Estado do Tempo, Previsões, Alertas e Notícias sobre a Região Algarvia. E-mail: temponoalgarve@sapo.pt
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
Dados da Estação Meteorológica em Olhão

Dados referentes ao mês de Fevereiro de 2017

 

Dia

Temperatura

Máxima (ºC)

Temperatura

mínima (ºC)

Precipitação

(mm)

               Observações             
1 18.3 11.4 0

Céu pouco nublado tornando-se

nublado

2 19.2
11.8 7 Céu nublado. Aguaceiros
3 17.9
12.8
0
Céu nublado
4 18.5
16.1
0
Céu nublado
5 18.2
11.9
0
Céu pouco nublado
6 17.7
9.0
0
Céu pouco nublado
7 17.2 9.0
0
Céu nublado por nuvens altas
8 19.0
7.4
0
Céu limpo
9 15.6
7.7
0
Céu pouco nublado
10 12.4 6.9
4
Céu nublado. Aguaceiros
11 13.5  8.6  49  Céu nublado. Aguaceiros fortes 
12 16.1
9.8
21
Céu nublado. Chuva
13 17.2
9.3
1
Céu nublado com abertas. 
14 16.4
11.6
50
Céu nublado. Chuva forte. Nevoeiro
15 18.0
11.4 0
Céu nublado por nuvens altas
16 18.1
11.7
0
Céu nublado por nuvens altas
17 18.7
10.4
0
Céu pouco nublado
18 18.3
8.5
0
Céu pouco nublado
19 17.4
10.8
0
Céu nublado
20 16.4
10.8
0
Céu nublado
21 18.8
12.0
0
Céu com poeira
22 20.9
9.8
0
Céu com poeira
23 19.4
13.2
0
Céu com poeira
24 20.1
11.4
0
Céu com poeira
25 18.8
10.0
0
Céu nublado
26        
27        
28        

 


--------------------------------------------------------------------------------

publicado por Tempo no Algarve às 19:22
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017
2700: Poeiras em suspensão no Algarve até 23 de Fevereiro

Uma depressão centrada na região de Marrocos transporta na sua circulação poeiras em suspensão provenientes do norte de África, estando neste momento a afetar uma vasta região desde a Tunísia até às Canárias, passando pelo sul da Península Ibérica e pelo arquipélago da Madeira .

 

 

Prevê-se que continuem a afetar a região Sul e parte da região Centro do Continente e a Madeira até dia 23 de fevereiro, traduzindo-se num tom amarelado do céu, que deverá ir diminuindo gradualmente ao longo dos próximos dias.

 

Fonte: IPMA


--------------------------------------------------------------------------------
tags:

publicado por Tempo no Algarve às 22:25
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017
2699: Previsão meteorológica para a semana de 20 de Fevereiro a 26 de Fevereiro de 2017

Previsão meteorológica no Algarve para os próximos dias:

 

Dia 20 (2ªfeira) - Céu pouco nublado temporariamente nublado. Vento moderado de leste. Pequena subida da temperatura máxima.

 

Máximas: 16ºC - 20ºC

mínimas: 5ºC - 9ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5 metros. Temperatura da água do mar: 16ºC.

 

Dia 21 (3ªfeira) - Céu pouco nublado temporariamente nublado. Vento fraco a moderado de leste.

 

Máximas: 16ºC - 20ºC

mínimas: 6ºC - 10ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 a 1.5 metros. Temperatura da água do mar: 16ºC.

 

Dia 22 (4ªfeira) - Céu pouco nublado temporariamente nublado. Vento fraco de leste.

 

Máximas: 18ºC - 22ºC

mínimas: 7ºC - 11ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro.

 

Dia 23 (5ª feira) - Céu pouco nublado temporariamente. Vento fraco de leste.

 

Máximas: 18ºC - 22ºC

mínimas: 8ºC - 12ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro.

 

Dia 24 (6ª feira) - Céu pouco nublado temporariamente nublado. Vento fraco de leste.

 

Máximas: 16ºC - 20ºC

mínimas: 7ºC - 11ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro.

 

Dia 25 (Sábado) - Céu nublado. Vento fraco de leste.

 

Máximas: 16ºC - 20ºC

mínimas: 7ºC - 11ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro.


Dia 26 (Domingo) - Céu nublado. Vento fraco de leste.

