºC - 16ºC

mínimas: 5ºC - 9ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5 metros.

 

Dia 29 (6ª feira) - Céu nublado. Vento moderado de leste. Possibilidade para a ocorrência de aguaceiros.

 

Máximas: 14ºC - 18ºC

mínimas: 7ºC - 11ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5 metros.

 

Dia 30 (Sábado) - Céu nublado. Vento moderado de leste.

 

Máximas: 15ºC - 19ºC

mínimas: 6ºC - 10ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro.

 

Dia 1 (Domingo) - Céu pouco nublado. Vento fraco a moderado de nordeste.

 

Máximas: 14ºC - 18ºC

mínimas: 5ºC - 9ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro.

 

Precipitação prevista para esta semana: 0 mm a 5 mm


--------------------------------------------------------------------------------

publicado por Tempo no Algarve às 08:00
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 20 de Novembro de 2013
1956: Bruxelas reconhece “DOP” para o sal e flor de sal de Tavira

A Comissão Europeia acaba de aprovar a atribuição de Denominação de Origem Protegida (DOP) ao produto “Flor de Sal de Tavira”/”Sal de Tavira” na sequência de um pedido que lhe tinha sido dirigido em 2011.

 

De acordo com o pedido, designa-se por “Sal de Tavira”/”Flor de Sal de Tavira”, “o sal marinho obtido por colheita manual, a partir do processo natural de precipitação da água do Oceano Atlântico, na região geográfica delimitada, que circula num sistema de viveiros, até à cristalização final nos talhos”.

 

O documento sublinha ainda tratar-se de um sal marinho não refinado, não lavado após colheita e sem aditivos e circunscreve a sua produção às salinas situadas no Parque Nacional da Ria Formosa (freguesias de Santa Luzia, Santiago e Santa Maria do concelho de Tavira).

 

Os subscritores do pedido defendem que o “Sal de Tavira”/”Flor de Sal de Tavira” são um ex-libris desta região, sendo conhecidos pela presença de natural de iodo, proporcionalmente incluído nos cristais deste sal, em quantidades benéficas, e de oligoelementos existentes na água do mar, assim como pela ausência de lodos e/ou outras substancias insolúveis.

 

Alegam ainda que as características únicas da flor de sal são reconhecidas nacional e internacionalmente pelos grandes chefes de gastronomia.

 

“A sua utilização na cozinha permite realçar o sabor dos alimentos e dar à preparação dos alimentos um sabor único de requinte, é um dos ex-libris da região, sendo conhecida pelo seu sabor e ampla inclusão no receituário gastronómico nacional e mundial”, sustenta o documento.

 

A União Europeia dispõe de três sistemas para promover e proteger as designações dos produtos agrícolas: a Denominação de Origem Protegida – DOP (designa a denominação atribuída a um produto ou género alimentício cuja produção, transformação e elaboração devem ocorrer numa área geográfica determinada a partir de um saber fazer reconhecido), a Indicação Geográfica Protegida-IGP (design aos produtos e géneros alimentícios estreitamente ligados a uma zona geográfica onde decorre pelo menos uma das seguintes fases; produção, transformação ou elaboração) e a Especialidade Tradicional Garantida – ETG (destaca a composição tradicional do produto e o seu modo de produção tradicional).

 

Fonte: Jornal do Algarve


--------------------------------------------------------------------------------
tags:

publicado por Tempo no Algarve às 19:18
link do post | comentar | favorito
|

Facebook
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
16
17

20
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Dados da Estação Meteorol...

Previsão das marés no Alg...

2790: RIAS pede ajuda par...

2789: Previsão meteorológ...

2788: Dias Medievais em C...

2787: Aviso Amarelo no Al...

2786: Situação da apanha ...

2785: Fatacil 2017 em Lag...

2784: Aviso Amarelo no Al...

2783: Previsão meteorológ...

2782: Aviso Amarelo no Al...

2781: Incêndio em Lagos o...

2780: Eclipse parcial da ...

2779: Previsão meteorológ...

2778: Incêndio em Foz Fat...

2777: Festival do Marisco...

2776: Aviso Amarelo no Al...

2775: Aviso Amarelo no Al...

2774: Aviso Amarelo no Al...

2773: Feira Medieval de S...

2772: Festival Pirata vol...

2771: Incêndio na Feiteir...

Dados da Estação Meteorol...

2770: Previsão meteorológ...

2769: Festival da Sardinh...

2768: Aviso Amarelo no Al...

2767: Situação nas Albufe...

2766: Praia dos Salgados ...

2765: Previsão meteorológ...

2764: Feira da Serra 2017...

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Anúncios
tags

7 maravilhas

acontecimantos

alergias

alterações climáticas

ambiente

aniversário

ano novo

astronomia

avisos

barragens

bivalves

boas festas

calor

clima

climatologia

concurso

dados

dados da estação

desporto

economia

eventos

fotos

incêndio e uv

incêndios

mar

marés

mau tempo

natal

notícias

opinião

passatempo

praias

previsões

previsões sazonais

ranking

relatórios

secas

sismologia

sondagem

vulcão

webcam

todas as tags

links
Relógio
Tradutor
Ofertas de Emprego - Faro
Ofertas Emprego Best Empregos
Google
Pesquisa
Custom Search
subscrever feeds