 

Máximas: 16ºC - 20ºC

mínimas: 7ºC - 11ºC

 

Estado do mar: Ondas de sueste com 1 metro.


--------------------------------------------------------------------------------

publicado por Tempo no Algarve às 08:00
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
2698: Volta ao Algarve 2017 - Classificação Geral

O colombiano Fernando Gaviria (Quick-Step Floors) venceu hoje a primeira etapa da 43.ª Volta ao Algarve, uma ligação de 182,9 quilómetros, que arrancou em Albufeira e terminou, ao sprint, em Lagos.

 

O terceiro triunfo da temporada de Fernando Gaviria foi construído com o poderio físico do colombiano e com trabalho coletivo. Já nas últimas centenas de metros, Massimiliano Richeze, colega de equipa, atacou, destabilizando o trabalho das restantes formações. Com esta movimentação Fernando Gaviria teve apenas de concentrar-se nos rivais mais diretos, disparando para o triunfo, nos derradeiros 100 metros.

 

Fernando Gaviria impôs-se diante de outros dois velocistas de referência do pelotão internacional, o alemão André Greipel (Lotto Soudal) e o francês Nacer Bouhanni (Cofidis), segundo e terceiro.

 

A vitória em Lagos, perante uma multidão entusiasta, deixou Fernando Gaviria em posse da Camisola Amarela Turismo do Algarve. Partirá para a etapa de quinta-feira com 1 segundo de vantagem sobre o alemão Christoph Pfingsten (Bora-hansgrohe) e com 4 segundos sobre outro germânico, André Greipel.

 

A etapa começou em Albufeira, perante milhares de pessoas que quiseram incentivar os corredores à partida para a competição. E cinco homens não esperaram muito para retribuir o calor popular. Christoph Pfingsten (Bora-hansgrohe), Justin Oien (Caja Rural-Seguros RGA), Brian van Goethem (Roompot-Nederlandse Loterij), Adam de Vos (Rally Cycling) e João Benta (RP-Boavista) saíram do pelotão com 2,5 quilómetros percorridos.

 

Adam de Vos foi o primeiro a passar na única montanha do dia, na Picota, ao quilómetro 22. Garantiu, assim, a posse da Camisola Azul Liberty Seguros, que premeia o melhor trepador. E, ato contínuo, desinteressou-se da fuga, aguardando pelo pelotão.

 

Os restantes aventureiros mantiveram-se em cabeça de corrida, chegando a ter mais de sete minutos e meio de vantagem sobre o grande grupo, mas não resistiram à perseguição movida pelas equipas com ambição de ganhar ao sprint. A 25 quilómetros da meta morreu a fuga a consolidou-se a convicção de que seriam os velocistas a merecer os holofotes da glória no final da jornada.

 

O primeiro lugar de Fernando Gaviria assegurou ao colombiano três lideranças. Além da Camisola Amarela Turismo do Algarve, é o dono da Camisola Vermelha Cofidis, dos pontos, e da Camisola Branca Sicasal, da Juventude. A Quick-Step Floors comanda por equipas.

 

“É a minha terceira vitória do ano, a primeira desta temporada na Europa. É importante começar a ganhar cedo no ano, dá-nos confiança para as próximas corridas. Foi um sprint longo e algo confuso diante de grandes especialistas. Fico feliz por dar mais uma vitória à minha equipa e vestir de amarelo na Volta ao Algarve. O meu próximo objetivo são os Campeonatos Nacionais na Colômbia. Não digo ganhar, mas espero discutir a vitória na quarta etapa da Volta ao Algarve”, afirmou Fernando Gaviria.

 

“O objetivo da etapa passava por discutir a camisola da montanha e as metas volantes. É a minha segunda corrida do ano, mas as sensações eram boas e a fuga teve sucesso. Depois de ter vestir a camisola naturalmente que a gostava de a defender por mais um dia, mas será muito difícil tendo em conta as dificuldades de montanha e o nível dos adversários”, disse Adam de Vos, antecipando o que se passará na jornada seguinte.

 

A segunda etapa, a disputar nesta quinta-feira, deverá modificar as classificações. Os ciclistas vão percorrer 189,3 quilómetros, entre Lagoa e o alto da Fóia, em Monchique, com a meta a coincidir com uma contagem de montanha de primeira categoria. Será o primeiro teste à forma dos candidatos, permitindo perceber quais são os corredores com capacidade para discutir a geral.

 

Classificações/Results
1.ª Etapa/1st Stage: Albufeira – Lagos, 182,9 km
1.º Fernando Gaviria (Quick-Step Floors), 4h28m31s (40,869 km/h)
2.º André Greipel (Lotto Soudal), mt
3.º Nacer Bouhanni (Cofidis), mt
4.º Dylan Groenewegen (Team Lotto NL-Jumbo), mt
5.º John Degenkolb (Trek-Segafredo), mt
6.º Baptiste Planckaert (Team Katusha Alpecin), mt
7.º Matteo Trentin (Quick-Step Floors), mt
8.º Andrea Pasqualon (Wanty-Groupe Gobert), mt
9.º Lukasz Wisniowski (Team Sky), mt
10.º Edvald Boasson Hagen (Team Dimension Data), mt

 

Geral/Overall
1.º Fernando Gaviria (Quick-Step Floors), 4h28m21s
2.º Christoph Pfingsten (Bora-hansgrohe), a 1s
3.º André Greipel (Lotto Soudal), a 4s
4.º Justin Oien (Caja Rural-Seguros RGA), mt
5.º Nacer Bouhanni (Cofidis), a 6s
6.º João Benta (RP-Boavista), a 8s
7.º Dylan Groenewegen (Team Lotto NL-Jumbo), a 10s
8.º John Degenkolb (Trek-Segafredo), mt
9.º Baptiste Planckaert (Team Katusha Alpecin), mt
10.º Matteo Trentin (Quick-Step Floors), mt

 

Fonte: Volta ao Algarve

 

2ª etapa: Lagoa - Alto da Fóia (189.3 kms(

 

O irlandês Daniel Martin (Quick-Step Floors) venceu hoje a segunda etapa da Volta ao Algarve, 189,3 quilómetros entre Lagoa e o alto da Fóia, ascendendo ao comando da geral individual.

 

A tirada decidiu-se nos derradeiros 9 quilómetros, a escalada ao ponto mais alto do Algarve. A Team Katusha Alpecin impôs o ritmo na aproximação à fase mais dura da jornada, mas foi a Quick-Step Floors que endureceu verdadeiramente a corrida, na fase mais dura da subida final, o primeiro quilómetro de ascenção.

 

Zdenek Stybar e Enric Mas dinamitaram o que restava do pelotão, levando na roda o colega de equipa Daniel Martin. O esloveno Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo) e o polaco Michal Kwiatkowski (Team Sky) tiveram de responder às acelerações do irlandês. Roglic conseguiu aguentar o ritmo de Daniel Martin e tentou mesmo deixar o rival para trás.

 

A luta pela etapa acabaria por resumir-se ao duelo entre Daniel Martin e Primoz Roglic, que levaram o mano a mano até à linha final. Daniel Martin arrancou a 200 metros e conseguiu bater o rival, que cortou a meta com o mesmo tempo. Michal Kwiatkowski controlou os danos e alcançou a Fóia na terceira posição.

 

A Camisola Amarela Turismo do Algarve manteve-se na Quick-Step Floors, mas mudou do corpo de Fernando Gaviria para o de Daniel Martin. O irlandês dispõe de 4 segundos de vantagem sobre Primoz Roglic e de 26 segundos à melhor sobre Michal Kwiatkowski.

 

“Rodamos na frente durante todo o dia, todos acreditaram nas minhas possibilidades. Estou feliz pela equipa. Roglic esteve bastante forte em Valência e sabia que seria um dos favoritos para a classificação geral. Ataquei-o porque não quis colaborar comigo, mas no último quilometro sabia que a minha experiência me seria útil. Farei o melhor do que puder no contrarrelógio e veremos como correrá. Agora quero desfrutar desta vitória”, afirmou Daniel Martin, antes da consagração no pódio.

 

O primeiro embate mostrou a supremacia dos três primeiros, mas deixou boas indicações de dois contrarrelogistas, o campeão europeu da especialidade, Jonathan Castroviejo (Movistar Team), que é o nono da geral, e do compatriota Luis León Sánchez (Astana), sétimo, ambos a 45 segundos do comandante.

 

As equipas portuguesas também deram boas indicações, sobretudo a W52-FC Porto, que colocou Amaro Antunes, em quarto da geral, a 43 segundos, o Sporting-Tavira, que tem Rinaldo Nocentini na sexta posição, com o mesmo tempo, e a LA Alumínios-Metalusa BlackJack, cujo chefe-de-fila, Edgar Pinto, subiu ao oitavo posto, a 45 segundos.

 

A Astana Pro Team está no topo da classificação coletiva. Daniel Martin e Fernando Gaviria estão empatados na classificação por pontos, premiada com a Camisola Vermelha Cofidis. Daniel Martin é também o dono da Camisola Azul Liberty Seguros e o belga Tiesj Benoot (Lotto Soudal) está bem encaminhado para repetir a vitória na juventude e para ganhar a Camisola Branca Sicasal.

 

As classificações terão novo momento de decisão nesta sexta-feira, dia em que se disputa o contrarrelógio de 18 quilómetros, com partida e chegada na Fortaleza de Sagres.

 

Classificações/Results


2.ª Etapa/2nd Stage: Lagoa – Fóia, 189,3 km
1.º Daniel Martin (Quick-Step Floors), 4h46m35s (39,632 km/h)
2.ª Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo), mt
3.º Michal Kwiatkowski (Team Sky), a 20s
4.º Amaro Antunes (W52-FC Porto), a 33s
5.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), mt
6.º Luis León Sánchez (Astana), a 35s
7.º Jonathan Castroviejo (Movistar Team), mt
8.º Tony Gallopin (Lotto Soudal), mt
9.º Edgar Pinto (LA Alumínios-Metalusa BlackJack), mt
10.º Tiesj Benoot (Lotto Soudal), a 46s

Geral/Overall


1.º Daniel Martin (Quick-Step Floors), 9h14m56s
2.ª Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo), a 4s
3.º Michal Kwiatkowski (Team Sky), a 26s
4.º Amaro Antunes (W52-FC Porto), a 43s
5.º Tony Gallopin (Lotto Soudal), a 42s
6.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), mt
7.º Luis León Sánchez (Astana), a 45s
8.º Edgar Pinto (LA Alumínios-Metalusa BlackJack), mt
9.º Jonathan Castroviejo (Movistar Team), mt
10.º Tiesj Benoot (Lotto Soudal), a 46s

 

 

Fonte: Volta ao Algarve

 

3ª Etapa: Sagres - Sagres

 

O espanhol Jonathan Castroviejo (Movistar Team), campeão europeu de contrarrelógio, venceu hoje a terceira etapa da Volta ao Algarve, um exercício individual de 18 quilómetros, que levou o esloveno Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo) ao topo da classificação geral.

 

A chamada “prova da verdade”, disputada em Sagres, no mesmo percurso que acolheu o contrarrelógio da edição anterior da corrida, permitiu a Jonathan Castroviejo estrear a camisola de campeão da Europa, afirmando-se como um dos melhores especialistas mundiais na disciplina.

 

O campeão europeu cumpriu os 18 quilómetros em 21m24s, melhorando 10 segundos quanto ao registo pessoal do ano anterior. O campeão mundial, Tony Martin (Team Katusha Alpecin), foi mais uma vez segundo em Sagres, com 21m28s, um desempenho 26 segundos pior do que o conseguido há um ano. O terceiro no contrarrelógio desta sexta-feira foi o esloveno Primoz Roglic, a 5 segundos do primeiro classificado.

 

“Quase todos os anos corro aqui no Algarve e já procurava aganhar há algum tempo. Reconheci o percurso e as sensações foram boas ao longo de todo o contrarrelógio. Em todos os contrarrelógios que corri em 2016 fiquei no Top 4. Ganhar no começo da temporada a estes rivais é muito importante. O meu rendimento na Fóia foi bastante bom e isso dá-me moral para disputar as provas de uma semana. A geral da Volta ao Algarve não está ainda decidida. O Malhão é uma subida muito explosiva e acabando aí a Volta ao Algarve cada um irá ao seu limite”, declarou o vencedor da etapa.

 

O terceiro lugar na etapa permitiu a Primoz Roglic, campeão esloveno de contrarrelógio, conquistar a Camisola Amarela Turismo do Algarve, assumindo-se como o principal candidato à conquista da 43.ª Volta ao Algarve. O polaco Michal Kwiatkowski (Team Sky) ascendeu à segunda posição e é o mais sério candidato a destronar Roglic. Jonathan Castroviejo é o terceiro da geral, a 36 segundos.

 

“Na Fóia o Daniel Martin levou a melhor. Sou tido como um especialista no contrarrelógio mas quero ser mais do que isso. Para já quero discutir as provas de uma semana. Irei defender a camisola amarela. Conheço bem a subida ao Malhão e será um dia difícil, mas conto com o apoio dos meus colegas de equipa. Cada um dará o seu melhor, eu e os meus adversários, mas, no final, espero salvaguardar a liderança”, afirmou o novo comandante.

 

O irlandês Daniel Martin (Quick-Step Floors) foi incapaz de defender a liderança, fazendo o 74.º tempo no contrarrelógio, descendo para o sexto posto da geral, a 1m31s do sucessor. Segura, como consolação, a Camisola Vermelha Cofidis, dos pontos, e a Camisola Azul Liberty Seguros, da montanha.

 

O belga Tiesj Benoot (Lotto Soudal) deu mais um passo para ser, pelo segundo ano consecutivo, o melhor jovem da competição, segurando a Camisola Branca Sicasal. A Movistar Team venceu coletivamente a etapa e saltou para o comando da tabela por equipas.

 

A Volta ao Algarve prossegue neste sábado com a disputa da quarta etapa, a mais longa ligação da corrida, 203,4 quilómetros entre Almodôvar e Tavira. Espera-se que seja a segunda oportunidade para os sprinters brilharem, antevendo-se novo duelo entre os homens mais rápidos do pelotão, numa cidade de Tavira que acolhe a caravana sempre de forma calorosa.

 

Classificações
3.ª Etapa/3rd Stage: Sagres – Sagres, 18 km
1.º Jonathan Castroviejo (Movistar Team), 21m24s (50,467 km/h)
2.º Tony Martin (Team Katusha Alpecin), a 4s
3.º Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo), a 5s
4.º Michal Kwiatkowski (Team Sky), mt
5.º Lars Boom (Team Lotto NL-Jumbo), a 11s
6.º Arnaud Démare (FDJ), a 12s
7.º Alex Dowsett (Movistar Team), a 16s
8.º Edvald Boasson Hagen (Team Dimension Data), a 20s
9.º Nelson Oliveira (Movistar Team), mt
10.º Tony Gallopin (Lotto Soudal), a 21s

Geral/Overall
1.º Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo), 9h36m29s
2.º Michal Kwiatkowski (Team Sky), a 22s
3.º Jonathan Castroviejo (Movistar Team), a 36s
4.º Tony Gallopin (Lotto Soudal), a 55s
5.º Luis León Sánchez (Astana), a 59s
6.º Daniel Martin (Quick-Step Floors), a 1m31s
7.º Tony Martin (Team Katusha Alpecin), a 1m40s
8.º Tiesj Benoot (Lotto Soudal), a 1m49s
9.º Amaro Antunes (W52-FC Porto), a 1m54s
10.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), a 1m56s

 

Fonte: Volta ao Algarve

 

4ª etapa. Almodôvar - Tavira

 

O campeão da Alemanha de fundo, André Greipel (Lotto Soudal), venceu hoje a quarta etapa da Volta ao Algarve, em Tavira, num despique com o compatriota John Degenkolb (Trek-Segafredo), apenas deslindado pelo recurso ao photo finish.
 
 
Os 203,4 quilómetros que ligaram Almodôvar a Tavira terminaram de forma apoteótica. Milhares de pessoas puderam assistir a um sprint entusiasmante, do qual saiu vencedor André Greipel, com uma diferença de cerca de um pneu para John Degenkolb. O terceiro foi o campeão holandês de fundo, Dylan Groenewegen.
 
 
André Greipel lançou o sprint mais cedo e quase foi surpreendido pela inclinação dos últimos 50 metros, tendo de sofrer para resistir à aproximação de John Degenkolb. Greipel conseguiu a segunda vitória pessoal em Tavira – a outra foi em 2011 – e prolongou o domínio germânico na cidade do Gilão: nas últimas cinco vezes que uma etapa da Volta ao Algarve terminou em Tavira ganharam alemães.
 
 
A chegada em pelotão compacto ficou garantida a dois quilómetros da meta, quando foi anulada a fuga do dia, protagonizada, desde o quilómetro 6, por Ryan Mullen (Cannondale Drapac), Dion Smith (Wanty-Groupe Gobert), Taco van der Hoorn (Roompot-Nederlanse Loterij) e João Matias (LA Alumínios-Metalusa BlackJack). O luso descolou da frente a cerca de 40 quilómetros do fim, mas o trio de forasteiros obrigou o pelotão a trabalhos forçados para garantir uma nova oportunidade aos sprinters.
 
 
“A fuga dificultou-nos bastante a preparação da chegada, pois gastamos quase metade da equipa a perseguir. No final encontrei-me numa boa posição e arranquei no momento certo. Já aqui ganhei em Tavira mas no ano passado não pude disputar o sprint. Desta vez tive a sorte comigo. Foi um sprint bem disputado, lado a lado com o Degenkolb, mas felizmente consegui ganhar. É sempre bom sinal ganhar aqui no Algarve”, reconheceu André Greipel.
 
 
Como se esperava, a etapa deste sábado não teve consequências em termos de geral individual. O esloveno Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo) segurou a Camisola Amarela Turismo do Algarve. É perseguido de perto pelo polaco Michal Kwiatkowski (Team Sky), a 22 segundos, e pelo espanhol Jonathan Castroviejo (Movistar Team), a 36 segundos.
 
 
Amanhã tudo deverá ser diferente. A quinta e última etapa vai ligar o centro de Loulé ao alto do Malhão, com a meta a coincidir com uma contagem de montanha de segunda categoria. Nos últimos 62 quilómetros, os corredores vão subir quatro montanhas, num percurso todo de sobe e desce, que inclui uma primeira passagem no Malhão, a 41,5 quilómetros do fim.
 
 
Com este traçado e com as diferenças entre candidatos já, de certa forma, significativas, as equipas que pretenderam dar a volta à classificação terão de atacar de longe, fomentando o espectáculo.
 
 
“Controlamos a etapa desde o início e foi bastante duro para toda a equipa. Iremos fazer o mesmo amanhã. É possível vencer a Volta ao Algarve no Malhão. Haverá seguramente muitos ataques mas estaremos preparados. O Kwiatkowski é o adversário mais perigoso, até porque é quem me ameaça mais na geral. Fisicamente sinto-bem e estou ansioso por amanhã. Daremos o nosso melhor”, promete Primoz Roglic.
 
 
As classificações secundárias também estão em aberto. André Greipel veste a Camisola Vermelha Cofidis, dos pontos, Daniel Martin (Quick-Step Floors) segue na frente da lista de trepadores, envergando a Camisola Azul Liberty Seguros, e Tiesj Benoot (Lotto Soudal) tem no corpo a Camisola Branca SIcasal, de melhor jovem. A Movistar Team comanda por equipas.
 
 
Classificações/Results

4.ª Etapa/Stage 4: Almodôvar – Tavira, 203,4 km

1.º André Greipel (Lotto Soudal), 4h57m51s (40,974 km/h)
2.º John Degenkolb (Trek-Segafredo), mt
3.º Dylan Groenewegen (Team Lotto NL-Jumbo), mt
4.º Arnaud Démare (FDJ), mt
5.º Jasper Stuyven (Trek-Segafredo), mt
6.º Andrea Pasqualon (Wanty-Groupe Gobert), mt
7.º Fernando Gaviria (Quick-Step Floors), mt
8.º Nacer Bouhanni (Cofidis), mt
9.º Michael Schwarzmann (Bora-hansgrohe), mt
10.º Edvald Boasson Hagen (Team Dimension Data), mt
 
 
Geral/Overall

1.º Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo), 14h34m20s
2.º Michal Kwiatkowski (Team Sky), a 22s
3.º Jonathan Castroviejo (Movistar Team), a 36s
4.º Tony Gallopin (Lotto Soudal), a 55s
5.º Luis León Sánchez (Astana), a 59s
6.º Daniel Martin (Quick-Step Floors), a 1m31s
7.º Tony Martin (Team Katusha Alpecin), a 1m40s
8.º Tiesj Benoot (Lotto Soudal), a 1m49s
9.º Amaro Antunes (W52-FC Porto), a 1m54s
10.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), a 1m56s

 

Fonte: Volta ao Algarve

 

5ª etapa: Loulé - Malhão

O esloveno Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo) venceu hoje a 43.ª Volta ao Algarve, depois de disputada a quinta etapa, com final no alto do Malhão, ganha pelo algarvio Amaro Antunes (W52-FC Porto).
 
 
A tirada de 179,2 quilómetros, entre o centro de Loulé e o alto do Malhão, começou muito veloz, com mais de 50 quilómetros percorridos na primeira hora. Mas os candidatos acabaram por ficar na expectativa, não se movendo na derradeira ascensão.
 
A apatia dos principais nomes internacionais foi aproveitada por Amaro Antunes, que deu o melhor seguimento ao trabalho da W52-FC Porto, que trabalhou para anular a fuga de 21 homens que apenas foi definitivamente dada por extinta no sopé do Malhão.
 
 
Perante a postura defensiva das estrelas internacionais, Amaro Antunes arrancou a quilómetro e meio do final e não mais foi alcançado. Cortou a meta ao fim de 4h29m28s de corrida, deixando a 12 segundos o espanhol Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé) e o belga Tiesj Benoot (Lotto Soudal), segundo e terceiro, respetivamente.
 
 
“Ganhar é a algo que a W52-FCPorto já habitou os adeptos. Este é um lugar habitual de treinos, conheço esta subida de olhos fechados. Sabia onde tinha de arrancar. Inicialmente, hesitei um pouco, contive-me e finalmente arranquei no momento certo. É especial ganhar em casa, é muito emotivo e algo que hoje, no hotel, sonhava. Amigos e familiares vieram para aqui às cinco da madrugada para pintar a estrada e a única resposta que lhes tinha de dar, o único agradecimento possível, era chegar aqui em primeiro lugar. Para dizer a verdade, na primeira passagem fiz toda a subida em pele de galinha e quando a equipa começou a tirar só tinha em mente a vitória. Queria retribuir o apoio de quem acreditou em mim, em especial o meu diretor-desportivo Nuno Ribeiro. Acreditou desde o início que a vitória seria possível. Foi muito bom chegar aqui com os aplausos do público. É algo que não vou esquecer tão cedo. Não é por acaso que temos aqui alguns dos melhores ciclistas do mundo, um pelotão de luxo e isso ainda mais valor dá à minha vitória”, frisou Amaro Antunes.
 
 
O polaco MIchal Kwiatkowski foi o único dos pretendentes à geral a mover-se, mas não foi além de uma movimentação tímida, à qual Primoz Roglic respondeu com facilidade. O esloveno, antigo campeão de saltos de esqui, conquistou, assim, a principal vitória na carreira de ciclista.
 
 
Primoz Roglic conquistou a 43.ª Volta ao Algarve, acabando com 22 segundos de vantagem sobre Michal Kwiatkowski. O terceiro, a 55 segundos, foi o francês Tony Gallopin. “Fizemos um grande trabalho e controlamos a corrida até onde seria possível. Na subida final seria a minha vez. Consegui ficar com o Kwiatkowski e agora é tempo de celebrar. Foi duro para todos, mas felizmente conseguir levar esta camisola até ao final. Veremos o que o futuro me traz. Sei que combino a montanha e o contrarrelógio com certa facilidade e espero estar forte nas próximas corridas. Mas agora vou festejar. Quando comecei a competir não imaginava chegar a este nível. É um sonho estar aqui de amarelo”, admitiu Roglic.
 
 
O campeão da Alemanha de fundo, André Greipel (Lotto Soudal), empenhou-se a fundo na luta pela Camisola Vermelha Cofidis, participando na fuga do dia com esse objetivo. Foi uma iniciativa de sucesso, pois conseguiu a vitória por pontos.
 
 
A fuga deste domingo também deu resultados positivos ao colombiano Juan Osorio (Manzana Postobón) que, com a aventura deste domingo, ganhou a Camisola Azul Liberty Seguros, de melhor trepador. O melhor jovem foi, pelo segundo ano consecutivo, o belga Tiesj Benoot, que leva para casa a Camisola Branca Sicasal. Por equipas impôs-se a Astana.
 
Classificações/Results

5.ª Etapa/Stage 5: Loulé – Malhão, 179,2 km

1.º Amaro Antunes (W52-FC Porto), 4h29m28s (39,901 km/h)
2.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), a 12s
3.º Tiesj Benoot (Lotto Soudal), mt
4.º Michal Kwiatkowski (Team Sky), a 15s
5.º Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo), mt
6.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), mt
7.º Jaime Rosón (Caja Rural-Seguros RGA), mt
8.º Luis León Sánchez (Astana), mt
9.º Tony Gallopin (Lotto Soudal), mt
10.º David de la Fuente (Louletano-Hospital de Loulé), mt
 
Geral/Overall

1.º Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo), 19h04m03s
2.º Michal Kwiatkowski (Team Sky), a 22s
3.º Tony Gallopin (Lotto Soudal), a 55s
4.º Luis León Sánchez (Astana), a 59s
5.º Amaro Antunes (W52-FC Porto), a 1m29s
6.º Daniel Martin (Quick-Step Floors), a 1m36s
7.º Jonathan Castroviejo (Movistar Team), a 1m40s
8.º Tiesj Benoot (Lotto Soudal), a 1m42s
9.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), a 1m56s
10.º Edgar Pinto (LA Alumínios-Metalusa BlackJack), a 2m19s

 

Fonte: Volta ao Algarve


--------------------------------------------------------------------------------
tags:

publicado por Tempo no Algarve às 19:31
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Previsão das marés no Algarve
Data: 2017-02-19 Porto: Faro - Barra de Faro-Olhão
 Hora Legal de Inverno (UTC) Altura(m)
 Sab, 2017-02-18 19:49    2.57  Preia-mar
 Dom, 2017-02-19 01:40    1.48  Baixa-mar
 Dom, 2017-02-19 08:21    2.50  Preia-mar
 Dom, 2017-02-19 14:19    1.50  Baixa-mar
 Dom, 2017-02-19 21:05    2.51  Preia-mar
 Seg, 2017-02-20 03:16    1.55  Baixa-mar
 Seg, 2017-02-20 09:44    2.45  Preia-mar
 Seg, 2017-02-20 15:55    1.52  Baixa-mar
 Seg, 2017-02-20 22:25    2.55  Preia-mar
 Ter, 2017-02-21 04:49    1.47  Baixa-mar
 Ter, 2017-02-21 11:00    2.52  Preia-mar
 Ter, 2017-02-21 17:09    1.41  Baixa-mar
 Ter, 2017-02-21 23:30    2.69  Preia-mar
 Qua, 2017-02-22 05:48    1.31  Baixa-mar
 Qua, 2017-02-22 11:57    2.67  Preia-mar
 Qua, 2017-02-22 18:00    1.25  Baixa-mar
 Qui, 2017-02-23 00:20    2.87  Preia-mar

 

Fonte: Instituto Hidrográfico   


--------------------------------------------------------------------------------
tags:

publicado por Tempo no Algarve às 19:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|


Facebook
pesquisar
 
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

15
16
17

22
23
24

26
27
28


posts recentes

Dados da Estação Meteorol...

2700: Poeiras em suspensã...

2699: Previsão meteorológ...

2698: Volta ao Algarve 20...

Previsão das marés no Alg...

2697: Aviso Amarelo no Al...

2696: Chuva torrencial in...

2695: Previsão meteorológ...

2694: Aviso Laranja no Al...

2693: Chuva e Granizo pro...

2692: Aviso Amarelo no Al...

2691: Previsão meteorológ...

2690: Aviso Laranja no Al...

2689: Gripe aviária detet...

2688: Marinha de prevençã...

Dados da Estação Meteorol...

2687: Previsão meteorológ...

2686: Resumo climatológic...

2685: Resumo do mês de Ma...

2684: Aviso Amarelo no Al...

2683: Aviso Amarelo no Al...

2682: Previsão meteorológ...

2681: Queda de neve no So...

2680: Possibilidade de qu...

2679: Aviso Amarelo no Al...

2678: Previsão meteorológ...

2677: Onda de poluição dá...

2676: Previsão meteorológ...

2675: Estatística do ano ...

2674: Situação nas Albufe...

arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Anúncios
tags

7 maravilhas

acontecimantos

alergias

alterações climáticas

ambiente

aniversário

ano novo

astronomia

avisos

barragens

bivalves

boas festas

calor

clima

climatologia

concurso

dados

dados da estação

desporto

economia

eventos

fotos

incêndio e uv

incêndios

mar

marés

mau tempo

natal

notícias

opinião

passatempo

praias

previsões

previsões sazonais

ranking

relatórios

secas

sismologia

sondagem

vulcão

webcam

todas as tags

links
Contador
Relógio
Tradutor
Ofertas de Emprego - Faro
Ofertas Emprego Best Empregos
Google
Pesquisa
Custom Search
subscrever feeds